ASSINE

Os documentos que você precisa levar ao sacar o auxílio emergencial

Para não perder a viagem na hora de ir ao banco, é melhor separar o que você deve levar e ficar atento à data em que o saque estará disponível

Publicado em 21/05/2020 às 11h51
Atualizado em 21/05/2020 às 11h51
Auxílio emergencial do governo federal
Aplicativo para cadastro no auxílio emergencial do governo federal. Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Milhões de pessoas começam a receber a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 nesta semana. Nesse grupo, alguns beneficiários já podem sacar o valor, enquanto outros terão que esperar um pouco mais. E quem ainda vai receber a primeira parcela poderá sacar o dinheiro em espécie, seguindo o calendário, de acordo com o mês de nascimento.

Para não perder a viagem na hora de ir ao banco, é melhor prestar atenção aos documentos que você deve levar. Além disso, segundo a Caixa, os beneficiários que forem às agências, que terão a triagem nas filas ampliada, fora da sua data para o recebimento de pagamento em espécie, não permanecerá no local.

Para sacar o auxílio emergencial, o beneficiário precisa ir até uma agência da Caixa com o CPF e um documento de identificação com foto, que pode ser:

  • Carteira de Trabalho, desde que emitida a partir de 20 de janeiro de 1997;
  • Carteira de Identidade (RG) fornecida pelos órgãos de segurança pública dos Estados. Fique atento ao prazo de validade, se houver; 
  • CNH - Carteira Nacional de Habilitação; 
  •  Carteira Funcional emitida por repartições públicas ou por órgãos de classe dos profissionais liberais, desde que tenha fé pública reconhecida por decreto, observado o prazo de validade, se houver; 
  • Passaporte brasileiro, desde que esteja dentro do prazo de validade.

CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DOS BENEFICIÁRIOS DO BOLSA FAMÍLIA

Quem recebe o Bolsa Família e tem direito ao auxílio emergencial, começou a receber o benefício na última na segunda-feira (18). Para essas pessoas, o pagamento ocorre da mesma forma do benefício regular, conforme o final do Número de Identificação Social (NIS). A renda emergencial pode ser sacada ou transferida normalmente.

CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DA POUPANÇA SOCIAL DIGITAL

Os beneficiários do Auxílio Emergencial que fizeram cadastro no aplicativo ou site da Caixa receberão o crédito da segunda parcela na poupança social digital entre 20 e 26 de maio. Mas quem vai receber o dinheiro em espécie ou transferi-lo precisará esperar esperar até o dia 30 de maio. A partir desta data, o pagamento será realizado segundo um calendário escalonado. 

A poupança social digital é movimentada por meio do aplicativo Caixa Tem, disponível para Android e iOS. O app permite a realização de pagamentos eletrônicos de contas, assim como compras on-line ou em maquininhas autorizadas com a funcionalidade do cartão virtual de débito. 

Segundo a caixa, neste momento, a funcionalidade de transferência bancária não estará disponível no aplicativo para os beneficiários da segunda parcela, "de forma a evitar o aumento do movimento em agências bancárias".

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.