ASSINE

Grupo dono do Epa e do Mineirão anuncia fusão com a rede OK

Incorporação dos negócios foi anunciada nesta quarta-feira (27). A partir da próxima semana, unidades do OK no ES já vão trabalhar em conjunto com a companhia mineira. Entenda

Lojas do OK foram comprados pela mineira DMA, dona do EPA
Lojas do OK vão integrar o grupo DMA, dono do EPA. Crédito: Divulgação/OK e Google Earth

O grupo mineiro DMA, que detém as marcas Epa Supermercados e Mineirão Atacarejo, anunciou na tarde desta quarta-feira (27) a fusão com a rede de supermercados OK, criada no Espírito Santo. A transação foi fechada nesta semana após três meses de negociação.

Com a incorporação, a partir da próxima semana as unidades do OK passam a trabalhar em conjunto com o Epa e o Mineirão, como um único grupo. Os valores da negociação não foram informados.

"É mais do que uma fusão, é uma soma. A soma de experiência da família do Cezar Roncetti, que tem uma história de 40 anos no varejo, e nossa que estamos no Espírito Santo há 16 anos. Para que a gente possa não só consolidar as operações, mas planejamos nova expansão para esse trabalho", afirmou um dos diretores do grupo DMA, Roberto Gosende.  

Ainda não foi decidido se a marca OK será mantida. Segundo Gosende e o fundador do OK, Cezar Roncetti, será feita uma pesquisa nas próximas semanas para avaliar qual a melhor estratégia de marca considerando a identificação dos consumidores.

Roberto Gosende

Diretor do grupo DMA

"A marca OK é muito consolidada no Estado, assim como Mineirão e Epa. Estamos vendo qual o melhor caminho. Estamos fazendo um levantamento de qual melhor identidade que o cliente terá dessa marca. Até o Natal você já terá lojas com cara nova, nova proposta"
Roberto Gosende, do Epa, e Cezar Roncetti, do OK: fusão entre redes cria mega grupo no ES
Roberto Gosende, do Epa, e Cezar Roncetti, do OK: fusão entre redes cria mega grupo no ES. Crédito: Natalia Bourguignon

O OK conta atualmente com um hipermercado no Masterplace, na Reta da Penha, em Vitória, além de seis superatacados em outras cidades do Estado (Serra, Linhares, Cariacica, Vila Velha) e um em Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro.

Já a DMA, criada na década de 1950 em Belo Horizonte a partir do Epa Supermercados, está no Espírito Santo desde 2004. É o hoje o maior grupo de varejo alimentício do Estado, com 19 lojas do Epa e 5 unidades do Mineirão Atacarejo, após a compra, em janeiro de 2020, das lojas do Makro em Vila Velha e na Serra.

NOVO GRUPO

Com a fusão, o novo conglomerado passa a ter 33 unidades no Espírito Santo, somando as três bandeiras. Segundo os executivos do grupo, todos os empregos serão mantidos.

Ao todo, a DMA passará a ter 3,8 mil funcionários diretos no Espírito Santo com a incorporação do OK, com 2,5 mil empregados do Epa/Mineirão e 1,3 mil do OK. 

O grupo já planeja uma expansão pelo Estado para os próximos meses, segundo os diretores. Eles falaram em ampliação de algumas lojas, inclusive com geração de mais postos de trabalho, no entanto, não foram dados mais detalhes.

"O Espírito Santo vem crescendo muito, a consolidação da economia capixaba só nos motiva a cada vez investir aqui. Queremos ser a principal rede para os clientes e o maior gerador de empregos do setor", ressaltou o diretor do Grupo DMA.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Economia Economia Economia Comércio Investimento

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.