ASSINE

Governo do ES proíbe celebrações com mais de 50 pessoas nas igrejas

Organizações religiosas já têm suspendido eventos com aglomerações por conta própria. Reuniões com mais de 100 pessoas já estavam proibidas; restrição ficou maior

Publicado em 20/03/2020 às 21h53
Atualizado em 20/03/2020 às 22h36
Igreja Matriz em Linhares: missas não estão sendo realizadas na Igreja Católica. Crédito: Diocese de Colatina/ Divulgação
Igreja Matriz em Linhares: missas não estão sendo realizadas na Igreja Católica. Crédito: Diocese de Colatina/ Divulgação

Igrejas e templos religiosos vão sofrer uma restrição maior para suas reuniões a partir dos próximos dias, de acordo com o governador Renato Casagrande. Desde a última terça-feira (17), eles estavam com a limitação de realizar encontros com no máximo 100 pessoas, assim como eventos e agendas em espaços culturais fechados.

Após reunião com líderes religiosos, nesta sexta-feira (20), ficou definido que encontros religiosos poderão ter, no máximo, 50 pessoas, durante o período de restrições pelo combate à pandemia de coronavírus.

"Fizemos mais restrições.  Como já tinha a orientação de ter concentração de até 100 pessoas, boa parte deles já não estava mais realizando cultos. Agora passou a ser de no máximo 50 pessoas, e com a orientação de não realizar mais cultos e missas. A Igreja Católica, por exemplo, já tomou a decisão de liberar todos os fiéis de qualquer participação em missas", afirmou Casagrande.

Os templos que realizarem as celebrações para um número menor de fiéis precisam ter capacidade para até três vezes esse número.

Ao longo desta semana, várias igrejas já adotaram medidas para incentivar a população a respeitar o isolamento domiciliar preventivo e evitar as aglomerações. Veja abaixo:

MISSAS

O arcebispo de Vitória, Dom Dario Campos, decidiu que os fiéis da arquidiocese estão dispensados de comparecer às missas aos domingos e dias santos. O religioso também suspendeu as celebrações de Crisma e as atividades pastorais e catequéticas. Entenda aqui.

MARANATA

A Igreja Cristã Maranata decidiu suspender, por tempo indeterminado, todos os cultos e atividades presenciais. Entenda aqui. 

DIOCESE DE COLATINA

As igrejas ficarão abertas para visitação e orações pessoais, no entanto, as atividades celebrativas, como missas e batizados, foram suspensas até o dia 27 de março. Entenda aqui.

FESTA DA PENHA

A Festa da Penha será realizada no formato virtual interativo. As romarias serão transferidas e a nova data será definida após o fim das restrições impostas para reunião de pessoas. Entenda aqui. 

IGREJA BATISTA

A Igreja Batista da Praia do Canto (IBPC) estará fechada nos próximos 30 dias, a partir desta sexta, por causa da pandemia do coronavírus. Entenda aqui.

VIGÍLIA ONLINE

Para evitar as aglomerações, que favorecem o contágio do coronavírus, os templos religiosos têm optado por fazer transmissões online dos cultos, em vez de manter as celebrações com centenas de pessoas reunidas no mesmo local. Entenda aqui. 

Coronavírus no ES

Após pandemia de coronavírus, mulher usa máscara na avenida Reta da Penha.
Após pandemia de coronavírus, mulher usa máscara na avenida Reta da Penha. Vitor Jubini
Passageiro com máscara de proteção no aeroporto de Vitória.
Passageiro com máscara de proteção no aeroporto de Vitória. Ricardo Medeiros
Banhistas na Praia da Sereia durante pandemia de coronavírus.
Banhistas na Praia da Sereia durante pandemia de coronavírus. Ricardo Medeiros
Ruas de acesso à Terceira Ponte estão vazias. Os registros foram feitos por volta das 17h, quando o trânsito em dias normais é congestionado.
Ruas de acesso à Terceira Ponte estão vazias. Os registros foram feitos por volta das 17h, quando o trânsito em dias normais é congestionado. Fernando Madeira
Trânsito livre na rua Duckla de Aguiar, acesso à Terceira Ponte.
Trânsito livre na rua Duckla de Aguiar, acesso à Terceira Ponte. Fernando Madeira
Movimentação de pessoas em supermercado na Mata da Praia.
Movimentação de pessoas em supermercado na Mata da Praia. Ricardo Medeiros
Campinho do Convento da Penha vazio devido a pandemia de coronavírus.
Campinho do Convento da Penha vazio devido a pandemia de coronavírus. Ricardo Medeiros
Movimentação de bares no Triângulo das Bermudas na Praia do Canto.
Movimentação de bares no Triângulo das Bermudas na Praia do Canto. Vitor Jubini
Após pandemia de Coronavírus o movimento fica abaixo do normal na Avenida Jerônimo Monteiro, Centro da Capital.
Após pandemia de Coronavírus o movimento fica abaixo do normal na Avenida Jerônimo Monteiro, Centro da Capital. Vitor Jubini
Passageiras utilizam máscaras após pandemia de coronavírus na rodoviária da capital.
Passageiras utilizam máscaras após pandemia de coronavírus na rodoviária da capital. Vitor Jubini
Passageiras utilizam máscaras após pandemia de coronavírus na rodoviária da capital.
Passageiras utilizam máscaras após pandemia de coronavírus na rodoviária da capital.
Passageiras utilizam máscaras após pandemia de coronavírus na rodoviária da capital.
Passageiras utilizam máscaras após pandemia de coronavírus na rodoviária da capital.
Passageiras utilizam máscaras após pandemia de coronavírus na rodoviária da capital.
Passageiras utilizam máscaras após pandemia de coronavírus na rodoviária da capital.
Passageiras utilizam máscaras após pandemia de coronavírus na rodoviária da capital.
Passageiras utilizam máscaras após pandemia de coronavírus na rodoviária da capital.
Passageiras utilizam máscaras após pandemia de coronavírus na rodoviária da capital.
Passageiras utilizam máscaras após pandemia de coronavírus na rodoviária da capital.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.