ASSINE

Cariacica: PTB confirma Assis e Cidadania decide apoiar Euclério

O prefeito Juninho é do Cidadania e já está no segundo mandato consecutivo. Já o atual vice-prefeito, Niltinho Basílio (PDT), desistiu de disputar o comando do Executivo municipal

Publicado em 14/09/2020 às 20h16
Atualizado em 14/09/2020 às 21h11
PTB confirma subtenente Assis e Niltinho Basílio desiste de concorrer
PTB confirma subtenente Assis e Niltinho Basílio desiste de concorrer. Crédito: Montagem/Assessoria / Vibes Company Co/ Assessoria PDT

Convenções realizadas no domingo (13) e nesta segunda-feira (14) trouxeram novas definições na corrida pela Prefeitura de Cariacica. O PTB confirmou o nome do subtenente Assis como candidato a prefeito e mais 19 candidatos a vereador. Do outro lado do tabuleiro, Niltinho Basílio (PDT), atual vice-prefeito da cidade, desistiu da disputa.

Já Euclério Sampaio (DEM) conseguiu o apoio de mais uma sigla, o Cidadania. Em convenção conjunta nesta segunda-feira, Podemos e Republicanos, que já haviam anunciado apoio ao demista, indicaram o nome do vereador Edson Nogueira (Podemos) como vice. Outras siglas da coligação, no entanto, também já indicaram nomes. O deputado afirma que o partido vai analisar as opções.

A convenção que oficializou o nome de subtenente Assis para a corrida contou com a presença de nomes conhecidos da direita no Estado, como o ex-deputado federal Carlos Manato (sem partido) e o deputado estadual Capitão Assumção (Patriota). Dos 19 nomes confirmados para concorrer a uma cadeira de vereador, 10 são homens e nove mulheres. 

Antes de se filiar ao PTB, o militar já havia sido considerado como pré-candidato em outras siglas. Primeiro, no PSL, que acabou lançando Joel da Costa na disputa, depois no PRTB, partido do vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, e, por fim, pelo Patriota. Este último chegou a enviar o nome de Assis como pré-candidato para A Gazeta. 

No final de agosto, no entanto, o Assis anunciou sua opção pelo PTB do ex-deputado federal Roberto Jefferson. Sem um nome para lançar, o Patriota optou por indicar a presidente municipal da sigla, Geane Rezende, como vice em alguma chapa que será definida ao final das negociações. 

De acordo com a assessoria do PTB, ainda não há um nome fechado para compor a chapa de Assis como vice. Existem, no entanto, conversas com o PRTB, partido que mais "se mostra alinhado" à legenda no município. A reportagem tentou, sem sucesso, contato com o candidato do PTB nesta segunda.

CIDADANIA COM EUCLÉRIO

O prazo para a realização das convenções partidárias termina nesta quarta-feira (16). Quanto mais perto do fim, mais o cenário eleitoral vai se desenhando, já que os partidos preferem deixar as definições para os últimos dias. Antes mesmo da convenção, que será realizada nesta terça-feira (15), o Cidadania declarou que vai apoiar o demista Euclério Sampaio, que conta, agora, com cinco partidos aliados: Avante, PMN, Podemos, Republicanos e Cidadania.

Podemos e Republicanos formalizaram apoio ao deputado em uma reunião na última quinta-feira (10). Nesta segunda-feira, em convenção partidária conjunta, a sigla indicou o vereador de Cariacica Edson Nogueira (Podemos) como possível vice de Euclério. Quando firmou aliança com o demista, o Avante também indicou três possíveis nomes para compor com o candidato do DEM: o radialista Antário Neto, a ex-vereadora Enfermeira Edna e o presidente municipal do partido, Preto Walter.

Euclério sustenta que ainda não há uma definição e todas as opções serão analisadas pelo partido nos próximos dias.

O Cidadania, que tem como presidente no Espírito Santo o deputado estadual Fabrício Gandini, teve conversas com Joel da Costa, candidato do PSL que já foi da legenda.

Mas, de acordo com presidente do Cidadania de Cariacica, Salvador Capaz, a prioridade do partido é a eleição de Gandini à Prefeitura de Vitória e, por isso, a pedido do parlamentar, a legenda vai integrar a coligação de Euclério.

"Já estava decidido, em conversas com o prefeito Juninho e outras lideranças do partido, que se o Niltinho [vice-prefeito do PDT] fosse confirmado nós apoiaríamos ele.  Ele não foi confirmado e a diretoria estadual pediu pra gente seguir com o Euclério e nós vamos obedecer", afirmou Capaz. 

JUNINHO É DO CIDADANIA, MAS NÃO DECLAROU APOIO

O prefeito Juninho (Cidadania), até agora, sustenta que não vai apoiar ninguém a não ser que seja necessário "por uma ameaça grande." É a primeira vez que o nome dele aparece em conversas de articulação. A reportagem tentou contato com Juninho nesta segunda, mas até a publicação dessa reportagem não conseguiu contato.

Mas enquanto o Cidadania fechou com o DEM de Euclério em Cariacica, em Vitória, não houve reciprocidade. 

O presidente da Câmara de Vitória, Cléber Félix, era pré-candidato à prefeitura da Capital pelo DEM. Ele desistiu de concorrer, mas o DEM declarou apoio ao deputado Lorenzo Pazolini (Republicanos).

NILTINHO SAI DA CORRIDA

Até este final de semana, o PDT sustentava que lançaria o nome do atual vice-prefeito de Cariacica, Niltinho, para ser cabeça de chapa. Nos bastidores, figuras políticas da cidade desacreditavam da candidatura, mas admitiam que não estava fácil convencer Niltinho do fato.

"É o sonho da vida dele, só que a gente sabe que o candidatura dele não vai se viabilizar" disse uma fonte para A Gazeta. O PDT é um dos partidos que mais busca conversas e negociações. Pelo menos cinco siglas já citaram a legenda entre suas possibilidades de coligação: PROS, PSB, Solidariedade, DEM e PT. A pré-candidatura de Niltinho foi retirada em convenção realizada no domingo (13).

Embora já estivesse intensificando sua presença nas redes sociais e visitando lideranças comunitárias do município, no mesmo pique que os demais pré-candidatos, Niltinho sustenta que a decisão de recuar foi dele. "Em uma conversa com o prefeito a gente optou por caminhar no sentido de terminar o mandato, foi uma decisão pessoal, não foi uma decisão só do partido", afirma.

A decisão não teria sido tomada em cima da opinião do prefeito, mas Niltinho afirma que Juninho recebeu com bons olhos a notícia do recuo. "Logicamente ele ficou receptivo com a minha ideia porque se eu tivesse que participar da corrida eleitoral ia ter que focar nas atividades da campanha e optei por terminar as atividades do mandato. Cariacica passa por um momento difícil, de queda de arrecadação e a pandemia", relata.

A possibilidade de ir como vice em outra chapa, de acordo com o vice-prefeito, ainda não foi discutida com ele. "Estão falando que já aconteceram conversas, comigo nunca. Eu não falei com ninguém sobre isso, pode ser que tenham procurado o presidente municipal da sigla", afirma. 

O próprio irmão de Niltinho, Nilson Basílio, que é presidente municipal do DEM, já afirmou que tem trabalhado desde o início para levar o irmão para compor a chapa de Euclério. "O meu sonho é que ele entrasse como vice. Já temos conversas a esse respeito", disse para A Gazeta na última quinta-feira (10). 

Na convenção do PDT estiveram presentes Ivan Bastos, candidato do MDB, e Sandro Locutor, pré-candidato do PROS.

O vereador de Cariacica Itamar Freire, presidente municipal do PDT, disse que a candidatura de Niltinho foi retirada e o futuro do partido deve ser definido nos próximos dias, em conversas com aliados. 

"Não chegamos a nenhuma confirmação. Estamos conversando com PSB, com PROS, mas estamos estudando até o último momento a melhor coligação. Este ano tem muitos candidatos e um pessoal amigo, estamos tendo que trabalhar pra fazer uma chapa boa", afirma.

A sigla também oficializou 20 candidatos que vão concorrer a vereador, sendo 7 mulheres.

PMB CONFIRMA BIA BIANCARDI EM CHAPA PURO-SANGUE

Bia Biancardi, candidata a prefeita de Cariacica e Josimar Nascimento, vice na chapa. Nomes foram confirmados pelo PMB
Bia Biancardi, candidata a prefeita de Cariacica, e Josimar Nascimento, vice na chapa. Nomes foram confirmados pelo PMB. Crédito: Assessoria de imprensa PMB

Também em reunião partidária nesta segunda-feira, o nome de Bianca Biancardi, empresária de Cariacica, foi confirmado pelo PMB como candidata à Prefeitura de Cariacica. Bia, como é conhecida, é a primeira mulher transgênero a disputar uma eleição municipal como cabeça de chapa no Espírito Santo, de acordo com o partido. 

A legenda também oficializou a cabeleireira Josimar Nascimento, também do PMB, como vice, formando uma chapa puro-sangue. A sigla não vai fazer coligação com outros partidos. 

Bia tem 52 anos e é dona de um salão de beleza tradicional do município. Desde o início da pré-campanha, a candidata tem feito críticas à máquina pública do município e prometido extinguir 400 cargos comissionados e reduzir para dez o número de secretarias no município.

"Nosso projeto é reduzir em 4 anos, com demissões incentivadas, para pelo menos 3 mil, melhorando o salário dos servidores e qualificando-os para uma nova mentalidade no serviço público, Vai ser a primeira prefeitura profissionalizada do país, com o foco em resultados, transparência e fim de todos os privilégios que forem encontrados", afirma.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.