ASSINE

Oito hospitais do ES não têm mais vagas de UTI para nenhuma doença

O Hospital Jayme Santos Neves, na Serra, ainda constava neste domingo (21) com um leito de UTI para pacientes com a Covid-19. Já para outras doenças, o hospital aparece com mais pacientes na UTI do que a capacidade de vagas

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 21/03/2021 às 23h32
Primeiro paciente vindo de Rondônia que chegou neste domingo, às 14h, no Aeroporto de Vitória. O paciente foi transferido para o Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves.
Hospitais do Espírito Santo estão com leitos de UTI 100% ocupados. Crédito: Helio Filho/Secom ES

Oito hospitais do Espírito Santo estão com 100% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocupados para pacientes com a Covid-19 e para outras doenças. Os dados são do Painel Ocupação de Leitos Hospitalares, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), atualizados neste domingo (21). A lista contempla unidades públicas em geral de Norte a Sul do Estado, e as vagas disponibilizadas ao Sistema Único de Saúde (SUS) nas redes filantrópica e privada.

Somente na Grande Vitória, quatro hospitais estão com 100% de ocupação de UTI para todas as doenças: três em Vila Velha e um em Vitória. No Hospital Jayme Santos Neves, referência no tratamento da Covid-19, a ocupação do total de vagas para outras doenças chega a 101,97%: são 311 leitos ocupados de um total de 305 leitos. Quanto aos leitos destinados a pacientes com Covid-19, o Jayme ainda possuía uma vaga disponível neste domingo.

A ocupação total de leitos também atingiu 100% no Hospital Estadual São José do Calçado, onde o governo do Estado abriu 22 novos leitos de UTI na semana passada. Ainda no Sul do Estado, o Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim também está com todos os 20 leitos de UTI ocupados.

No Norte do Estado, o Hospital Rio Doce, em Linhares, e o Hospital São Camilo, em Aracruz, estão com 100 dos leitos de UTI ocupados. 

GRANDE VITÓRIA

Vila Velha e Vitória são os municípios da Grande Vitória que dividem os hospitais sem vagas de UTI para o SUS. No município canela-verde não há mais vagas no Hospital Evangélico e no Vila Velha Hospital.

Na Capital, todos os 40 leitos do Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), o antigo São Lucas, estão ocupados e também no Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória.

ES ULTRAPASSA 93% DE OCUPAÇÃO DE LEITOS DE UTI

A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinados a pacientes com a Covid-19 em hospitais públicos chegou a 93,23% neste sábado (20). O volume de internações é um dos indicadores que mostra o acirramento da pandemia do novo coronavírus no Espírito Santo.

Na última terça-feira (16), quando a taxa de ocupação alcançou o limite de 91% – nível que serve de gatilho para medidas do risco extremo - o governador Renato Casagrande anunciou um conjunto de medidas restritivas que começaram a ser adotadas desde quinta-feira (18) em todo o Estado, no formato de uma quarentena de 14 dias.

O objetivo é conter o avanço do contágio pelo novo coronavírus e reduzir a pressão sobre o sistema de saúde público e o privado. Ainda assim, a demanda por leitos de UTI continua elevada, como informou o governador em suas redes sociais. Ele destacou que em 20 dias foram criados 79 novos leitos de UTI, mas no mesmo período foram internados 205 pacientes.

Para tentar evitar o colapso do sistema de saúde, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) antecipou o cronograma de entrega dos 158 leitos de UTI que havia sido anunciado no início de março. A expectativa é que o Estado chegue ao total de 900 leitos intensivos exclusivos para a pandemia no começo de abril.

O QUE DIZ A SESA

Demandada por A Gazeta, a Secretaria de Estado da Saúde informou, por nota, que desde o início da pandemia o governo do Estado adotou a estratégia de qualificação e reestruturação da rede de atenção à saúde e o fortalecimento do papel da regulação do Estado, "visando à garantia do acesso à atenção hospitalar a todos os pacientes que desenvolvam formas graves da doença".

A Sesa esclareceu que "a rede SUS está sendo ampliada por meio do 'Programa Leito Para Todos' e novos leitos serão abertos nos próximos dias, como anunciado pelo governador do estado, Renato Casagrande, em seu pronunciamento na última sexta-feira (19). A fala pode ser conferida no tempo 11’05’’ a 14’04’’: https://www.youtube.com/watch?v=raov7edWaCc", informou na nota.

Ainda de acordo com a pasta, a expectativa é que até o final do mês de abril a rede SUS capixaba esteja ofertando mais de 900 leitos de UTI Covid. Atualmente, o estado conta com 793 leitos de UTI e 778 de enfermaria, exclusivos para pacientes Covid.

"A Sesa ressalta que segue trabalhando intensamente no enfrentamento da pandemia e monitorando a curva da doença no Estado, assim como a ocupação de leitos, para garantir que não haja comprometimento no atendimento dos pacientes Covid e não Covid. No entanto, é necessário que a população siga as orientações do governo quanto as medidas de isolamento para diminuir a transmissão da doença", disse.

Por fim, com relação à taxa de ocupação do total de leitos não Covid, a secretaria explicou que "a direção do Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves esclarece que a taxa de ocupação em 101,97% é influenciada diretamente pela ocupação dos leitos de Tratamento Intensivo Neonatal (UTIN). Esclarece que a unidade é referência estadual para gestação de alto risco materno e fetal contando com 40 leitos de UTIN. Entretanto, neste domingo (21), devido à alta procura pelo atendimento, foi necessária a utilização dos leitos de contingência da unidade que são específicos para estes casos. A direção ressalta que todos os bebês estão sendo assistidos".

A Gazeta integra o

Saiba mais
Hospitais SESA Coronavírus no ES Hospital Dr Jayme Santos Neves

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.