ASSINE

Vila Velha: Max e Neucimar empatados com 30% dos votos válidos; Arnaldinho tem 20%

No extremo da margem de erro, de cinco pontos percentuais para mais ou para menos, os três candidatos estão tecnicamente empatados

Vitória
Publicado em 13/11/2020 às 18h37
Atualizado em 14/11/2020 às 11h09
Pesquisa Ibope - Eleição 2020
Pesquisa Ibope: Vila Velha tem 11 candidatos a prefeito . Crédito: Arte Geraldo Neto

Faltando apenas dois dias para as eleições municipais, a disputa para a Prefeitura de Vila Velha permanece acirrada, mas polarizada entre dois candidatos: o atual prefeito Max Filho (PSDB) e o ex-prefeito Neucimar Fraga (PSD). Eles lideram empatados com 30% dos votos válidos, de acordo com a segunda pesquisa Ibope realizada a pedido da Rede Gazeta e divulgada nesta sexta-feira (13).

O vereador Arnaldinho Borgo (Podemos) aparece logo em seguida, com 20% dos votos válidos. Considerando o extremo da margem de erro, de cinco pontos percentuais para mais ou para menos, os três aparecem tecnicamente empatados. Ou seja, caso Max ou Neucimar caiam cinco pontos, chegando a 25%, e Arnaldinho suba cinco pontos, também alcançando 25%, há um empate. Os nomes dos candidatos são apresentados aos eleitores previamente.

Nesta segunda rodada, a última antes do dia da votação, A Gazeta apresenta o percentual de votos válidos de cada candidato em relação ao total de votos, excluindo, assim, os votos brancos, nulos e indecisos. Isso é feito para facilitar a comparação com os resultados que vão ser divulgados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES) no domingo (15). Na apuração, também são considerados apenas os votos válidos. 

Se a eleição para prefeito de Vila Velha fosse hoje e os candidatos fossem estes, em quem o(a) sr(a) votaria? (Estimulada - %)

A soma dos percentuais pode não totalizar 100% em decorrência de arredondamentos.

O resultado da pesquisa aponta para um segundo turno na cidade, que pode ser disputado por Max e Neucimar, repetindo o cenário de 2016. No entanto, os dois candidatos têm se portado de maneira bem diferente do pleito daquele ano, quando protagonizaram uma série de ataques.

A presença de Arnaldinho em uma nova votação, no dia 29 de novembro, não está descartada. Na busca por uma vaga no segundo turno, o vereador intensificou as caminhadas na cidade nas últimas semanas, aproveitando a ausência dos seus dois principais oponentes, que foram diagnosticados com Covid-19 e cumpriram 10 dias de isolamento em casa. 

Ele também reforçou as críticas aos candidatos que já administraram Vila Velha. Arnaldinho tem batido na tecla do combate à velha política, citando nominalmente os adversários, e se apresentando para o eleitor como a renovação.

O candidato, contudo, não é um rosto novo na política. Ele exerce seu segundo mandato na Câmara municipal, já concorreu para deputado estadual e é filho do ex-vereador Arnaldo Borgo. No entanto, nunca esteve à frente da prefeitura. 

ELEITORADO COM PERFIL DIFERENTE

Max e Neucimar podem até aparecer em igualdade de percentual nas pesquisas, mas os candidatos detém um eleitorado com perfil bastante diferente. 

Enquanto Max se sai melhor entre os mais velhos e de classe mais alta, Neucimar se destaca entre os mais jovens e mais pobres. Dos eleitores que possuem 55 anos ou mais, 39% afirmaram que vão votar no atual prefeito. Já Neucimar alcança 32% entre os entrevistados que possuem entre 25 e 34 anos. 

Max é preferência de 27% daqueles que ganham cinco salários mínimos ou mais, seguido por Arnaldinho que alcança 24% dos eleitores com essa renda. Já Neucimar se sai melhor entre os eleitores menos abastados, que declaram receber entre um até dois salários mínimos. 

Tanto Max quanto Neucimar possuem melhor desempenho entre entrevistados que possuem apenas o ensino fundamental. Eles foram citados como opção de voto de 37% e 38% desse grupo, respectivamente. 

INTENÇÃO ESTIMULADA/VOTOS TOTAIS

No cenário estimulado, considerando os votos totais, Max e Neucimar aparecem novamente empatados com 25%. Logo em seguida, está Arnaldinho Borgo, com 17%.

O percentual é diferente dos votos válidos porque, nesse caso, o cálculo para se chegar ao percentual inclui brancos, nulos e indecisos.

Se a eleição para prefeito de Vila Velha fosse hoje e os candidatos fossem estes, em quem o(a) sr(a) votaria? (Estimulada - %)

  • Max Filho (PSDB) 25%
  • Neucimar Fraga (PSD) 25%
  • Arnaldinho Borgo (Podemos) 17%
  • Coronel Wagner (PL) 5%
  • Amarildo Lovato (PSL) 4%
  • Mônica Alves (PSOL) 2%
  • Doutor Hudson (Republicanos) 2%
  • Rafael Primo (Rede) 2%
  • Fernanda Martins (PV) 1%
  • Dalton Morais (Novo) 0%
  • Claudia Autista (PRTB) 0%
  • Branco/nulo 11%
  • Não sabe/não respondeu 5%
  • A soma dos percentuais pode não totalizar 100% em decorrência de arredondamentos.

REJEIÇÃO

Max e Neucimar dividem não só o topo das intenções de voto, como a rejeição dos eleitores. Eles foram os nomes mais citados pelos entrevistados quando questionados em quem eles não votariam de jeito nenhum. Enquanto Max aparece com 34%, Neucimar tem 32%.

Prefeito e ex-prefeito são velhos conhecidos dos eleitores de Vila Velha e já se enfrentaram em outros pleitos, o que contribui para um desgaste da imagem. Na tentativa de reverter essa avaliação negativa, os dois candidatos têm explorado, em suas campanhas, as obras realizadas durante seus mandatos.

No caso de Max, ele também usa o discurso de parceria com o governo estadual, tentando surfar na onda de aprovação do governador Renato Casagrande (PSB) em Vila Velha. A retórica parece estar dando certo, já que, em relação à última pesquisa, Max caiu 10 pontos percentuais na rejeição. Neucimar oscilou quatro pontos dentro da margem de erro.

A rejeição dos candidatos é um ponto em que Arnaldinho aposta para crescer. Nesse quesito, o candidato é mencionado por 10% dos eleitores.

Dentre estes candidatos a prefeito de Vila Velha, em qual o(a) sr(a) não votaria de jeito nenhum? Mais algum? Algum outro?

  • Max Filho (PSDB) 34%
  • Neucimar Fraga (PSD) 32%
  • Coronel Wagner (PL) 13%
  • Amarildo Lovato (PSL) 10%
  • Arnaldinho Borgo (Podemos) 10%
  • Rafael Primo (Rede) 9%
  • Dalton Morais (Novo) 9%
  • Mônica Alves (PSOL) 8%
  • Claudia Autista (PRTB) 7%
  • Fernanda Martins (PV) 7%
  • Doutor Hudson (Republicanos) 7%
  • Poderia votar em todos (resposta espontânea) 8%
  • Não sabem ou preferem não opinar 18%
  • Os entrevistados podem citar mais de um candidato, portanto os resultados somam mais de 100%.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.