ASSINE

Eleições 2020: com Covid-19, Sandro Locutor sai da UTI

Candidato a prefeito de Cariacica estava na UTI desde quando foi internado, no dia 20 deste mês. Mas ele segue hospitalizado, faltando 19 dias para o primeiro turno

Publicado em 27/10/2020 às 15h03
Atualizado em 27/10/2020 às 23h05
Sandro Locutor (PROS)
Sandro Locutor (PROS) foi diagnosticado com Covid-19 no último dia 18, quando estava em plena campanha eleitoral. Crédito: Divulgação/Assessoria

O candidato a prefeito de Cariacica Sandro Locutor (PROS) teve alta da UTI do Hospital Meridional de Cariacica nesta terça-feira (27). Com Covid-19, o ex-deputado estadual estava na UTI desde o dia 20 de outubro, quando foi internado. O candidato foi diagnosticado com a doença no dia 18.

Locutor saiu da UTI, mas segue internado em um quarto no Meridional. Faltando 19 dias para o primeiro turno, ainda não há previsão de alta do hospital. Em mensagem encaminhada a apoiadores, o ex-deputado afirma que viveu "momentos de grandes dores e sofrimento para respirar" e aconselha que as medidas de segurança sejam seguidas. 

"O Covid não é brincadeira. Foram momentos de grandes dores e sofrimento para respirar nos dias que passei na UTI. Fiquem atentos às orientações dos órgãos de saúde, mantenham a higienização com água, sabão, álcool em gel e use máscaras. Obrigado a todos pelas orações e manifestações de carinho e apoio recebidas", escreveu.

Este vídeo pode te interessar

Sandro Locutor apareceu, numericamente, em segundo lugar em pesquisa de intenção de votos realizada pelo Ibope em Cariacica a pedido da Rede Gazeta e publicada no dia 17 de outubro. Com 10% das intenções estimuladas, o candidato do PROS surgiu tecnicamente empatado com Euclério Sampaio (DEM), com 13% e Dr. Helcio Couto (PP), com 9%. 

O município, no entanto, vive um cenário eleitoral embolado em que, se considerada a margem de erro da pesquisa, de cinco pontos percentuais para mais ou para menos, 11 dos 14 candidatos estão empatados tecnicamente.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.