ASSINE

Acidente em Vila Velha: jovem recebe alta e já sabe que namorada morreu

Matheus José Silva, de 23 anos, ficou em choque ao descobrir que Amanda Marques não resistiu à batida. O rapaz teve alta do hospital nesta terça-feira (27) após ficar internado por dez dias

Publicado em 27/04/2021 às 15h09
Amanda Marques e o namorado Matheus José. A moto em que eles estavam foi atingida por um carro em Vila Velha
Amanda Marques e o namorado Matheus José. A moto em que eles estavam foi atingida por um carro em Vila Velha. Crédito: Instagram

O jovem Matheus José Silva, de 23 anos, voltou para a casa no início da tarde desta terça-feira (27) após ficar internado por dez dias devido ao grave acidente sofrido na Rodovia Darly Santos, em Vila Velha, no dia 17 deste mês. Junto dele, estava a namorada Amanda Marques, que faleceu no local.

Até o último sábado (24), o rapaz não sabia da morte da jovem. A notícia foi dada pelo irmão do rapaz, com a presença da psicóloga e da assistente social, no Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), em Vitória. De acordo com familiares, Matheus chorou muito e ainda está assimilando tudo que aconteceu.

Renata Aparecida Marques

Mãe de Amanda Marques

"Ele não teve uma reação boa. Ficou em estado de choque e precisou de remédio para se acalmar"

Logo após saber que perdeu a pessoa que tanto amava, o jovem ligou para a mãe da namorada, Renata Aparecida Marques. "Eu conversei com ele. Ele disse que gostaria de me ver, ver o meu filho caçula... Foi muito triste. Ele estava chorando muito, mesmo com todos os medicamentos", lembrou, abalada.

"Antes de ele saber que minha filha havia morrido, ele ficava chamando por ela no hospital. Perguntava por que ela não estava indo visita-lo, por que não ligava. Ele dizia que sairia de lá direto para a minha casa, para ver a 'princesa' dele. Infelizmente, isso não foi possível", lamentou Renata.

Amanda e Matheus tinham uma ótima relação e eram próximos das famílias. Crédito: Instagram
Amanda e Matheus tinham uma ótima relação e eram próximos das famílias. Crédito: Instagram

Além da dor emocional, Matheus ainda enfrenta todas as consequências físicas do acidente e pode passar por uma cirurgia devido a uma lesão na coluna. "A junta médica ainda não descartou essa possibilidade, mas, por enquanto, ele vai usar um colete imobilizador", contou o tio Antônio Victor da Silva.

Já o coágulo no cérebro diminuiu e o procedimento cirúrgico foi descartado pelos médicos. "Ele está estável, mas ainda tem muitas escoriações e precisa ficar totalmente em repouso, não pode se movimentar", disse o parente. A expectativa é que Matheus e a família de Amanda se encontrem ainda nesta terça-feira (27).

RELEMBRE O CASO

A batida que interrompeu a vida de Amanda e mudou drasticamente a de Matheus aconteceu na noite de 17 de abril deste ano, na Rodovia Darly Santos, em Vila Velha. No trajeto para o bairro Divino Espírito Santo, a moto em que estavam foi atingida na traseira por um carro, dirigido por Wagner Nunes de Paulo.

O homem de 28 anos se recursou a fazer o teste do bafômetro e foi levado para a Delegacia Regional de Vila Velha, onde foi detido em flagrante por homicídio culposo na direção de veículo automotor. No dia seguinte (18), ele teve a prisão preventiva decretada e segue no Centro de Detenção Provisória de Viana II.

Também no domingo (18), enquanto Matheus ainda estava internado em estado grave, a jovem Amanda Marques, de 20 anos, foi enterrada no Cemitério Parque da Paz, em Vila Velha. A cerimônia foi marcada por uma carreata e um protesto feito por amigos e familiares, durante o qual eles cobraram por justiça.

Responsável pela defesa de Wagner, o advogado Ramon Coelho afirmou que a batida foi "literalmente um acidente" e que ficará provado que se trata de uma "fatalidade". Quanto à recusa ao bafômetro, ele afirmou que o cliente "agiu sem pensar" e que ele teria feito o teste de sangue, se tivesse sido solicitado posteriormente.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.