ASSINE

Caso Milena: "Espero que a justiça seja feita", diz chefe do MPES

A procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Espírito Santo (MPES), Luciana Gomes Ferreira de Andrade, acompanha o primeiro dia de julgamento dos acusados pelo assassinato de Milena Gottardi

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 23/08/2021 às 10h46
Procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Espírito Santo Luciana Andrade
Procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Espírito Santo Luciana Andrade. Crédito: Divulgação/MPES

A procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Espírito Santo (MPES), Luciana Gomes Ferreira de Andrade, compareceu ao Fórum Criminal José Mathias de Almeida Netto, no Centro de Vitória, nesta segunda-feira (23) para acompanhar o primeiro dia do julgamento dos acusados pelo assassinato da médica Milena Gottardi.

"Por conta da agenda institucional não posso acompanhar todos os dias, mas não podia deixar de estar aqui hoje, acompanhando os colegas, apoiando o trabalho do Ministério Público. É um trabalho árduo, de muito tempo de estudo, de muita responsabilidade. A gente busca a verdade", disse.

Luciana Gomes Ferreira de Andrade

Procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Espírito Santo (MPES)

"Vim hoje de verde, na esperança de que a justiça seja feita. Todas as vidas importam, mas a vida de Milena é simbólica"

A chefe do MPES explicou que o caso Milena Gottardi representa ainda essa cultura de machismo presente na sociedade.

"Essa cultura de machismo que não aceita uma ruptura, um fim de relacionamento. Estraga-se uma vida inteira, de uma mulher que era uma profissional talentosa, importante no que fazia, cuidava de tantas crianças (com câncer). Pra família dela também, era uma mãe — das filhas de um dos réus, das netas de outro réu! Simboliza uma cultura que a gente precisa romper, que a gente precisa falar dela, para mudar comportamentos. Para que as pessoas sejam livres, que se respeitem e que vivam em harmonia na sociedade".

Luciana Andrade disse ainda que a expectativa para os próximos dias é de muitas reflexões importantes para a sociedade e de punição para os culpados.

"Hoje a gente tem uma expectativa de muitos dias de plenário, de muitas reflexões para a sociedade. A imprensa tem um papel fundamental nisso, de estimular essa mudança de cultura que é difícil, está introjetada na gente há muito tempo"

Luciana Gomes Ferreira de Andrade

Procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Espírito Santo (MPES)

"Desejo realmente que eles sejam punidos, que sejam encarcerados sim, porque é a penalidade que nossa lei e nossa constituição impõem, e que sirvam de exemplo para outros homens e para outras mulheres que se enveredem pelo caminho do crime. Porque a gente não admite mais, não é mais possível isso"

Caso Milena Gotttardi: amigos e familiares em frente ao fórum

Caso Milena Gottardi
Amigos e familiares de Milena Gottardi exibem faixas e cartazes em frente ao Fórum Criminal no Centro de Vitória. Vitor Jubini
Caso Milena Gottardi
Amigos e familiares de Milena Gottardi exibem faixas e cartazes em frente ao Fórum Criminal no Centro de Vitória. Vitor Jubini
Caso Milena Gottardi
Amigos e familiares de Milena Gottardi exibem faixas e cartazes em frente ao Fórum Criminal no Centro de Vitória. Vitor Jubini
Caso Milena Gottardi
Amigos e familiares de Milena Gottardi exibem faixas e cartazes em frente ao Fórum Criminal no Centro de Vitória. Vitor Jubini
Caso Milena Gottardi
Amigos e familiares de Milena Gottardi exibem faixas e cartazes em frente ao Fórum Criminal no Centro de Vitória. Vitor Jubini
Caso Milena Gottardi
Amigos e familiares de Milena Gottardi exibem faixas e cartazes em frente ao Fórum Criminal no Centro de Vitória. Vitor Jubini
Caso Milena Gottardi
Amigos e familiares de Milena Gottardi exibem faixas e cartazes em frente ao Fórum Criminal no Centro de Vitória. Vitor Jubini
Amigos e familiares de Milena Gottardi exibem faixas e cartazes em frente ao Fórum Criminal no Centro de Vitória.
Amigos e familiares de Milena Gottardi exibem faixas e cartazes em frente ao Fórum Criminal no Centro de Vitória.
Amigos e familiares de Milena Gottardi exibem faixas e cartazes em frente ao Fórum Criminal no Centro de Vitória.
Amigos e familiares de Milena Gottardi exibem faixas e cartazes em frente ao Fórum Criminal no Centro de Vitória.
Amigos e familiares de Milena Gottardi exibem faixas e cartazes em frente ao Fórum Criminal no Centro de Vitória.
Amigos e familiares de Milena Gottardi exibem faixas e cartazes em frente ao Fórum Criminal no Centro de Vitória.
Amigos e familiares de Milena Gottardi exibem faixas e cartazes em frente ao Fórum Criminal no Centro de Vitória.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.