ASSINE

Primeiro caso de coronavírus no ES ocorreu na Quarta-feira de Cinzas

Caso era de uma moradora de Vila Velha, que havia retornado de uma viagem à Itália, no dia 20 de fevereiro, e que começou a sentir os primeiros sintomas da doença pouco depois da chegada

Publicado em 13/05/2020 às 18h50
Atualizado em 13/05/2020 às 23h39
Data: 12/03/2020 - Profissional em laboratório realiza teste de coronavírus. Freepik
Primeiro teste a dar positivo para o novo coronavírus no ES foi realizado no final de fevereiro. Crédito: Freepik

O primeiro caso do novo coronavírus no Espírito Santo foi registrado no dia 26 de fevereiro – data que coincidiu com a Quarta-feira de Cinzas neste ano. No entanto, ainda durante o início da pandemia no país, a divulgação deste diagnóstico capixaba aconteceu apenas em 5 de março pelo Ministério da Saúde.

Vale lembrar que esse caso é de uma moradora de Vila Velha, que havia retornado de uma viagem à Itália, no dia 20 de fevereiro, e que começou a sentir os primeiros sintomas da doença pouco depois da chegada. Ou seja, o novo coronavírus já circulava no Espírito Santo durante o carnaval. A paciente foi considerada curada em 10 de março.

Mas, até a semana passada, o Painel Covid-19 apresentava uma incoerência em relação ao que seria o primeiro registro da doença no Estado: no gráfico dos casos acumulados, havia duas confirmações para o dia 26 de fevereiro; enquanto no detalhamento diário, um deles aparecia como anterior a essa data.

Questionada por A Gazeta, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) assegurou que "o primeiro caso confirmado da Covid-19 no Espírito Santo é do dia 26 de fevereiro, não havendo registro anterior no Estado". Na última sexta-feira (8), o painel passou por uma atualização e, desde então, apresenta apenas um caso no dia 26 de fevereiro.

Oficialmente, no que diz respeito ao cenário nacional, a data é a mesma em que o Ministério da Saúde anunciou o primeiro caso de coronavírus no Brasil: um homem de 61 anos, que chegou à cidade de São Paulo, também após uma viagem à Itália, no qual frequentou a Região da Lombardia, local onde o contágio foi mais crítico.

Porém, nesta terça-feira (12), o Ministério da Saúde divulgou que está investigando 39 mortes causadas por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS, na sigla em inglês), registradas antes do dia 26 de fevereiro – o que poderia apontar que a chegada do novo coronavírus no país aconteceu em janeiro.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.