ASSINE

Milena Gottardi: veja tudo o que aconteceu no julgamento

Sentença foi lida na noite desta segunda-feira (30) após oito dias de julgamento. Todos os seis réus foram condenados pelo assassinato da médica Milena Gottardi


0:00

O desfecho do caso

Após oito longos dias ininterruptos de julgamento, seis pessoas acusadas de terem participado da morte de Milena Gottardi foram condenadas. O ex-marido da médica, Hilário Frasson, mandante do crime, foi condenado por homicídio qualificado, feminicídio e fraude processual. Com os agravantes considerados pelo júri, como o fato de ter cometido o crime quando era policial e contra a mãe de suas filhas, a soma da pena de Hilário chegaria a 42 anos de reclusão, mas foi fixada na pena máxima permitida pela legislação brasileira: 30 anos de prisão. O juiz também determinou a perda do cargo público, embora ele já tivesse sido exonerado em setembro de 2020, e tirou dele o exercício do poder familiar, ou seja, o direito de ser pai de suas filhas. O pai de Hilário, Esperidião Frasson, também foi condenado como mandante, por homicídio qualificado, feminicídio e fraude processual. A soma da pena chegaria a 34 anos e oito meses de prisão, mas também foi fixado em 30 anos. Dionathas Alves Vieira, o homem que atirou em Milena, pegou uma pena menor, de 18 anos e oito meses, por ter confessado e dado informações sobre o crime e o envolvimento dos demais réus. Um dos condenados, Bruno Broetto, que emprestou a moto para Dionathas no dia do crime, deve sair da cadeia nos próximos dias. Isso porque, como já cumpriu um sexto da pena de 10 anos e cinco meses, ele pode pedir a progressão para o regime aberto. Os intermediários, Hermenegildo Filho e Valcir Dias, pegaram 26 anos e 10 meses de reclusão por homicídio qualificado e fraude processual. Na sentença, o juiz Marcos Pereira Sanches fez uma homenagem à Zilca Gottardi, mãe de Milena, e às duas filhas da médica. O tempo que cada um dos réus ficará na prisão não equivale, necessariamente, ao que foi sentenciado. A depender da participação deles no crime, eles podem pedir a redução da pena. Os seis réus, juntos, terão que pagar R$ 700 mil em indenização para a família da vítima.


23:38

Desabafo emocionado do irmão de Milena Gottardi

"Justiça foi feita, mas coração fica magoado para sempre", diz Douglas Gottardi em vídeo emocionante.


23:12

Quem é quem na trama do crime e quais foram as condenações

Após a sentença da Justiça, confira quem são os condenados, por quais crimes e saiba quais são as penas de cada um.


22:56

Hilário é condenado a 30 anos de prisão

Ex-marido da vítima foi condenado por homicídio qualificado, feminicídio e fraude processual.


22:45

Atirador é condenado a 18 anos de prisão

Dionathas Alves Vieira foi o primeiro que teve a condenação anunciada. O juiz considerou o fato de que ele confessou o crime e colaborou com a Justiça, fixando a pena em 18 anos e 8 meses em regime fechado.


22:35

As penas de prisão fixadas pela Justiça após votação do júri popular

Veja as penas fixadas pela Justiça para os acusados. - Dionathas Alves Vieira (executor do crime): condenado por homicídio qualificado e fraude processual, com reconhecimento da causa especial de redução de pena por colaboração com a Justiça. Pena de 18 anos e 8 meses de reclusão. - Valcir da Silva Dias (intermediou a negociação entre mandantes e executor): condenado por homicídio qualificado e fraude processual. Pena de 26 anos e 10 meses de reclusão. - Hermenegildo Palauro Filho (intermediou a negociação entre mandantes e executor): condenado por homicídio qualificado e fraude processual. Pena de 26 anos e 10 meses de reclusão. - Hilário Frasson (ex-marido de Milena e mandante do crime): condenado por homicídio qualificado, feminicídio e fraude processual. Agravante por ser agente da lei e pai das filhas da vítima. Pena máxima: 30 anos de prisão. - Esperidião Frasson  (ex-sogro de Milena e mandante do crime): condenado por homicídio qualificado, feminicídio e fraude processual. Agravante por ser sogro da vítima e avô das filhas da vítima. Pena máxima: 30 anos de reclusão.- Bruno Broetto (deu apoio, fornecendo a moto usada no dia do crime): condenado por homicídio simples, com reconhecimento de menor participação no crime. Pena de 10 anos e 5 meses de reclusão.


22:06

Familiares e amigos de Milena se abraçam e choram após sentença

Zilca Gottardi e Douglas Gottardi, mãe e irmão de Milena, se abraçaram após o juiz encerrar a sessão. Amiga da médica e uma das testemunhas de acusação, Lívia Maia, também chorou bastante durante a pronúncia da sentença dos réus.


22:03

Réus terão que indenizar família de Milena em R$ 700 mil

Juiz determinou que os seis réus terão que indenizar, juntos, a família de Milena Gottardi em R$ 700 mil.


21:33

Condenados

Júri decide por condenar os seis réus pelo assassinato de Milena Gottardi. Juiz passa a dosar as penas. Hilário Frasson, Esperidião Frasson, Hermenegildo Filho, Valcir Dias e Dionathas Alves foram condenados por feminícidio, fraude processual e homicídio qualificado. 


21:29

Irmão e mãe de Milena Gottardi estão no júri acompanhando a sentença

Abraçados, Douglas Gottardi, irmão da médica, e Zilca Gottardi, mãe da vítima, assistem à pronúncia da sentença.

Caso Milena Gottardi
Carro da médica Milena Gottardi Frasson, 38 anos, que foi atingida com tiros na cabeça, no estacionamento do Hucam (Hospital Universitário). Crédito: Edson Chagas/Arquivo A Gazeta/Arte Geraldo Neto

Entenda o papel de cada réu

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.