ASSINE

Candidato em Cariacica, Subtenente Assis está com suspeita de Covid-19

Candidato a prefeito começou a sentir os sintomas nesta quinta-feira (29) e cancelou participação em eventos. Assis fez exames e aguarda o diagnóstico

Publicado em 30/10/2020 às 10h56
Subtenente Assis é candidato a prefeito de Cariacica pelo PTB
Subtenente Assis é candidato a prefeito de Cariacica pelo PTB. Crédito: Assessoria de Imprensa

O candidato a prefeito de Cariacica Subtenente Assis (PTB) está em isolamento após apresentar sintomas da Covid-19 nesta quinta-feira (29). A informação foi publicada pelo militar nos perfis dele nas redes sociais. O candidato fez exame e aguarda o resultado do teste em casa.

O comunicado informa que o candidato não participaria de uma caminhada, marcada para a tarde de quinta-feira, mas que seria representado pelo vice da chapa, Cristiano Lima (PRTB), o ex-deputado Carlos Manato (sem partido) e a deputada federal Soraya Manato (PSL). 

A assessoria do candidato afirmou, na manhã desta sexta-feira (30), que Assis amanheceu se sentindo melhor, mas segue na residência dele aguardando o diagnóstico. 

É o quarto político capixaba com suspeita da doença nesta semana. Os demais já tiveram a confirmação de que estão com a Covid-19. Desde segunda-feira (26), o deputado federal Felipe Rigoni (PSB), o deputado estadual e candidato a prefeito de Vitória Fabrício Gandini (Cidadania) e o prefeito de Vila Velha e candidato à reeleição, Max Filho (PSDB), sentiram sintomas e, após exames, tiveram o diagnóstico da doença.

Desde o início da campanha, ao menos dois outros já haviam sido diagnosticados: Sandro Locutor (PROS), candidato a prefeito em Cariacica, e Iracy Baltar (Republicanos), candidata a prefeita em Montanha. Locutor ficou internado na UTI, após exame mostrar comprometimento de parte do pulmão. Ele segue internado em um quarto no Hospital Meridional de Cariacica e deve ter alta ainda nesta sexta-feira (30).

Mesmo com as recomendações dos órgãos de saúde para cumprimento das normas de combate ao novo coronavíruscampanhas eleitorais no Espírito Santo estão promovendo aglomerações. Candidatos fazem passeatas, reuniões e eventos, em alguns casos em locais fechados, sem distanciamento entre os participantes e com pessoas sem máscara de proteção. 

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.