ASSINE

Uniaves: o que vai acontecer com a marca após ser comprada pela Pif Paf

O contrato de compra da empresa do Sul do ES já foi assinado. A mudança no comando da empresa aguarda a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade)

Uniaves em Castelo, no Sul do Espírito Santo
Unidade da Uniaves em Castelo, no Sul do Espírito Santo. Crédito: Divulgação/Uniaves

Pif Paf Alimentos divulgou nesta terça-feira (20) que assinou contrato para  compra da Uniaves, fábrica de frango com sede  em Castelo, no Sul capixaba, e maior empresa do setor do Espírito Santo. A mudança no comando da empresa está aguardando apenas a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A previsão é que isso aconteça nos próximos dias.

O valor da transação não foi divulgado. Apesar da aquisição, a gigante da alimentação garante que a marca capixaba deve continuar presente nas prateleiras dos supermercados.

"A marca da Uniaves será mantida, sendo incorporada ao portfólio de marcas da Rio Branco Alimentos. Acreditamos muito na força da Uniaves nas regiões em que atua, há grande complementariedade ao nosso portfólio atual de marcas, portanto não há planos estabelecidos neste momento no sentido de se reduzir a atuação desta importante marca", disse a empresa em nota.

A Rio Branco Alimentos detém atualmente, além da Pif Paf, as marcas Fricasa, Flip, Pescanobre, Ladelli e Tial. A expectativa do grupo é de que, com a aquisição da fábrica capixaba, a produção de frangos cresça 30%.

Segundo o atual diretor-presidente da Uniaves, Ricardo Brunoro, a venda da empresa já vinha sendo estudada há algum tempo. “Já era o planejamento. A empresa continua sendo Uniaves, com o mesmo CNPJ, mas outro dono e não mais os acionistas, como é atualmente.”

De acordo com o comunicado da Pif Paf, após a concretização da venda, investimentos serão realizados na empresa. “A aquisição está em linha ao plano estratégico de crescimento da empresa, a fim de ampliar a capacidade de produção e comercialização de alimentos, expandindo sua atuação no Brasil e no exterior.”

Perto de completar 12 anos, a Uniaves é uma das maiores indústrias do Espírito Santo e deve ter preservado seu funcionamento atual. "(A Uniaves) possui modernas instalações, uma marca reconhecida e um quadro de colaboradores resilientes e altamente comprometidos com a história da organização. Oferece cerca de 80 produtos, em diferentes linhas, comercializados no varejo tradicional e no food service, além de serem exportados para diversos países", diz o comunicado.

Como a efetivação da venda só acontece depois da aprovação do Cade e de outros procedimentos legais, neste período de transição, as empresas continuam atuando de forma independentes. “A nossa previsão é que a gente (acionistas) fique até outubro, mas isso pode variar”, explicou Brunoro.

A Pif Paf atua há 53 anos nas cadeias de produção de aves e suínos. Seu mix de produtos contempla mais de 900 itens, entre carnes, pescados, embutidos, massas, pães de queijo, alimentos à base de plantas, entre outros. Com a conclusão do negócio, a Pif Paf afirma que pretende fortalecer ainda mais sua presença nesses mercados.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.