ASSINE

Honda HR-V ganha nova motorização e visual renovado em sua 3ª geração

SUV compacto ganhou as mesmas atualizações do City, lançado no início do ano, e será o primeiro com plataforma de conectividade da Honda

Tempo de leitura: 5min
Publicado em 01/07/2022 às 19h14
Honda HR-V ganha nova motorização e novo visual
Modelo mais vendido da Honda, o HR-V traz novo visual e duas opções de motorização. Crédito: Honda/Divulgação

Seguindo o cronograma de lançamentos para o ano de 2022, a Honda apresentou nesta sexta-feira (1), a terceira geração do HR-V. Modelo mais vendido da montadora japonesa no Brasil, o SUV compacto ganhou novo visual e traz como novidade duas opções de motorização.

O primeiro é o 1.5 DI i-VTEC Flex aspirado, mesmo motor já usado na nova versão do City, que equipará, no HR-V, as versões EX Honda Sensing e EXL Honda Sensing. Dotado de injeção direta de combustível, o motor chega à potência máxima de 126 cavalos a 6.200 rpm, tanto com etanol como gasolina.

O torque máximo é de 15,8 kgfm a 4.600 rpm (etanol) e 15,5 kgfm a 4.600 rpm (gasolina). O consumo na cidade é de 8,8/12,7 km/l (etanol/gasolina) e, na estrada, de 9,8/13,9 km/l.

Já as versões Advance e Touring trazem uma nova motorização, o quatro-cilindros em linha 1.5 DI VTEC TURBO Flex, cujas especificações não foram informadas pela Honda. A expectativa é de que as versões com esse motor cheguem apenas em outubro, enquanto as outras já estarão à venda a partir de agosto. Os preços não foram divulgados.

Todos as versões estão equipadas com câmbio CVT, de relação continuamente variável e simulação de sete marchas. As versões EXL Honda Sensing, Advance e Touring serão equipadas ainda com paddle shifts no volante.

Todas as versões terão os sistemas Step shift e EDDB (Early Down-shift During Braking). O primeiro é voltado para a condução esportiva ou quando é exigida a performance máxima do motor. Quando o acelerador é levado ao fundo, a central de gerenciamento eletrônico do CVT coordena as trocas nos pontos fixos das marchas, acentuando a sensação da mudança.

Já o EDDB atua em desacelerações, mantendo a rotação adequada a cada situação tanto topográfica quanto de condução. Na prática, isso se traduz em descidas de serra com auxílio de freio-motor, além de retomadas, frenagens e contornos de curva com dirigibilidade refinada, contribuindo também para economia de combustível.

NOVO VISUAL

O novo design começa a se diferenciar do modelo antigo pela grade dianteira. Nos modelos Advance e Touring, ela é composta por múltiplos elementos que parecem flutuar, ressaltando um caráter mais esportivo e robusto. Já as versões EX Honda Sensing e EXL Honda Sensing têm grade com filetes horizontais.

Honda HR-V ganha nova motorização e novo visual
Todas as versões estão equipadas com faróis full LED de série. Crédito: Honda/Divulgação

Todos estão equipados com faróis full LED de série, com alguns detalhes diferenciando cada versão: na Touring o acabamento é cromado na moldura interna do bloco do facho alto, enquanto nas versões EX Honda Sensing, EXL Honda Sensing e Advance, a moldura é preta.

Na traseira, todas as versões têm lanternas fumê com LED nas luzes de posição e de freio. Elas são unidas por uma barra horizontal de LED, que funciona como luz de posição e tem acabamento fumê na versão Touring. A tampa traseira do porta-malas oferece uma abertura alta e ampla, com linha inferior baixa para facilitar a colocação e retirada de objetos.

O modelo terá três opções de rodas diferentes, todas em alumínio e aro 17: as versões EX Honda Sensing e Touring têm rodas exclusivas, enquanto a EXL Honda SENSING e a Advance compartilham o mesmo modelo.

Outro detalhe é a baixa altura do capô e deslocamento dos retrovisores externos para as portas, que antes eram fixados junto à base das colunas A, contribuem para a melhora da visibilidade.

Honda HR-V ganha nova motorização e novo visual em sua 3ª geração
Com foco na visibilidade, o ponto de visão do motorista foi elevado em 10 mm. Crédito: Honda/Divulgação

A cor padrão do revestimento interno é preta, com tecido na EX Honda SENSING e couro na EXL Honda SENSING. As versões Advance e Touring com carroceria nas cores Branco Topázio, Cinza Basalto, Azul Cósmico e Cinza Grafeno têm revestimento de couro cinza claro.

NOVO POR DENTRO

Com foco na visibilidade, o ponto de visão do motorista foi elevado em 10 mm com relação à geração anterior. Já o painel de instrumentos e a tela da central multimídia touchscreen de 8 polegadas também foram reposicionados dentro do modelo, para facilitar o acesso do motorista, assim como a alavanca do câmbio e demais controles relativos à condução.

Os bancos possuem tecnologia antifadiga e o espaço para as pernas dos ocupantes da fila traseira aumentou 35 mm. O sistema de ar-condicionado digital traz um novo tipo de difusores, que permitem escolher os tipos de fluxo.

Honda HR-V ganha nova motorização e novo visual em sua 3ª geração
Vendas do HR-V começam em agosto; preços ainda não foram divulgados. Crédito: Honda/Divulgação

Outra novidade é a abertura do porta-malas sem o uso das mãos, disponível na versão Touring. Basta passar os pés sob um dos sensores de movimento abaixo do para-choque traseiro para que a tampa abra automaticamente. Além disso, o porta-malas também tem uma função que permite fechá-lo assim que o usuário retirar um objeto de dentro do compartimento de carga e se afastar.

Outra novidade é a introdução da plataforma myHonda Connect, para as versões Touring e Advance. O aplicativo permite o acesso, pelo smartphone, de status do veículo, acionamento de controles remotos - como dar a partida no motor e ligar ar-condicionado para climatização da cabine à distância - e encontro do carro com suporte de mapa, bem como receber alertas, fazer agendamentos de revisões, entre muitas outras funcionalidades. A tecnologia estará disponível nas versões Touring e Advance.

SEGURANÇA

O novo HR-V traz de série para todas as versões o Honda Sensing, pacote de tecnologias de segurança e assistência ao motorista que se baseia em imagens captadas por uma câmera de longo alcance e de visão grande angular (cerca de 100º) e de um microprocessador.

Entre as funções existentes no Honda sensing estão controle de cruzeiro adaptativo (ACC), sistema de frenagem para mitigação de colisão (CMBS), sistema de assistência de permanência em faixa (LKAS), sistema para mitigação de evasão de pista (RDM) e ajuste automático de farol (AHD).

Honda HR-V ganha nova motorização e novo visual em sua 3ª geração
Na traseira, todas as versões têm lanternas fumê com LED nas luzes de posição e de freio. Crédito: Honda/Divulgação

Além disso, todas as versões possuem, entre os demais dispositivos de segurança, seis airbags (frontais, laterais e do tipo cortina), assistente de estabilidade e tração (VSA), assistente para redução de ponto cego por câmera no espelho retrovisor do lado do passageiro, assistente de partida em rampa (HSA), sistema de acionamento de luzes de emergência em frenagens severas (ESS), sistema Isofix (fixação de assentos infantis), alerta de baixa pressão dos pneus (TPMS), câmera de ré multivisão e sensores de estacionamento.

Uma novidade no New HR-V é o controle de descidas em rampas (HDC), que atua em superfícies de baixa aderência e mantém automaticamente a velocidade. O sistema funciona entre 3 e 20 km/h.

Com informações da Honda.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Honda SUV Utilitário Esportivo Utilitário Honda Hr-v lançamentos de carros 2022 Lançamentos de Carros 2022 no Brasil

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.