ASSINE

Seis prefeitos no ES foram eleitos com menos de 200 votos de diferença dos concorrentes

Em Piúma, por exemplo, a escolha do novo prefeito foi definida por 25 eleitores. Veja a lista onde a disputa foi acirrada neste domingo

Publicado em 16/11/2020 às 11h42
Atualizado em 16/11/2020 às 13h09
Paulo Cola (Cidadania), de branco, ao lado do vice, Pastor Ezequias (PMB): chapa eleita em Piúma
Paulo Cola (Cidadania), de branco, ao lado do vice, Pastor Ezequias (PMB): chapa eleita em Piúma. Crédito: Reprodução/Facebook Paulo Cola

O resultado das urnas em algumas cidades do Espírito Santo reforçaram a máxima de que, em uma democracia, cada voto pode fazer a diferença. Ao todo, seis eleitos para o cargo de prefeito no Estado receberam menos de 200 votos a mais que os concorrentes. 

O caso mais extremo é o de Piúma, onde a escolha do novo prefeito foi definida por 25 eleitores. Essa foi a diferença de votação entre Paulo Cola (Cidadania), que venceu o pleito com 32,7% dos votos, e Samuel Zuqui (PSDB), que ficou em segundo, com 32,5%.

Em Atílio Vivácqua, também no Sul do Estado, o atual prefeito Josemar Basto (PDT) se reelegeu com 3.435 votos (49,16%). Ele recebeu apenas 46 votos a mais do que o concorrente, Genaldo (Republicanos), que angariou 3.389.

Em cidades com menos de 200 mil eleitores, não há segundo turno. Assim, mesmo que a diferença de votos seja mínima, o mais votado é o eleito.

A disputa em Divino de São Lourenço, Iúna, Apiacá e Aracruz também foi apertadíssima. Nessas cidades, os próximos governantes foram selecionados com diferenças de menos de 200 votos.

Em Colatina, Guerino Balestrassi (PSC) foi eleito prefeito da cidade com uma diferença de 631 votos em relação ao segundo colocado, Luciano Merlo (Patriota). Nesse caso, o que chama a atenção é a diferença percentual entre os dois candidatos, que foi de 1,7 pontos. Guerino conseguiu os votos de 34,8% dos eleitores, quanto Merlo obteve 33,01%.

CANDIDATO RECEBEU MAIS DE 80% DOS VOTOS

Entre as vitórias mais “largas” do Estado está a reeleição de Bruno Araújo (Republicanos) para a Prefeitura de Pedro Canário. Ele obteve 81,01% dos votos válidos da cidade. O concorrente, Dominguinho Sopelete (DEM), levou os demais (18,99%).

Em Sooretama, o atual prefeito também teve uma votação expressiva. Alessandro Broedel recebeu o apoio de 10.389 eleitores, o que representa 75,17% dos votos válidos.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.