ASSINE

Saiba quando sai a quinta parcela do auxílio emergencial de R$ 600

Valores são depositados em ciclos. Saiba quando é a sua data de receber o dinheiro em conta digital e o dia de fazer o saque

Publicado em 05/08/2020 às 13h29
Aplicativo Caixa Tem por ele é possível receber crédito do auxílio emergencial, BEm e FGTS
Aplicativo Caixa Tem por ele é possível receber crédito do auxílio emergencial, BEm e FGTS. Crédito: Siumara Gonçalves

Os pagamentos da quinta parcela do auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal começa no dia 18 de agosto para quem é do Bolsa Família e em 28 deste mês para os informais, desempregados e empreendedores individuais que se inscreveram no aplicativo do governo.

Para todos os grupos de beneficiários que se cadastraram, o crédito continua a ser feito de acordo com mês de nascimento e com datas diferentes para receber o depósito e também para sacar ou transferir dinheiro. Confira as datas de depósito na poupança social e de saques e transferências em dinheiro nos calendários no final da matéria.

Já os beneficiários do Bolsa Família, quase 19,2 milhões de pessoas no país, não tiveram nenhuma alteração nas datas e continuaram recebendo no seu calendário próprio, seguindo o dígito final do Número de Identificação Social (NIS). A quinta e última parcela será paga entre 18 e 31 de agosto.

Este vídeo pode te interessar

auxílio emergencial foi estendido de três para cinco parcelas. Junto a isso, somaram-se as primeiras parcelas que ainda não foram pagas a todos os beneficiários, desta forma, segundo a Caixa, o pagamento precisou ser organizado em ciclos.

Durantes esses períodos, o benefício será liberado para todas as pessoas que tiveram o pagamento aprovado, mas que estão em diferentes estágios de recebimento. Os novos calendários foram divulgados pelo Ministério da Cidadania em 17 de julho. Na última segunda-feira (3) o governo também anunciou o cronograma de pagamento para os novos aprovados. Confira no final da matéria.

No caso do primeiro ciclo, por exemplo (que vai até 26 de agosto), alguns receberão a quarta parcela, enquanto outros vão receber a terceira, a segunda e até mesmo há quem ainda vai receber pela primeira vez. Já no quarto e último ciclo (até 30 de novembro) só será contemplado quem for receber as duas últimas cotas do auxílio.

O novo de saques é válido para trabalhadores informais, autônomos, microempreendedores individuais (MEIs), desempregados sem seguro-desemprego e inscritos no Cadastro Único do Ministério da Cidadania (CadÚnico).

UMA DATA PARA CRÉDITO EM CONTA, OUTRA PARA SAQUE E TRANSFERÊNCIA

O dinheiro do auxílio emergencial será depositado em contas poupanças sociais digitais abertas pela Caixa. Toda a movimentação do valor é realizada por meio do aplicativo Caixa Tem, disponível para aparelhos com sistemas Android e iOS.

Em um primeiro momento, o dinheiro estará disponível apenas para a quitação de contas e também para o pagamento de compras por meio do cartão de débito virtual ou QR Code. 

É importante lembrar que, nas datas indicadas no calendário de saque em dinheiro, o eventual saldo existente na poupança social digital no Caixa Tem será automaticamente transferido para a conta que o beneficiário tiver indicado por meio da plataforma digital.

PAGAMENTO DOS NOVOS APROVADOS

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.