Covid-19 supera câncer e se torna a principal causa de mortes no ES

Em apenas quatro meses, vítimas do novo coronavírus que não resistiram aos efeitos da Covid-19 somam mais que pacientes que perderam a vida em decorrência do câncer

Publicado em 28/07/2020 às 15h43
Atualizado em 28/07/2020 às 21h53
Homenagem às vítimas da Covid-19 no ES realizada na Praia da Costa, em Vila Velha
Mortos pela Covid-19 já receberam homenagens no Estado; a foto acima mostra uma realizada neste mês na Praia da Costa, em Vila Velha. Crédito: Leandro Tedesco | TV Gazeta

Em apenas quatro meses, a Covid-19 se tornou a principal causa de mortes em 2020 no Espírito Santo. Até o final de junho, a doença já havia tirado a vida de 2.078 pessoas no Estado. Ou seja, 140 óbitos a mais que os motivados por todos os tipos de câncer juntos. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

No começo de maio, a pandemia já ocupava o segundo lugar da lista, superando as doenças cardiovasculares e ficando atrás apenas das mortes por câncer. Praticamente na mesma época, óbitos em decorrência do novo coronavírus também ultrapassavam o total de vidas perdidas em homicídios ocorridos em 2020.

Cerca de um mês depois, no início de junho, as mortes da pandemia também passaram a ser mais numerosas que a quantidade de vítimas dos assassinatos de 2019 inteiro. Assim como já superavam os mortos em acidentes de trânsito ocorridos em todo o território capixaba. 

Vale lembrar que o primeiro caso de Covid-19 confirmado oficialmente pela Secretaria de Estado da Saúde no Espírito Santo aconteceu no final de fevereiro; e que o primeiro óbito ocorreu apenas no início de abril – praticamente três meses depois do início do ano, quando mortes por câncer, doenças do coração, homicídios e acidentes de trânsito já eram contabilizadas. 

Há duas semanas, o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, adiantou que a Covid-19 deveria se tornar a principal causa de mortes no Espírito Santo até o final do ano. "A pandemia pode ter uma participação expressiva e muito maior que qualquer outra doença na composição do número total de óbitos do Estado", afirmou.

Até o início da tarde desta terça-feira (28), o Espírito Santo registrava 2.437 mortes pelo novo coronavírus. Dos mais de 78 mil infectados desde o início da pandemia, 60 mil são considerados curados – o que equivale a 76% do total.

Espírito Santo Sesp SESA Coronavírus Coronavírus no ES Covid-19 câncer espírito santo homicídio Pandemia

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.