Tio acusado de estuprar menina de 10 anos no ES é preso em Minas

A informação foi confirmada na manhã desta terça-feira (18) pelo governador do Estado do Espírito Santo, Renato Casagrande, e também pela Polícia Civil do ES

Publicado em 18/08/2020 às 07h07
Atualizado em 19/08/2020 às 11h53
Viatura da Polícia Civil - DHPP
Viatura da Polícia Civil . Crédito: Carlos Alberto Silva

O tio acusado de estuprar e engravidar a menina de 10 anos em São Mateus, Região Norte do Espírito Santo, foi preso nesta madrugada, entre 3h e 4h, na cidade de Betim, em Minas Gerais. A polícia capixaba recebeu a denúncia e foi até o local onde ele estava escondido. Antes, o rapaz esteve na Bahia e depois fugiu para Minas Gerais. As informações foram apuradas pela equipe da TV Gazeta.  O nome do suspeito não será divulgado para preservar a identidade da criança.

Ainda não sabemos detalhes dessa prisão. Mas o tio da menina já está sendo trazido para o Espírito Santo. Ele deve chegar a qualquer momento. Assim que chegar, ele será interrogado e depois deve ser levado para o Complexo de Xuri, onde existe uma ala para presos acusados de estupro. De acordo com a reportagem da TV Globo em Minas Gerais, o homem não resistiu à prisão.

O governador Renato Casagrande confirmou a prisão na manhã desta terça-feira, com uma mensagem para criminosos. "Que sirva de lição para quem insiste em praticar um crime brutal, cruel e inaceitável dessa natureza", publicou em uma rede social. 

Em seguida, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) enviou uma nota também confirmando a prisão. Veja na íntegra.

"A equipe da Polícia Civil de São Mateus confirmou a prisão do suspeito de estupro da menina de 10 anos, realizada na madrugada dessa terça-feira, na região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais. A equipe está em deslocamento para o Espírito Santo. Mais detalhes serão divulgados assim que possível."

SEJUS

A reportagem de A Gazeta entrou em contato com a Secretaria de Estado da Justiça do Espírito Santo (Sejus), às 11h, desta terça-feira, e o homem ainda não havia dado entrada no sistema prisional capixaba. De acordo com a Sejus, a previsão é que ele vá ainda hoje para a Penitenciária Estadual de Vila Velha 5, no Complexo de Xuri, em Vila Velha.

SUSPEITO ERA CONSIDERADO FORAGIDO

No dia 12 de agosto, o juiz da 3ª Vara Criminal de São Mateus, no Norte do Espírito Santo, determinou a prisão preventiva do principal suspeito de estuprar e engravidar uma criança de 10 anos. A reportagem de A Gazeta teve acesso ao mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça nesta quarta-feira (12). Com a medida, o suspeito passou a ser considerado foragido e foi preso na madrugada desta terça-feira (18).

No dia 13 de agosto, a Polícia Civil concluiu o inquérito policial que investiga o caso e indiciou o suspeito pela prática dos crimes de ameaça e estupro de vulnerável, ambos praticados de forma continuada.

O homem já cumpriu pena entre os anos de 2011 e 2018 pelo crime de tráfico de drogas. É possível que ele tenha começado os abusos contra a criança quando ainda estava no regime semiaberto, já que a vítima relatou ser estuprada pelo tio desde os 6 anos de idade.

De acordo com a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), o homem, atualmente com 33 anos, entrou no sistema prisional em maio de 2011 e ficou no regime fechado até março de 2017, quando conseguiu a progressão para o semiaberto. Em março de 2018, ele finalizou o cumprimento da pena.

DADOS SIGILOSOS

Após dados pessoais da criança serem divulgados nas redes sociais, a Defensoria Pública do Espírito Santo (DPES) conseguiu, na Justiça, uma liminar para a retirada de publicações que violaram os direitos da menina envolvida no caso.

A decisão foi dada pelo juízo de plantão da 5ª Região na noite do último domingo (16). A liminar é para que o Google Brasil, o Facebook e o Twitter retirem no prazo estipulado informações divulgadas sobre o caso nas plataformas digitais. Segundo a Defensoria, “os dados divulgados causaram ainda mais constrangimento à menina e aos seus familiares”.

REPERCUSSÃO NACIONAL

O caso envolvendo a criança de 10 anos, que era estuprada pelo tio desde os 6, ganhou repercussão nacional nos últimos dias. Famosos como Whindersson Nunes, Felipe Neto e Bruna Marquezine usaram as redes sociais para comentar o caso.

O humorista utilizou a plataforma no domingo (16), para oferecer ajuda psicológica para a criança. Já o influencer Felipe Neto, se ofereceu para custear as despesas com educação da menina até o término da faculdade.

A Ministra de Estado da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, também usou as redes sociais para anunciar que vai ajudar a criança. Equipes do Ministério estiveram em São Mateus para acompanhar de perto as investigações do caso.

São Mateus
O Conselho Tutelar de São Mateus está acompanhando o caso da criança grávida na cidade. Crédito: Reprodução/Google Maps

RELEMBRE O CASO

O crime de estupro de vulnerável foi descoberto no dia 7 deste mês, no município de São Mateus, na Região Norte do Espírito Santo. Segundo o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, a criança chegou ao Hospital Roberto Silvares acompanhada por uma tia e afirmou aos médicos que achava que estava grávida.

Os profissionais da unidade notaram que a barriga da criança apresentava um volume e foi realizado um exame de sangue (Beta HCG). O resultado do teste comprovou a gravidez e indicou que a menor já estava grávida há pelo menos três meses.

Questionada pelos médicos e pela assistente social, a criança contou que era abusada pelo tio desde os 6 anos de idade e mantinha o silêncio porque era ameaçada de morte por ele.

O Conselho Tutelar foi acionado e esteve no hospital. A criança foi ouvida, recebeu uma medida protetiva e, na ocasião, foi encaminhada para um abrigo. 

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.