ASSINE

Gestão de Guerino Zanon é boa ou ótima para 56% dos eleitores em Linhares

Administração do atual prefeito foi aprovada pela maioria dos entrevistados pelo Ibope. Outros 31% a consideram regular e 10% disseram que é ruim ou péssima

Publicado em 26/10/2020 às 05h30
Atualizado em 26/10/2020 às 09h12
Pesquisa Ibope - Eleições 2020 - Linhares
Guerino Zanon tenta a reeleição para seguir à frente da Prefeitura de Linhares. Crédito: Marcelo Franco

A gestão do atual prefeito de Linhares e candidato à reeleição, Guerino Zanon (MDB), é avaliada como boa ou ótima por 56% dos eleitores ouvidos pelo Ibope em pesquisa realizada no município a pedido da Rede Gazeta e divulgada neste domingo (25).

Outros 31% avaliam a administração municipal como regular e apenas 10% como ruim ou péssima. 3% dos entrevistados não souberam opinar. A margem de erro da pesquisa é de 5 pontos percentuais para mais ou para menos.

Este é o quarto mandato de Guerino à frente do município. Antes, foi prefeito nos mandatos de 1997 a 2000; de 2001 a 2004 e de 2009 a 2012. Em 2016 foi eleito para voltar à cadeira com 73,57% dos votos válidos.

Ele já era considerado o favorito na disputa de 2020, conforme apontou o colunista Vitor Vogas, em agosto

Nem mesmo a pandemia de Covid-19 foi capaz de manchar a imagem de Guerino, de acordo com fontes locais ouvidas pelo colunista. No município, o prefeito recebeu mais elogios do que críticas durante a crise. 

Desde seus mandatos passados, no entanto, Guerino já busca carregar a bandeira do desenvolvimento econômico como marca pessoal, tendo como foco, principalmente, a atração de empresas e investimentos para a cidade.

No município a conversa seria, inclusive, de que o candidato pode tentar ocupar a cadeira de governador do Estado em 2022, com apoio do grupo político do ex-governador Paulo Hartung. O prefeito também possui uma forte relação com um dos principais nomes da legenda em âmbito estadual, Lelo Coimbra, que já afirmou que o objetivo da sigla é lançar candidato para disputar o Palácio Anchieta.

De uma maneira geral, como o(a) sr(a) classifica a administração do prefeito Guerino Zanon? O(A) sr(a) acha que ela está sendo:

Quando questionados se aprovam ou reprovam a forma como Guerino administra a cidade, a porcentagem de eleitores com uma visão positiva do gestor foi ainda maior: 70% disseram aprovar enquanto 23% disseram reprovar. Outros 7% não souberam opinar.

pesquisa indicou que o candidato à reeleição lidera, com folga, a disputa até o momento. Ele tem 57% das intenções de voto entre os eleitores ouvidos, bem à frente de Lucas Scaramussa (DC), que vem em segundo lugar com 11%. Eliana Dadalto (Podemos) tem 9% e o deputado estadual Marcos Garcia (PV) ,8%. Considerando a margem de erro da pesquisa, de cinco pontos percentuais para mais ou para menos, os três estão tecnicamente empatados.

Com 57% das intenções de voto, Guerino é o candidato que lidera com mais pontos percentuais se comparado com as pesquisas feitas pelo Ibope, a pedido da Rede Gazeta, na Grande Vitória, em Colatina, Cachoeiro de Itapemirim e Linhares. Ele é seguido por Victor Coelho (PSB), que tenta reeleição em Cachoeiro de Itapemirim e tem 51% das intenções de voto e pelo deputado federal Sergio Vidigal (PDT), que quer ser prefeito da Serra pela quarta vez e alcança 46% no Ibope.

E o(a) sr(a) aprova ou desaprova a forma como o prefeito Guerino Zanon vem administrando a cidade de Linhares?

MAIS BEM AVALIADO ENTRE OS MAIS VELHOS

Apesar de ser bem avaliado em todos os recortes por idade, é no grupo dos mais velhos que a aprovação do emedebista se destaca. Entre os que têm de 45 a 55 anos e 55 anos ou mais, 71% e 73%, respectivamente, avaliaram a gestão como boa ou ótima. Entre os mais jovens, de 16 a 24 anos, o percentual cai para 41%.

Já no recorte de renda familiar, a boa avaliação ao gestor é consenso. Tanto entre os mais pobres quanto entre os que ganham mais de dois salários mínimos, mais da metade dos que foram ouvidos avaliaram a gestão como boa ou ótima. 58% dos que ganham até um salário, 57% entre os que ganham de um a dois salários e 56% entre os que ganham mais de dois.

Os insatisfeitos estão entre os mais jovens e os que ganham mais de dois salários. Entre os que têm entre 16 e 24 anos, 16% avaliaram a gestão como ruim ou péssima. Já entre os que ganham mais de dois salários, 13%.  

Marcos Garcia, Eliana Dadalto e Lucas Scaramussa brigam pelos votos dos insatisfeitos com a atual administração. Eles têm 29%, 24% e 22% das intenções de voto desse segmento, respectivamente.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.