ASSINE

Pacientes com doenças respiratórias sobrecarregam PAs da Grande Vitória

As unidades de saúde municipais, que são portas de entrada para a internação hospitalar, estão lotadas por pacientes com sintomas gripais em busca de atendimento médico

Publicado em 22/03/2021 às 14h49
Data: 28/12/2019 - ES - Cariacica - Pronto Atendimento do Trevo de Alto Laje - Editoria: Cidades - Foto: Fernando Madeira - GZ
Em Cariacica, Secretaria de Saúde registrou um aumento de 60% de pacientes com doenças respiratórias. Crédito: Fernando Madeira

Devido ao período de sazonalidade entre o verão e o inverno, que aumenta o número de doenças respiratórias, e o avanço da pandemia da Covid-19 no Espírito Santo, os Prontos Atendimentos (PAs) da Grande Vitória, que são portas de entrada para a internação hospitalar, estão lotados por pacientes com sintomas gripais em busca de atendimento médico.

A alta procura por atendimento nos PAs está em consonância com a ocupação dos leitos exclusivos para o tratamento de Covid-19, que, nesta segunda-feira (22), registrou a taxa de 93,82%. 

“Previmos que, pela sazonalidade das doenças respiratórias no Espírito Santo, em março e abril uma nova fase de aceleração poderia ocorrer. A terceira onda da doença foi anunciada”, disse Nésio na época.

As doenças sazonais representam o conjunto de disfunções típicas de uma determinada época do ano. O outono e o inverno, que marcam o início e a chegada oficial do frio, agravam, principalmente, as disfunções respiratórias e as alergias, tanto em adultos quanto em crianças.

GRANDE VITÓRIA

No município da Serra, a Secretaria Municipal de Saúde constatou um aumento de 70% de aumento de pacientes com doenças respiratórias em busca de atendimento médico nas Unidades de Pronto-Atendimento (UPA’s) do município. Além disso, 50% dos leitos das UPA’s estão ocupados com pacientes de Covid-19.

Em Cariacica e Guarapari, o aumento, de acordo com as prefeituras, foi de 60%.

No Ambulatório de Síndromes Gripais da Unidade de Pronto Atendimento de Guarapari (UPA), a média atual é de 1.100 pacientes a cada seis dias, o equivalente a 183 atendimentos diários.

Em Vila Velha, a Secretaria Municipal de Saúde registrou um aumento de 20% de pacientes com sintomas gripais nos Pronto Atendimentos do município. 

Já a Prefeitura de Vitória admitiu que existe uma sobrecarga de pacientes em busca de atendimento nos Pronto Atendimentos. No PA da Praia do Suá, por exemplo,  há sete leitos exclusivos para pacientes com Covid, mas na manhã desta segunda-feira (22), 11 pacientes com a doença estavam internados no local.

TRANSFERÊNCIA

Devido ao aumento de pacientes com doenças respiratórias em busca de atendimento e ao avanço da pandemia no Espírito Santo, outro problema é evidenciado nos Prontos Atendimentos: a demora na transferência, caso seja necessário, para os hospitais. Em alguns municípios, como Guarapari, o tempo de espera é de três a cinco dias.

Em Vila Velha, a espera também é grande. De acordo com a Secretaria de Saúde do município canela-verde, o tempo de transferência para um paciente ser transferido é de até três dias. Em Cariacica, a espera pode ser de até dois dias, segundo a prefeitura.

Já em Vitória, a Secretaria de Saúde informou por meio de nota que, há casos em que a transferência para um hospital é realizada em até 24h e outros podem demorar um pouco mais. Apesar deste tempo médio informado pela Prefeitura, pacientes aguardam vagas por um tempo maior na capital.

No município da Serra, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a média de espera para o paciente ser transferido é de 12 horas. Procurada, a Prefeitura de Viana não respondeu às informações para a reportagem.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.