ASSINE

Escolas do ES continuam sem aulas presenciais até o dia 30 de maio

O  Estado continuará fazendo a distribuição de cestas básicas para os alunos que dependem da merenda escolar

Publicado em 30/04/2020 às 20h50
Atualizado em 30/04/2020 às 22h40
Escola cívico-militar em Montanha
Escolas municipais, do Estado e particulares vão continuar sem aulas presenciais até o fim de maio. Crédito: Prefeitura de Montanha/Divulgação

A suspensão das aulas nas escolas da rede estadual, municipal e particular do Espírito Santo vai continuar pelo menos até o final do mês de maio. A definição foi anunciada pelo governador Renato Casagrande (PSB), nesta quinta-feira (30). Logo após a decisão, a Ufes e o Ifes também comunicaram que permanecerão com a suspensão no mesmo período. 

O governador também afirmou que o Estado continuará fazendo a distribuição de cestas básicas para os alunos que dependem da merenda escolar.

Segundo Casagrande, é necessário manter as escolas fechadas devido à previsão de que a primeira quinzena de maio será o período com o maior crescimento de casos de coronavírus.

"As escolas funcionam como um ambiente muito forte de interação, e isso pode afetar professores, servidores, as famílias dos jovens ou eles mesmos. Nesses 30 dias vamos verificar se temos condições de voltar com a atividade escolar no mês de junho".

O Conselho Nacional de Educação (CNE) já concedeu a autorização para que as aulas presenciais possam ser contabilizadas na carga horária. Contudo, o Estado ainda não analisou esta possibilidade. A jornada mínima do ano letivo é de 800 horas.

"Por enquanto as atividades desenvolvidas no aplicativo EscoLar são não-presenciais, mas ainda não é o cumprimento do ano letivo. No mês de maio vamos conversar, espero que em junho a gente consiga voltar com as atividades nas escolas, a minha expectativa é essa", disse.

CESTAS BÁSICAS

Após ter distribuído 97 mil cestas básicas, em abril, para os alunos cadastrados no CadÚnico, o governador afirmou que a medida continua no próximo mês, com 100 mil cestas previstas para distribuição. O recurso está sendo descentralizado para os diretores das escolas, para dar um suporte às famílias que dependem da merenda.

Casagrande acrescentou que os alunos devem continuar o acompanhamento pelo aplicativo EscoLar, e que a Secretaria da Educação já abriu uma seleção de professores que possam atuar na gravação de videoaulas para as atividades pedagógicas não presenciais.

"Começamos utilizando o material do governo do Amazonas, que é o único Estado que tinha todo o material produzido, mas agora vamos selecionar professores que tem aptidão para poder produzir conteúdo local para a transmissão de vídeo. Esse material servirá para utilizarmos em toda a rede estadual e municipal, e pode continuar sendo aproveitado após a pandemia".

UFES E IFES

O reitor da Ufes, Paulo Vargas, assinou a decisão prorrogando até o dia 30 de maio de 2020 o prazo para reorganização das atividades administrativas e acadêmicas, com a suspensão das atividades presenciais de ensino na Universidade.

Permanecem suspensas as aulas presenciais dos cursos de graduação e de pós-graduação, as atividades presenciais dos cursos à distância, bem como os eventos coletivos presenciais (formaturas, palestras, seminários, peças teatrais, sessões de cinema).

O Ifes também prorrogou o prazo de suspensão das atividades letivas presenciais para o dia 30 de maio. O Colégio de Dirigentes já aprovou a proposta de realizar atividades pedagógicas não presenciais durante o período de pandemia, e foi iniciada a construção de uma minuta para normatizar a oferta para os cursos técnicos e de graduação, baseada nas portarias emitidas pelo Ministério da Educação (MEC) e nos encaminhamentos do Conselho Nacional de Educação (CNE).

A expectativa é que na próxima semana,  o Ifes anuncie para a comunidade como serão implementadas as atividades não presenciais no âmbito da instituição. A data de início dessas atividades também será publicada após reunião do Conselho Superior. Até lá o calendário letivo permanece suspenso.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Educação Sedu Escolas particulares Escolas Públicas

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.