ASSINE

Pesquisa Ibope: Guerino Zanon lidera isolado disputa pela prefeitura em Linhares

Atual prefeito do município e candidato pelo MDB tem 57% das intenções de voto.  Em seguida, vêm Lucas Scaramussa (DC),  com 11%, e Eliana Dadalto (Podemos), com 9%

Vitória
Publicado em 25/10/2020 às 17h25
Atualizado em 26/10/2020 às 11h20
Pesquisa Ibope - Eleições 2020 - Linhares
Pesquisa Ibope aponta atual prefeito com 57% das intenções de voto. Crédito: Arte Geraldo Neto

O atual prefeito de Linhares, Guerino Zanon (MDB), lidera com folga a disputa pela prefeitura da cidade. É o que aponta pesquisa eleitoral realizada pelo Ibope a pedido da Rede Gazeta e divulgada neste domingo (25). O emedebista tem 57% das intenções de voto e é seguido, de longe, por Lucas Scaramussa (DC), com 11%, Eliana Dadalto (Podemos), com 9%, e pelo deputado estadual Marcos Garcia (PV), com 8%.

Considerando a margem de erro da pesquisa, de cinco pontos percentuais para mais ou para menos, não é possível afirmar quem se consolida em segundo lugar. Estão todos empatados tecnicamente. No limite da margem, até mesmo Prof. Antonio de Freitas (PT) e Professor Igor Bellucio (PSOL), que foram mencionados por 2% e 1% do eleitorado, respectivamente, estão empatados com os demais. Isso se Scaramussa tiver cinco pontos a menos, indo para 6%, e Bellucio cinco a mais, indo também para 6%.

Caso seja reeleito, será a quinta vez que Guerino Zanon comandará a cidade. Nas últimas eleições, em 2016, ele teve mais de 73% dos votos válidos. O resultado da pesquisa também confirma o favoritismo de Guerino na campanha, conforme antecipou o colunista Vitor Vogas, em agosto.

Fontes do cenário político local – inclusive opositores "mais realistas – já previam uma boa avaliação da administração do gestor, que mesmo durante a pandemia de Covid-19 teria conseguido mais elogios do que críticas na forma como conduziu a cidade.

O prefeito tem como principal bandeira o desenvolvimento econômico do município, tendo como ponto central a atração de empresas e investimentos para a cidade. Com o poder econômico e o capital político alcançados pelo atual gestor, apontou o colunista, os demais concorrentes se mostram pouco competitivos. Os dados confirmam a constatação.

O recorte é feito pela intenção de voto estimulada, quando os eleitores escolhem o candidato após ouvir a lista de nomes dos que estão na disputa. 

Lucas Scaramussa, que tem 11% das intenções de voto estimuladas, foi secretário municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos em duas ocasiões, em 2009 e 2017. Durante o período, era próximo de Guerino e se afastou do atual prefeito em 2018, após concorrer a deputado estadual pelo MDB e não se eleger. É a primeira vez que ele disputa a prefeitura.

Já Eliana Dadalto, que tem 9%, foi vice-prefeita do município em 2012, na chapa de Nozinho Correa, e em 2014 se elegeu deputada estadual pelo PTC. Em 2016, se candidatou para comandar a cidade e não foi eleita. Tentou se reeleger para a Assembleia Legislativa em 2018, mas teve 13.568 votos e não conseguiu.

Ela seria a primeira suplente do deputado estadual Fabrício Gandini (Cidadania), que é candidato a prefeito de Vitória com apoio do atual gestor da Capital, Luciano Rezende (Cidadania). De acordo com o entendimento de especialistas em Direito Eleitoral consultados pela reportagem, a ex-deputada perdeu o direito à vaga de suplente quando mudou de partido. A cadeira, portanto, pertence ao PTC e à coligação. Ela concorre, em 2020, pelo Podemos.

Com 57% das intenções de voto, Guerino Zanon é o candidato que tem o maior percentual entre todas as pesquisas Ibope realizadas na Grande Vitória e em cidades do interior, como Cachoeiro de Itapemirim e Colatina. Ele é seguido por Victor Coelho (PSB), que tem 51% na disputa pela reeleição em Cachoeiro, e o deputado federal Sergio Vidigal (PDT), que tem 46% das intenções na Serra, onde já foi prefeito por três vezes.

Se a eleição para prefeito de Linhares fosse hoje e os candidatos fossem estes, em quem o(a) sr(a) votaria? (Estimulada - %)

ESPONTÂNEA

Na intenção de voto espontânea, quando os eleitores são questionados sobre em quem pretendem votar, sem ver a lista de candidatos previamente, o atual prefeito também tem preferência.

Foi lembrado por 50% dos eleitores entrevistados, seguido por Lucas Scaramussa, com 7%, e Marcos Garcia, com 5%. Nesse recorte, o deputado estadual aparece à frente de Eliana Dadalto, que foi citada por 3% dos eleitores ouvidos.

Em novembro deste ano teremos eleições para prefeito e vereadores. Se a eleição para prefeito fosse hoje, em quem o(a) sr(a) votaria para prefeito de Linhares?

REJEIÇÃO

O cenário é ainda mais favorável para o prefeito, uma vez que seu nome não é o mais rejeitado pelos eleitores, como costuma ocorrer com os candidatos mais conhecidos pelos eleitores, inclusive os que lideram as intenções de voto.

Ao serem questionados em quais candidatos não votariam de jeito nenhum, Eliana Dadalto (Podemos) teve 31% das menções e o petista Antônio de Freitas, 21%. Guerino Zanon aparece em terceiro, citado por 18% dos eleitores.

Dentre estes candidatos a prefeito de Linhares, em qual o(a) sr(a) não votaria de jeito nenhum? Mais algum? Algum outro?

Desde a pré-campanha, Eliana se coloca como principal nome de oposição ao atual prefeito.

EXPECTATIVA DE VITÓRIA

O Ibope também perguntou aos entrevistados quem eles acreditam que será o próximo prefeito do município, independentemente da intenção de voto pessoal. Neste recorte, o atual prefeito aparece com ainda mais vantagem: 70% dos entrevistados disseram que ele será eleito em novembro. Em seguida, com 7% das menções, está o deputado estadual Marcos Garcia e depois, Eliana Dadalto e Lucas Scaramussa, empatados com 5%.

Independentemente da sua intenção de voto, na sua opinião, quem será o próximo prefeito de Linhares?

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.