ASSINE

Eleições 2020: ES tem a sexta maior abstenção do Brasil

Mais de 674 mil eleitores deixaram de ir às urnas neste ano no Espírito Santo, o que representa 24,02% do eleitorado capixaba. O percentual está acima da média do país

Vitória
Publicado em 16/11/2020 às 16h27
Atualizado em 16/11/2020 às 19h59
Urnas eletrônicas
Mais de 674 mil capixabas deixaram de ir às urnas neste domingo (15). Crédito: Carlos Alberto Silva

Em meio à pandemia de Covid-1924,02% dos eleitores aptos a votar no Espírito Santo deixaram de ir às urnas no domingo (15), primeiro turno das eleições 2020. Em números absolutos, são 674.875 pessoas que não compareceram. Já o percentual representa o sexto maior índice de abstenção entre os Estados do país, de acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

Isso é também maior que a média nacional, de 23,14% – o maior índice, segundo o Senado Federal, em eleições municipais desde 1996, quando as urnas eletrônicas começaram a ser usadas. Em 2016, em todo o país, a abstenção ficou em 17,58%; e em 2012, em 16,41%.

No Brasil, o Rio de Janeiro lidera o ranking dos Estados com maior abstenção: 28,08%. Na comparação com as demais unidades da federação, o Espírito Santo também aparece atrás de Rondônia (27,81%), São Paulo (27,3%), Mato Grosso (25,44%) e Mato Grosso do Sul (25,12%).

Em todo o país, nove Estados tiveram menos que 20% de abstenção: AmazonasMaranhãoSergipePernambucoRio Grande do NorteTocantinsCearáParaíba e o Piauí – que registrou o menor percentual, de 15,42%. Sem ir às urnas, esses eleitores deixaram de ajudar na escolha dos próximos prefeitos e vereadores.

"CONCILIAR SEGURANÇA E MANIFESTAÇÃO DO VOTO"

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES), Samuel Meira Brasil Jr., afirmou, em entrevista coletiva à imprensa nesta segunda-feira (16), que a Justiça Eleitoral sempre se preocupou com abstenções, não apenas em 2020.

"Nós sempre temos uma preocupação muito grande sobre abstenções. O voto é uma manifestação legítima da vontade do povo, não podemos admitir um sistema de governo em que não haja a escolha direta do povo. Por isso que eu sempre faço questão de destacar, desde o início do processo eleitoral, que precisamos prezar pela segurança e conciliar com a necessidade da manifestação legítima do voto", afirmou.

Houve uma série de medidas, com regras e orientações, para que as pessoas pudessem comparecer aos locais de votação reduzindo risco de contágio pelo novo coronavírus, o como uso obrigatório de máscara.

Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Luís Roberto Barroso avaliou, ainda no domingo, que a abstenção deste ano teve apenas um pequeno aumento em relação às eleições gerais de 2018, apesar da pandemia. "Queria cumprimentar, de coração, o eleitorado brasileiro que compareceu em massa, apesar das circunstâncias", disse.

CONCEIÇÃO DA BARRA TEVE A MAIOR ABSTENÇÃO NO ES

Entre as 78 cidades capixabas, Conceição da Barra foi a que teve a maior abstenção: 28,96%. Nas últimas eleições municipais – realizadas em 2016 – a cidade já havia ocupado essa posição, mas com um percentual menor, de 25,54%. Desta vez, o município foi seguido por Barra de São Francisco (28%) e São Mateus (26,87%).

Já entre os municípios da Grande Vitória, o que mais teve eleitores ausentes foi Serra, com 26,26% do eleitorado sem ir às urnas. Cariacica foi o segundo, com 25,8% de abstenção. Na Região Metropolitana, vale destacar que a Capital apareceu com 25,45% neste ano, contra os 10,76% de abstenção de quatro anos atrás.

Os menores percentuais de ausência foram registrados cidades do interior do Estado: Divino de São Lourenço (11,73%) e Presidente Kennedy (11,57%), no Sul; e Laranja da Terra (10,32%), no Noroeste. Este último já havia sido o de menor abstenção em 2016, mas com um percentual bem menor, de apenas 3,55%.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.