ASSINE

Ibope: Sergio Vidigal lidera disputa para prefeito da Serra

O deputado federal aparece com 46% das intenções de voto. Em seguida, mas bem distantes, estão Vandinho Leite (11%), Bruno Lamas (8%) e Fábio Duarte (7%)

Publicado em 19/10/2020 às 18h15
Atualizado em 20/10/2020 às 00h01
Pesquisa Ibope - Eleições 2020 - Serra
Eleições 2020 na Serra: 9 candidatos concorrem à prefeitura. Crédito: Luciney Araújo/Arte Geraldo Neto

Ex-prefeito da Serra, o deputado federal Sergio Vidigal (PDT) lidera, com folga, a disputa pela prefeitura da cidade. Ele aparece com 46% das intenções de voto, de acordo com pesquisa realizada pelo Ibope a pedido da Rede Gazeta e divulgada nesta segunda-feira (19).

Em um patamar bem distante aparecem os deputados estaduais Vandinho Leite (PSDB), com 11%, e Bruno Lamas (PSB), com 8%. O vereador Fábio Duarte (Rede), candidato apoiado pelo atual prefeito, Audifax Barcelos (Rede), tem 7%.

A margem de erro da pesquisa é de 5 pontos percentuais, para mais ou para menos. No limite dessa margem, se Vandinho tiver 5 pontos a menos, alçando assim 6%, e Delegado Federal Márcio (MDB), que aparece com 1%, tiver 5 pontos a mais, chegando a 6%, por exemplo, há empate técnico. O empate técnico envolve, ainda no extremo da margem, 6 candidatos.

Esse recorte é na pesquisa estimulada, quando uma lista com os nomes dos candidatos é mostrada aos entrevistados. Na espontânea, quando nenhum concorrente é apresentado previamente aos eleitores, Vidigal é também o nome mais citado. Ele aparece com 30%.

No quesito rejeição, Bruno Lamas e Vandinho Leite não estão nada bem. Eles possuem o maior percentual: 30% cada um. É o percentual de eleitores que dizem que não votariam neles de jeito nenhum. Vidigal, por sua vez, é rejeitado por 24% dos entrevistados.

O delegado federal Márcio teve a candidatura barrada pela Justiça nesta segunda-feira (19). O nome dele consta na pesquisa Ibope, que foi realizada antes da decisão. O candidato ainda pode recorrer.

Em novembro deste ano teremos eleições para prefeito e vereadores. Se a eleição para prefeito de Serra fosse hoje e os candidatos fossem estes, em quem o(a) sr(a) votaria? (Estimulada)

Vidigal disputa sua sexta eleição para prefeito da Serra e é o único concorrente na disputa que já comandou o Executivo da cidade. Esteve no comando durante três mandatos (1997-2000) (2001-2004) e (2009-2012). Nos dois últimos pleitos municipais, em 2012 e 2016, perdeu no segundo turno para Audifax. Atualmente, ele é deputado federal e exerce seu segundo mandato na Câmara dos Deputados.

O parlamentar e o atual prefeito já foram aliados. Audifax foi secretário de Administração de Vidigal e em 2004 foi lançado pelo deputado federal para sua sucessão na prefeitura. Os dois, contudo, romperam, e desde então têm polarizado a eleição na Serra. Eles têm se revezado no cargo de prefeito na cidade desde 1996.

A Serra é o maior colégio eleitoral do Espírito Santo. O município, contudo, só teve quatro prefeitos desde a década de 70. Nos últimos vinte e quatro anos, a cadeira só foi ocupada por Audifax e Vidigal. 

O CANDIDATO DE AUDIFAX

Audifax está em seu segundo mandato consecutivo e, por isso, não pode tentar reeleição este ano. Ele apoia o candidato Fábio Duarte (Rede) na cidade. Fábio aparece com 7% nas intenções de voto. 

Fábio é vereador e exerce seu primeiro mandato. Em 2016, ele se elegeu para a Câmara municipal pelo PDT, partido de Vidigal. Rompeu com o parlamentar e agora vai enfrentá-lo nas urnas.

No início de 2020, o candidato filiou-se à Rede, partido do atual prefeito. Com a máquina pública a seu favor, ele aposta no legado do atual prefeito para impulsionar votos.

DEPUTADOS NA DISPUTA

Três deputados estaduais disputam a cadeira de prefeito na Serra: Bruno Lamas (PSB), Vandinho Leite (PSDB) e Alexandre Xambinho (PL). O tucano aparece liderando a disputa entre os parlamentares, mas todos estão tecnicamente empatados. 

Vandinho é o candidato com o apoio de mais partidos, seis no total, incluindo o próprio PSDB. Ele já foi vereador na cidade (2005-2008) e na última eleição municipal, foi vice na chapa encabeçada por Vidigal. Eles saíram derrotados do pleito. O deputado está em seu terceiro mandato na Assembleia.

Colega de Vandinho na Casa Legislativa, Bruno Lamas também foi vereador na cidade. Deixou a Câmara municipal para assumir o cargo de deputado em 2014. Ele é filho da atual vice-prefeita, Márcia Lamas (PSB), e o candidato do partido do governador Renato Casagrande. 

Xambinho também foi vereador e já pertenceu ao partido do atual prefeito, a Rede. Atualmente, exerce seu primeiro mandato como deputado estadual. Tem o apoio do ex-senador Magno Malta (PL) na eleição.

ESPONTÂNEA

Na pesquisa espontânea, atrás de Vidigal, mas ainda bem distante, está Vandinho Leite, com 5%. Três candidatos aparecem com 3%: Alexandre Xambinho, Bruno Lamas e Fábio Duarte.

Em novembro deste ano teremos eleições para prefeito e vereadores. Se a eleição para prefeito fosse hoje, em quem o(a) sr(a) votaria para prefeito de Serra? (Espontânea)

REJEIÇÃO

Bruno Lamas e Vandinho Leite foram os mais citados pelos eleitores como os candidatos que eles não votariam de jeito nenhum. Eles aparecem com 30% de rejeição cada um. Vidigal, que lidera as intenções de voto, é rejeitado por 24% dos entrevistados. Os menores índices de rejeição são de Gracimeri Gaviorno e Luciana Malini, ambas com 17%. 

Dentre estes candidatos a prefeito de Serra, em qual o(a) sr(a) não votaria de jeito nenhum? Mais algum?

EXPECTATIVA DE VITÓRIA

Independentemente de em quem o entrevistado pretende votar, o Ibope também perguntou quem o eleitor avalia que vai ser eleito. Para 58% dos entrevistados, é Vidigal que vai ocupar a cadeira de prefeito na cidade. Outros 11% acreditam que será Vandinho Leite.

Independentemente da sua intenção de voto, na sua opinião, quem será o próximo prefeito de Serra?

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.