ASSINE

A cada 83 minutos, um morador do ES morre de Covid-19

O cálculo considera o número de pessoas que já morreram no Espírito Santo desde o início da pandemia. Ao todo, o Estado acumula 6.019 óbitos causados pela doença

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 08/02/2021 às 19h07
Atualizado em 08/02/2021 às 19h12
6 mil mortos covid-19
Mais de 6 mil pessoas morreram de Covid-19 no Estado. Crédito: Foto: Carlos Alberto / Arte: Geraldo Neto

Desde o registro oficial dos primeiros casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no Espírito Santo, a doença causada por ele vem alcançando novas marcas dolorosas. A cada 83 minutos, uma pessoa morre de Covid-19 em solo capixaba. Até a tarde desta segunda-feira, o Estado acumulava 6.019 óbitos. 

O primeiro registro oficial de um caso da doença no Espírito Santo data de 26 de fevereiro de 2019. Já a primeira morte foi registrada pelo governo do Estado no dia 1º de abril. Desde então tem ocorrido uma verdadeira gangorra diária e até mensal de mortes, com períodos marcados por grandes perdas e outras com um volume menor de óbitos.

Considerando o início dos primeiros registros da doença no Espírito Santo, em 26 de fevereiro, até a tarde desta segunda-feira (08), foram 347 dias convivendo com a nova doença, ou 499.680 minutos.

Foi neste período que 6.019 pessoas perderam a vida para a Covid-19, o que significa uma morte a cada 83 minutos.

OUTRAS MARCAS

Os primeiros meses da pandemia foram marcados por um elevado crescimento de mortes que culminou, em junho de 2020, com um pico 1.048 óbitos. Logo em seguida, o Estado apresentou queda nos registros, que voltaram a apresentar um crescimento no final do ano. Em janeiro deste ano, 763 pessoas perderam a vida para doença. 

A Covid-19 foi ainda a doença que mais matou no Espírito Santo em 2020: foram  5.234 óbitos registrados. A nova doença superou as principais causas de óbitos de outros anos, como o infarto agudo do miocárdio, diabetes, doença cardíaca hipertensiva e pneumonia por microorganismo.

A neoplasia (câncer), por exemplo, causou 3.859 mortes em 2020. O infarto foi responsável por 1.593 óbitos, enquanto o Acidente Vascular Cerebral (AVC) matou 1.296 pessoas. Já os acidentes de trânsito provocaram 523 mortes. 

O Espírito Santo também já alcançou, nesta segunda-feira (08), 303.740 casos confirmados da doença. Ao ultrapassar a marca dos 300 mil, o Estado passou a ter um volume de pessoas contaminadas equivalente à população de 29 cidades pequenas, com população que varia de 4 mil a 14 mil habitantes.

Espírito Santo SESA Coronavírus no ES Covid-19 espírito santo Pandemia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.