ASSINE

CPF ou app com problema: corrija erros ao pedir o auxílio de R$ 600

Muitas pessoas estão com dificuldades para se inscrever no aplicativo ou no site do benefício. Veja o que fazer se tiver problemas no cadastro

Publicado em 12/04/2020 às 10h07
Atualizado em 13/04/2020 às 06h54
Aplicativo do caixa em que é feito o pedido do auxílio emergencial
Aplicativo da Caixa em que é feito o pedido do auxílio emergencial. Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Muitas pessoas estão com dificuldades para se inscrever no aplicativo ou no site do auxílio emergencial. O programa tem informado a alguns usuários que há um problema no CPF. Além disso, devido à alta demanda, os canais de comunicação saem do ar em alguns momentos. Mas afinal que problemas são esses e como resolvê-los?

Os pagamentos do auxílio emergencial, que ficou conhecido como "coronavoucher", devido à crise causada pelo coronavírus (Covid-19), começaram a ser feitos na quinta-feira (9) da semana passada.

Mais de 30 milhões de brasileiros realizaram o cadastro para receber o benefício. Essa renda mínima é uma forma de socorrer, por até três meses, trabalhadores informais, desempregados, MEIs, inscritos no Cadastro Único e contribuintes individuais do INSS, que cumpram requisito de renda média. 

No primeiro dia de crédito em conta, o benefício foi creditado na conta poupança de 2.150.497 clientes da Caixa e de outros 436.078 na de clientes do Banco do Brasil. Ao todo, mais de 2,5 milhões de cidadãos já foram beneficiados, tendo sido disponibilizado cerca de R$ 1,5 bilhão.

Data: 09/04/2020 - ES - Vitória - Receita Federal da Avenida Beira Mar - Editoria: Cidades - Foto: Fernando Madeira - GZ
Receita Federal da Avenida Beira Mar com as portas baixadas e uma fila se formando do lado de fora. Crédito: Fernando Madeira

ONDE SOLICITAR O BENEFÍCIO DE R$ 600?

Para solicitar o benefício, trabalhadores que forem microempreendedores individuais (MEIs), informais sem registro ou contribuintes individuais do INSS devem se inscrever pelo site ou aplicativo da Caixa. Quem já recebe o Bolsa Família, ou que estão inscritos no Cadastro Único, não precisa se inscrever, pois, o pagamento será feito automaticamente.

A Caixa ainda disponibilizou o telefone 111 para tirar dúvidas dos trabalhadores sobre o auxílio. É importante lembrar que não é possível se inscrever pelo telefone, ele é apenas tirar dúvidas.

MEU CADASTRO ESTÁ DANDO ERRO. E AGORA? 

A Receita Federal orienta que o cidadão acesse novamente o aplicativo da Caixa, em diferentes períodos do dia, buscando seu cadastramento, pois a habilitação pode não ser possível na primeira tentativa.

Mas, se depois de algumas tentativas você não conseguir por causa da impossibilidade na habilitação por pendência no CPF no aplicativo da Caixa, verifique se o seu CPF encontra-se na situação "regular" por meio da consulta no site da Receita Federal (RF) clicando aqui.

Ter CPF ativo é um dos pré-requisitos para os beneficiários receberem o auxílio emergencial do governo federal. Por isso, é importante saber qual a situação desse documento. 

COMO SABER SE O PROBLEMA É COM O MEU CPF?

O CPF é utilizado para identificar o cidadão na Receita Federal. Na semana passada, a RF começou o processamento para regularizar os CPFs suspensos por pendências eleitorais, não passíveis de saneamento neste momento junto aos cartórios eleitorais, pois esses se encontram fechados por conta da pandemia da Covid-19.

De acordo com a Caixa, a atualização da situação do CPF na Receita Federal não muda automaticamente as informações no aplicativo da Caixa. "Essas informações são encaminhadas pela Receita Federal para a Caixa em processamento noturno, podendo levar até três dias para que a base do aplicativo esteja atualizada", explicou em nota.

COMO REGULARIZAR O CPF NA RECEITA FEDERAL?

Caso seja preciso regularizar os dados do CPF você vai ter que fazê-lo de forma online e gratuita pelo site da Receita Federal na Internet pelas seguintes opções:

  • Realizando, preferencialmente, o preenchimento do formulário eletrônico "Alteração de Dados Cadastrais no CPF: clique aqui
  • Chat CPB: clique aqui 
  • Orientações para regularizar o CPF: clique aqui

Para os casos em que não for possível regularizar pelo site, o atendimento será por e-mail corporativo da Receita Federal ou presencialmente em uma das unidades. Veja os e-mail por Estado:

Nas agências do Correios de todo o país, também é possível realizar a regularização cadastral e a alteração de dados como data de nascimento, número do título eleitoral, endereço, nome da mãe e a mudança de sexo.

O QUE FAÇO SE MEU CPF ESTIVER REGULARIZADO E O APLICATIVO CONTINUAR APONTANDO QUE O PROBLEMA É COM ELE? 

Se o CPF estiver regular no site da RF, qualquer restrição apresentada pelo aplicativo Caixa não deve estar relacionada a uma pendência com ao órgão. Por isso, é importante verificar no ato do preenchimento dos dados se o seu nome, o da sua mãe (se houver) e se sua data de nascimento coincidem com os dados constantes na base CPF da Receita Federal.

O QUE FAÇO SE CONTINUAR COM DIFICULDADES DE ME CADASTRAR?

Caso você esteja com o CPF regularizado e ativo, tenha realizado o cadastro corretamente e ainda assim continue sem conseguir realizar o cadastro, o passo seguinte é procurar a Caixa pelos seguintes canais de atendimento:

COMO FAZER UM CPF?

Nos Correios, é possível obter a inscrição do CPF para quem ainda não tem o documento. Para solicitar a inscrição no cadastro, o cidadão deve comparecer a uma unidade dos Correios com a documentação necessária e pagar o valor de R$ 7,00. O número do documento sai na hora.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.