Leitores debatem sobre cancelamento do carnaval em Guarapari

Cidade cancelou o carnaval, proibiu carros de som e excursões para evitar aglomerações e o fluxo intenso de pessoas nas vias do município

Publicado em 02/02/2021 às 18h13
Atualizado em 02/02/2021 às 18h13
Banhistas aproveitaram o dia de sol na Praia de Setiba, em Guarapari
Praia de Setiba, em Guarapari. Crédito: Siumara Gonçalves

A Prefeitura de Guarapari publicou, nesta segunda-feira (1º), um decreto que define novas medidas de enfrentamento à pandemia do coronavírus, entre elas está a proibição de blocos e eventos carnavalescos. O objetivo é evitar aglomerações e o fluxo intenso de pessoas nas vias da cidade.

Além do carnaval de rua, também estará proibida a entrada de ônibus de turismo, excursões, micro-ônibus e vans no município. O decreto gerou debate entre os leitores nas redes sociais. Confira alguns comentários:

Tem que cancelar em todo lugar. (Maria Costa)

Carnaval pode esperar uns anos, as vidas não! (Lucas Ribeiro)

Deveriam proibir em todos lugares. Quem montar banda de carnaval ser multado. Isso é sério. (Maria da Penha Andrião Sartori)

Deveria fazer barreira sanitária nas divisas e não deixar as pessoas de fora entrarem. (Thereza Rachel Ferrari Ritter)

Sei... Igual no decreto passado e a cidade encheu, olha onde estamos parando, 203 mortos. (Cintia Cirini)

Duvido que isso aconteça. Não aconteceu o verão inteiro, imagine no carnaval... Hoje, com risco alto e com o novo decreto, tá tudo normal por aqui. (Monique Monteiro)

O réveillon também estava proibido e a Enseada ficou lotada, um verdadeiro baile funk ao ar livre até as 7 da manhã, sem fiscalização e sem policiamento. (Tati Duarte)

Só vai faltar alguém pra fiscalizar isso! (Juliana Endlich)

Funciona assim: a prefeitura finge que fiscaliza e o povo finge que cumpre. Segue o baile! (Silvana Guerra)

Como se adiantasse alguma coisa. As praias continuarão cheias, restaurantes e etc. (Renan Aguilar)

Não sei pra quê esses decretos, ninguém segue isso, ninguém fiscaliza, não resolve nada... Só acho que vamos ter que conviver com essa doença, infelizmente. Aí fica com esse monte de decreto em cima de decreto e continua a mesma coisa, só traz prejuízo para os comerciantes. (Vagner Barbosa)

A barreira existe, só não funciona. (Fabíola da Silva Batista)

As pessoas têm que ser conscientes pra não sofrerem as consequências depois. (Dulcinéia Neves)

Apesar de a praia ser pública, deveria haver barreira e não entrar, quem mora aqui sabe o que estamos passando, presos com a pandemia, o pessoal deveria ter consciência. (Angela Passamani)

É triste e lamentável isso, mas se faz necessário. (Antonio Silva)

Necessário, já devia ter sido feito. (Rita de Cassia Lima Alves)

Só conversa fiada, não dá em nada. (Juliana Dorn)

Por onde você anda se vê um fluxo intenso de pessoas. Distanciamento é algo que nem existe mais. (Janaina Rangel)

Como se adiantasse cancelar o carnaval, se não tem fiscalização nenhuma aí o povo sai mesmo e até bloquinho eles arrumam para desfilar. (Neuza Schaffer)

As praias continuam lotadas e ninguém toma atitude nenhuma. (Luziene Campos)

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.