ASSINE

Como usar o cartão virtual do auxílio emergencial para fazer compras

Tudo pode ser feito de maneira digital por meio do aplicativo Caixa Tem e até mesmo de outros apps, sem necessidade de ir às agências. Também é possível pagar boletos

Publicado em 28/05/2020 às 18h19
Aplicativo Caixa Tem onde o beneficiário recebe o auxílio emergencial
Aplicativo Caixa Tem onde o beneficiário recebe o auxílio emergencial. Crédito: Siumara Gonçalves

saque em espécie do auxílio emergencial de R$ 600 a R$ 1.200 para todos os beneficiários começa a ser liberado de forma escalonada no sábado (30). Mas, já é possível usar o saldo da conta digital da Caixa para pagar contas, fazer saques e compras, entre outros serviços. Tudo pode ser feito de maneira digital por meio do aplicativo Caixa Tem e até mesmo de outros apps. Por isso, não há necessidade de ir às agências.

A possibilidade vem como uma alternativa para que as filas nas agências da Caixa diminuam, já que mesmo quem não tem um cartão físico do banco não precisará sacar o dinheiro. Um cartão digital estará disponível no aplicativo Caixa Tem. 

As compras poderão ser realizadas por meio de QR Code, código de barras ou pelo número do cartão digital. Esse número  permanecerá o mesmo a cada compra, mas o código de segurança será alterado. Por ser tratar de um cartão de débito, não é possível fazer parcelamentos, apenas utilizá-lo para compras à vista, mas desde que tenha saldo na conta do beneficiário.

Além disso, ele tem a bandeira Elo. Portanto, na hora de fazer compras on-line, por exemplo, é preciso prestar atenção na bandeira de pagamento aceita pelo estabelecimento comercial.

ONDE BAIXAR O APLICATIVO DO CAIXA TEM

Veja o passo a passo no vídeo:

COMO COMPRAR ON-LINE COM O CARTÃO DIGITAL DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

Uma das formas de usar o benefício do auxílio emergencial é para o pagamento de compras on-line. Para isso, é preciso ficar atento se o site aceita a bandeira do cartão (Elo), saber se você tem saldo suficiente para a compra e lembrar que o pagamento precisa ser à vista, ou seja, não dá para parcelar. Para isso:

  1. Acesse o aplicativo Caixa Tem e selecione a opção “Cartão de Débito Virtual”;
  2. Visualize seu cartão e, ao lado do “Código de Segurança”, clique em “Gerar”;
  3. Esse código é válido apenas para uma compra ou por alguns minutos. Sendo necessário gerar um novo código a cada nova compra;
  4. Copie o número do cartão, clicando no ícone ao lado dos números;
  5. Com o número do cartão e o código de segurança você já pode fazer suas compras com total segurança;
  6. Na loja em que realizou a compra, em modalidade de pagamento escolha a opção cartão e preencha os dados pedidos (número do cartão, nome no cartão e código de segurança);
  7. Depois, finalize a compra.

PAGAR COMPRAS NA MAQUININHA USANDO O AUXÍLIO EMERGENCIAL

Uma outra opção de compra pelo aplicativo Caixa Tem é diretamente no comércio, em estabelecimentos habilitados. Com isso, não é preciso sacar o dinheiro. Lembre-se de ver se você tem saldo suficiente. Para isso:

  1. O lojista vai te apresentar a maquininha;
  2. Acesse o aplicativo Caixa Tem e selecione a opção “Pagar na Maquininha”;
  3. Automaticamente, a câmera do celular irá abrir. Aponte a câmera para o QR Code que foi gerado na maquininha do estabelecimento;
  4. Em seguida, confira o valor da sua compra e o estabelecimento e clique em “Confirmar”. Somente será descontado o valor da compra no saldo total da conta;
  5. Tudo certo! Compra feita!

PAGAR BOLETOS DE COMPRAS OU FATURAS USANDO AUXÍLIO EMERGENCIAL

Mais uma opção para fazer compras usando o cartão virtual é pagando por boleto. Nesse caso, você pode pagar as contas de qualquer empresa. Para isso:

  1. Abra o aplicativo Caixa Tem e aperte a opção "entrar"; 
  2. Digite seu CPF e senha do login da Caixa, clique em "realizar pagamento"; 
  3. Você pode "digitar o código de barras" (para boletos digitais ou impressos) ou ler o código de barras com a câmera (para boletos impressos). Basta clicar no botão; Selecione a conta que deseja usar para pagamento e clique em "continuar"; 
  4. Confira os dados do pagamento, se tudo estiver correto clique em "sim"; 
  5. Digite sua senha de 6 números do Caixa Tem para finalizar o pagamento; 
  6. O comprovante ficará disponível para "compartilhar ou salvar". 

PAGAR PELO PICPAY USANDO AUXÍLIO EMERGENCIAL

Também é possível transferir o dinheiro do auxílio emergencial para o PicPay e dessa forma pagar contas ou compras:

  1. Primeiro é preciso acessar o aplicativo da Caixa e selecionar a parte de cartões; 
  2. Na sequência, deve-se criar um cartão de débito virtual. Assim que o cartão for criado, irá aparecer o nome do beneficiário, o número do cartão e a validade dele. No fim desta etapa, a pessoa deve clicar em “ver código de segurança”. É recomendável anotar tais informações, já que elas serão utilizadas mais à frente; 
  3. Depois de gerado o cartão, o beneficiário deve ir até o aplicativo do PicPay e clicar em “Carteira” e, depois, “adicionar dinheiro”. Na nova tela aparecerá a opção “Cartão de débito virtual Caixa”. Neste momento, o beneficiário deverá informar os dados do cartão da Caixa que anotou;
  4.  Depois que o cartão for adicionado ao PicPay a pessoa pode escolher quanto deseja transferir para o PicPay. Pode ser o valor completo – os R$ 600 – ou menos; 
  5. Após escolher o valor, a pessoa deverá informar ao aplicativo o código de segurança do cartão da Caixa para concluir a transação; 
  6. Depois que o dinheiro for transferido para a carteira do aplicativo, o usuário poderá realizar o pagamento de contas e boletos, transferir o dinheiro para outras pessoas, fazer pagamentos ou realizar saques pela rede Banco24Horas. O aplicativo também permite recarga de celular e de cartão para transporte público, além do pagamento de estacionamentos e compras on-line.

VEJA QUANDO VOCÊ PODE SACAR EM ESPÉCIE

Neste sábado (30), começam a receber o valor em espécie os beneficiários nascidos em janeiro e que não fazem parte do programa Bolsa Família, que já receberam a segunda parcela. O pagamento continuará ao longo das próximas semanas para os beneficiários que nasceram nos meses seguintes. Os nascidos em dezembro, por exemplo, só vão poder sacar a segunda parcela a partir do dia 12 de junho.

Nesta sexta-feira (29), terminam os escalonamentos definidos para pagamento da segunda parcela aos beneficiários do Auxílio Emergencial que integram o Bolsa-Família, contemplando 9,5 milhões de beneficiários, e para o pagamento da primeira parcela aos 8,3 milhões de pessoas que ainda não tinham recebido o recurso, totalizando R$ 5,3 bilhões. Mesmo após o encerramento desses calendários, os valores do auxílio continuarão disponíveis para recebimento.

(Com informações da Caixa e Giordany Bozzato/A Gazeta)

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.