ASSINE

Picpay compra Guiabolso e mira liderança em novo serviço do Banco Central

Fundado em 2012 em São Paulo, a fintech de finanças pessoais tem 6 milhões de usuários e R$ 1 bilhão em crédito concedido por meio de parceiros na plataforma

Publicado em 23/07/2021 às 14h39
Atualizado em 23/07/2021 às 15h44
Picpay se prepara para abrir capital na Bolsa de Valores
Picpay comprou plataforma de open banking . Crédito: Rogério Cassimiro/PicPay Divulgação

O aplicativo Picpay anunciou nesta sexta-feira (23) a compra da fintech Guiabolso, precursora do open banking no Brasil. Com a aquisição, a empresa capixaba passa a absorver totalmente a operação da plataforma, que tem 6 milhões de usuários e R$ 1 bilhão em crédito concedido por meio de parceiros na ferramenta. O valor da negociação não foi informado. 

“A aquisição visa posicionar o PicPay como protagonista do open banking, além de acelerar a nossa operação de marketplace financeiro, que já conta com cartão, crédito pessoal e empréstimo entre pessoas”, explica o CEO do Picpay, José Antonio Batista.

“O Guiabolso e o PicPay são líderes da transformação pela qual o sistema financeiro vem passando e agora, juntos, vão dar mais um passo na missão de melhorar a relação das pessoas com o dinheiro e revolucionar o sistema financeiro brasileiro”, conta o fundador do Guiabolso, Thiago Alvarez, que vai atuar na equipe do PicPay como diretor responsável por open banking.

O Open Banking, criado pelo Banco Central, é um conjunto de regras e tecnologias que vai autorizar a troca de dados e serviços de clientes entre instituições financeiras com aos aplicativos de finanças.

O Guiabolso foi criado em 2012, assim como a fintech capixaba, para melhorar a saúde financeira dos seus usuários e transformar o sistema financeiro brasileiro.

Para isso, a empresa inovou dentro da indústria financeira, partindo da premissa de que quem é dono dos dados financeiros é o usuário e que, com o compartilhamento deles, é possível ter acesso a uma gestão e produtos melhores do que no próprio banco.

A plataforma desenvolveu uma expertise em inteligência de dados e foi precursora do movimento que está acontecendo agora com a chegada do open banking.

A partir da aquisição, o PicPay também passa a ser detentor de toda essa competência tecnológica. Além disso, o Guiabolso conta com um marketplace financeiro, com mais de dez parceiros e nomes como Creditas, BV, Digio, Icatu e Órama.

Com isso, a fintech capixaba aumenta seu leque de parceiros na distribuição de cartões, empréstimos, seguros e investimentos, com grande potencial de escala por meio da oferta desses produtos a seus mais de 55 milhões de usuários cadastrados.

A empresa informou que nada vai mudar para os usuários das duas plataformas. Os aplicativos continuarão operando normalmente e de forma separada, mas em breve haverá novas funcionalidades e sinergias, o que vai gerar uma melhor experiência para os clientes de ambos.

O Guiabolso, de São Paulo, tem 200 funcionários (a maioria com atuação em tecnologia e dados), e todo time da fintech será integrado ao cerca de 3 mil colaboradores do Picpay.

Com informações da assessoria de imprensa do PicPay

A Gazeta integra o

Saiba mais
Espírito Santo Picpay espírito santo Negócios Educação Financeira Mercado Financeiro

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.