ASSINE

Quais são as regras para tomar a 3ª dose da vacina contra a Covid no ES

Nova fase de imunização contra o coronavírus no Estado começa na segunda-feira (6); estimativa é contemplar com a dose de reforço cerca de 255 mil idosos

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 05/09/2021 às 10h21
Vacina Pfizer-BioNTech
Vacina da Pfizer será usada na aplicação da D3. Crédito: Carlos Alberto Silva

governo do Espírito Santo anunciou o início da aplicação da terceira dose da vacina (D3) contra a Covid-19 para idosos a partir de 70 anos e imunossuprimidos - pessoas com limitações em seu sistema imunológico, como os pacientes com câncer e HIV. Os municípios podem aplicar a dose de reforço a partir de segunda-feira (6), como acontecerá em Vila Velha.

A estimativa é contemplar com a terceira dose cerca de 255 mil idosos, que serão vacinados até o final do ano. Esse público só seria atendido a partir de 15 de setembro com doses enviadas pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), mas o Estado conseguiu antecipar o calendário em função da aquisição de 500 mil doses de Coronavac junto ao Instituto Butatan.

As remessas que viriam do Ministério da Saúde deveriam ser também distribuídas para vacinação de primeira e segunda doses (D1 e D2) do restante da população.

Com as doses da Coronavac adquiridas, segundo explicou o governador Renato Casagrande, haverá uma espécie de compensação porque serão vacinadas 250 mil pessoas com esse imunizante. Assim, tudo o que chegar pelo PNI poderá ser voltado aos idosos e imunosssuprimidos.

Com essa nova fase de imunização iniciada no Estado, A Gazeta preparou um tira-dúvidas sobre a terceira dose. Confira abaixo:

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A TERCEIRA DOSE

Quem pode tomar a terceira dose?

Público a partir de 70 anos e imunossuprimidos - pessoas com limitações em seu sistema imunológico, como os pacientes com câncer e HIV. Também é necessário já ter se vacinado com as duas doses de vacina contra a Covid-19.

Qual imunizante será usado?

Será usada prioritariamente a vacina da Pfizer, segundo recomendação do Ministério da Saúde. Mas também poderão ser aplicados os outros imunizantes de vetor viral - Astrazeneca e Janssen.

Quanto tempo após ser vacinado posso tomar a terceira dose?

Para a dose de reforço, é necessário ter tomado a segunda dose há pelo menos seis meses no caso dos idosos. Já o grupo com problemas no sistema imune pode receber a terceira dose a partir de 28 dias do esquema vacinal completo.

Fui vacinado com Coronavac, devo tomar a terceira dose?

Sim. Quem recebeu a Coronavac na primeira e segunda dose deve tomar a terceira, desde que atenda aos demais critérios: ter mais de 70 anos ou problemas no sistema imune.

Fui vacinado com Astrazeneca, posso tomar a terceira dose?

Sim. Quem recebeu a vacina da Astrazeneca na primeira e segunda dose deve tomar a terceira desde que atenda aos demais critérios: ter mais de 70 anos ou problemas no sistema imune.

Quando começa a aplicação da terceira dose?

A partir desta segunda-feira (6) os municípios capixabas já podem aplicar a dose de reforço. Esse é o caso de Vila Velha, que vai imunizar 3 mil pessoas na segunda com a terceira dose.

Como agendar?

É necessário ficar atento aos sistemas de agendamento das prefeituras e do governo do Estado (Vacina e Confia), que vão abrindo vagas conforme o recebimento de novos lotes de vacina. 

Há previsão de expansão da terceira dose para outra faixa etária?

Segundo o governador Renato Casagrande, há possibilidade de os idosos na faixa de 60 a 69 anos e também outros grupos de risco serem atendidos futuramente, conforme a disponibilidade de vacinas ofertadas pelo Ministério da Saúde.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.