ASSINE
Oferecimento:
Modo de Visualização:

Guerino Balestrassi é eleito prefeito com 34,08% dos votos em Colatina

Com 100% das urnas apuradas, Balestrassi retorna ao comando da cidade do Noroeste do Espírito Santo, município  que governou entre 2001 e 2008

Colatina
Publicado em 15/11/2020 às 20h05
Atualizado em 15/11/2020 às 23h41
Pesquisa Ibope - Eleições 2020 - Vencedor
A vitória confirma o favoritismo de Guerino Balestrassi apontado nas pesquisas de intenção de voto realizadas pelo Ibope. Crédito: Arte Geraldo Neto

Guerino Balestrassi (PSC), de 61 anos, foi eleito prefeito de Colatina neste domingo (15), dia do primeiro turno das eleições 2020. O candidato obteve 34,08% dos votos válidos (20.072 votos) sobre os 33,01% (19.441 votos) do segundo colocado, Luciano Merlo (Patriota).

Em seguida estão:

  • Maricélis (Cidadania) 15,99%
  • Genivaldo Lievore (PT)  4,61%
  • Renata Nunes (PL) 4,19%
  • Elodilson Sabadini (Solidariedade)  2,37%
  • Gesse (DC) 2,28%
  • Marcos D'Ávila (PMN) 2,07%
  • Barbozinha (PTB) 0,71%
  • Marcos de Oliveira (PSOL) 0,68%

Foram 3.577 de votos brancos e 4.430 de nulos. Baletrassi retorna ao comando da cidade do Noroeste do Espírito Santo,  que governou entre 2001 e 2008. 

PRIORIDADES

Sobre a votação apertada, Balestrassi avaliou como consequência de ataques que sofreu por aparecer na frente das pesquisas de intenção de voto. Ele prometeu governar para todos.

"Nós sempre mantemos a dianteira e sofremos mais ataques. A cidade ficou dividida e o papel do líder agora é juntar e fazer com que todo município se envolva em um novo projeto mais empreendedor".

Guerino Balestrassi acompanhou apuração em sua casa, no bairro Marista. Ele foi acompanhado por apoiadores, familiares e amigos.
Guerino Balestrassi acompanhou apuração em sua casa, no bairro Marista. Ele comemorou a vitória com apoiadores, familiares e amigos. Crédito: João Henrique Castro

O eleito ainda comentou as prioridades do seu mandato. "Fazer com que Colatina seja uma cidade empreendedora, com bom dinamismo econômico. Porém muito humana nas suas relações com atuação social muito forte nas comunidades. Vamos ter uma política de geração de empregos  com atração de investimentos".

PERFIL

Uma das principais lideranças de Colatina, Guerino Balestrassi foi prefeito em duas gestões, de 2001 a 2008. Desde então, esta foi a primeira vez que ele tentou voltar ao comando do Executivo colatinense.

Aos 61 anos, Balestrassi é formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Além disso, é pós-graduado em Administração pela Faculdade de Ciências Econômicas de Colatina. O ex-prefeito é dono de uma empresa na área de metal e mecânica. Durante seu período na administração municipal foi presidente da Associação dos Municípios do Estado do Espírito Santo (Amunes), entre 2005 a 2009. Após sair do Executivo, Guerino foi secretário de Estado de Economia e Planejamento em 2010 e secretário de Estado de Ciência e Tecnologia de 2015 a 2016. Recentemente, ocupou o cargo de secretário de Desenvolvimento Econômico de Aracruz. Ele saiu do cargo para tentar voltar ao comando de Colatina.

Comemoração Guerino Balestrassi
Guerino Balestrassi comemorou a vitória pelas ruas da cidade. Crédito: João Henrique Castro

O eleito participou das eleições estaduais de 2014 e 2018. Na primeira, tentou uma vaga na Câmara dos Deputados. Mais recentemente disputou uma cadeira na Assembleia Legislativa. Em nenhuma delas Guerino saiu vencedor das urnas. Apesar de ter boa avaliação da sua passagem pela prefeitura, Guerino acumula essas duas derrotas eleitorais nas suas últimas empreitadas.

Entre seus principais apoiadores para a eleição de 2020, Guerino Balestrassi contou com um importante grupo político de Colatina. A candidatura dele recebeu as bênçãos do empresário Pergentino Júnior, representante da família que é dona da faculdade Unesc e do Hospital São José na cidade. Pergentino é pai do deputado estadual Renzo Vasconcelos (PP), que também aderiu ao nome de Guerino. Foi do grupo de Pergentino e Renzo a escolha do nome do vice na chapa. A opção foi pelo médico Rogério Resende (PDT). Além do seu PSC, sigla considerada de pequeno porte, PSD, PDT, DEM e PP fizeram parte da coligação de Guerino.

SEGUNDO COLOCADO

Segundo colocado, Luciano Merlo destacou que vai esperar a finalização da contagem de votos para se manifestar sobre o resultado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.