ASSINE

Shopping de plantas e itens de jardinagem na Serra vai criar 40 empregos

Empreendimento vai funcionar às margens da BR 101 e terá como um dos carros chefes a venda de orquídeas. Além disso, serão comercializados outros tipos de plantas, como frutíferas e até espécies nativas da Mata Atlântica

Perspectiva do shopping garden center que será construído na Serra
Perspectiva do shopping garden center que será construído na Serra. Crédito: Divulgaçã/Guilherme Guimarães

O município da Serra vai ganhar um shopping voltado para a venda de plantas, mudas e itens de jardinagem e paisagismo. O empreendimento será construído entre os bairros de Divinópolis e Belvedere, região de Serra Sede, e deve criar cerca de 40 empregos, sendo 15 durante as obras e mais 25 na fase de operação.

O empresário Guilherme Guimarães adianta que as oportunidades devem ser abertas a partir de 2022. Os postos serão para cargos como florista, caixa, gerente, motorista de van, operador de carregadeira e segurança. A ideia, de acordo com ele, é contratar profissionais do município.

“Nosso objetivo é construir o maior shopping garden center do Espírito Santo. Não cabe mais nesses dias atuais projetos que não sejam nesse sentido e assim buscaremos aliar o desenvolvimento comercial da Serra com o estímulo na oferta de produtos de reflorestamento, jardinagem, orquidofilia, paisagismo, laguismo e muitos outros”, destaca o empresário.

Guimarães complementa que, dentro do contexto comercial, haverá oferta de produtos tanto na versão de atacado quanto no varejo. No mesmo local, segundo ele, também terá lojas de produtos agrícolas, pet, móveis de varanda, lanchonete e até loja de biscoitos, queijos e produtos de consumo vendidos em paradas rodoviárias.

O valor do investimento não foi informado. O empreendimento vai funcionar às margens da BR 101 e terá como um dos carros chefes a venda de orquídeas, produzidas no orquidário Vida Verde, em Santa Maria de Jetibá, do qual Guimarães é proprietário. Além disso, serão comercializados outros tipos de plantas, como frutíferas e até espécies nativas da Mata Atlântica.

“O terreno já está terraplanado e a previsão é de que entre em funcionamento em meados do ano que vem. Para finalizar o projeto, precisamos ainda definir alguns detalhes junto à Prefeitura da Serra”, afirma.

Para a construção do empreendimento, o empresário acredita que devem ser contratados 15 profissionais para trabalhar na parte de alvenaria. A estrutura está prevista para ser montada entre fevereiro e março de 2022.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Agronegócio Empregos (ES) Serra serra Negócios

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.