ASSINE

Auxílio emergencial: como fazer compras como o cartão virtual da Caixa

Os beneficiários poderão realizar pagamentos pelo aplicativo Caixa Tem, ou seja, sem precisar sacar o dinheiro

Publicado em 26/05/2020 às 17h27
Atualizado em 27/05/2020 às 12h26
Auxílio emergencial do governo federal
Aplicativo do auxílio emergencial do governo federal. Crédito: Siumara Gonçalves

Quem tem direito a receber o auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal poderá usar o valor do benefício através  do “cartão digital” da Caixa. A novidade deve ser lançada nesta quinta-feira (28). Com o cartão, será possível realizar compras pelo celular em lojas, supermercados e farmácias que utilizarem maquininhas de crédito ou débito.

A nova possibilidade vem como uma alternativa para que as filas nas agências da Caixa diminuam, já que mesmo quem não tem um cartão físico do banco não precisará sacar o dinheiro.

Um cartão digital estará disponível no aplicativo Caixa Tem. Os usuários cadastrados terão a possibilidade de utilizar o dinheiro do benefício para fazer pagamentos pelo celular, através do QR Code, um tipo de código de imagem gerado na tela da maquininha do cartão na hora da compra.

O anúncio foi feito nesta segunda-feira (25) pelo presidente do banco, Pedro Guimarães. O banco espera que metade do valor depositado nas contas do auxílio emergencial seja usada dessa maneira.

Pedro Guimarães

Presidente da Caixa

"Isso vai acelerar o uso do dinheiro depositado, reduzir a necessidade de ir nas agências e permitir que dezenas de milhões de brasileiros que nunca tiveram acesso a um cartão, a uma conta de banco, consigam uma cidadania melhor "

A Caixa já pagou, até a última sexta-feira (22), R$ 55,3 bilhões a 53 milhões de pessoas. Durante o pagamento da primeira parcela do benefício, não era difícil ver as portas das agências da Caixa lotadas no Espírito Santo. Algumas pessoas chegavam a passar a noite em filas para conseguir sacar o auxílio emergencial.

A situação chegou ao ponto em que o Ministério Público Federal (MPF) ajuizou uma ação civil pública contra a Caixa e o governo do Espírito Santo. A Justiça Federal determinou que o banco adotasse medidas contra a aglomeração de pessoas e organizasse as filas, dentro e fora das agências.

Também para tentar conter as longas filas, a Caixa mudou o calendário de pagamento da segunda parcela. Começou primeiro o pagamento dos beneficiários do Bolsa-Família e abriu uma conta poupança digital para os demais beneficiários, impedindo saques e transferências num primeiro momento.

COMO USAR?

A Caixa está atualizando o aplicativo Caixa Tem para disponibilizar o uso do cartão digital nas maquininhas. Com o app, será possível aos usuários fazer compras em estabelecimentos comerciais físicos por meio de QR Code (código de imagem). 

  • Com o aplicativo aberto, o usuário vai selecionar a opção de cartão digital;
  • Vai apontar a câmera do celular para o QR Code na tela da maquininha;
  • Essa imagem será lida pelo aplicativo;
  • A cobrança será realizada.

AS MAQUININHAS

De acordo com a Cielo, hoje, a máquina Cielo Lio, o Super Link e as soluções de e-commerce já fazem a transação com o cartão digital da Caixa. E, dentro de alguns dias, os demais produtos, como Cielo Pay e as outras maquininhas também aceitarão o cartão on-line.

Para realizar a operação, o usuário precisa informar o número do cartão, o código de verificação e a data de validade para o vendedor. Cerca de 70 empresas no país solicitaram a máquina com essa funcionalidade.

De acordo com informações do jornal Valor Econômico, essa solução de uso do auxílio deve ter ainda a participação de credenciadoras como Rede, do Itaú Unibanco; e Getnet, do Santander.

Atualmente, os beneficiários do auxílio tinham a possibilidade de usar um cartão de débito on-line gerado pelo aplicativo para realizar compras na internet, transferir os recursos para outros bancos ou sacar nas agências.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.