ASSINE

Coronavírus: março já tem mais mortes que o mês de fevereiro no ES

Do dia primeiro até esta segunda-feira (22), foram divulgados 576 óbitos; número de casos no período também já superou o total do mês anterior

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 22/03/2021 às 18h13
Cariacica - ES - Covas abertas para enterrar vítimas da covid-19 no cemitério Jardim da Saudade em Nova Rosa da Penha.
Covas abertas para enterrar vítimas da covid-19 no cemitério Jardim da Saudade em Cariacica. Crédito: Vitor Jubini | Arquivo

Ainda faltam nove dias para março acabar, mas o número de mortes causadas pelo novo coronavírus no Espírito Santo já é maior que o total divulgado ao longo de fevereiro. Desde o dia primeiro até esta segunda-feira (22), foram 576 vidas perdidas no Estado – 29 a mais que em todo o mês anterior.

O novo agravamento da pandemia também pode ser observado na média diária de óbitos. Em fevereiro, eram cerca de 19 pessoas que morriam por dia pela Covid-19. Já em março, essa quantidade saltou para 26 – a terceira maior de todo o período pandêmico, ficando atrás de junho (34/dia) e julho (28/dia) do ano passado.

Os dados utilizados pela reportagem têm como base as atualizações diárias do Painel Covid-19 pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). Ou seja, representam os óbitos e os casos divulgados em cada período e não necessariamente aqueles que ocorreram no respectivo intervalo de tempo.

Este vídeo pode te interessar

No último domingo (21), o número de casos do coronavírus divulgados em março chegou a 33.100 e também superou o total de confirmações de fevereiro inteiro. Nesta segunda-feira (22), subiu para 35.412 diagnósticos positivos – e já é o quarto maior quantitativo da pandemia.

O aumento de casos e mortes pela Covid-19 já era previsto para acontecer no Espírito Santo após o Carnaval, por três principais motivos: as aglomerações verificadas durante o período, a maior transmissibilidade das novas variantes do coronavírus e a sazonalidade das doenças respiratórias.

1.351 pessoas

estão internadas nesta segunda-feira (22) devido à Covid-19 nos leitos públicos do ES

Para tentar evitar o colapso, o Governo Estadual decretou uma quarentena de 14 dias, que entrou em vigor na última quinta-feira (18). Com medidas socioeconômicas mais restritivas, o Estado espera diminuir a circulação de pessoas e, consequentemente, a transmissão do coronavírus.

Nesta segunda-feira (22), o secretário de saúde Nésio Fernandes pediu o apoio dos capixabas. "É fundamental que a população apoie as medidas. Precisamos, mais do que nunca, ter disciplina de proteção. Precisamos impedir a transmissão da doença. Ela pode chegar até você, proteja-se", afirmou.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Espírito Santo Governo do ES SESA Coronavírus Coronavírus no ES Covid-19 espírito santo nesio fernandes Pandemia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.