ASSINE

Por dia, duas pessoas perderam a vida em acidentes de trânsito no ES

Segundo dados do Observatório da Segurança Pública da Secretaria do Espírito Santo, 741 pessoas morreram em acidentes em 2020

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 28/02/2021 às 20h43
Atualizado em 28/02/2021 às 20h43
Em todos os acidentes, as vítimas que conduziam motocicletas.
Em Itapemirim, um jovem perdeu o controle da moto e bateu em uma cerca de arame farpado, em dezembro de 2020. Crédito: Internauta

Por dia, pelo menos duas pessoas morreram vítimas de acidente de trânsito no Espírito Santo em 2020. O maior volume  de mortes ocorreu em dezembro, quando 90 pessoas perderam a vida. O ano, marcado pela pandemia do novo coronavírus, encerrou com 741 óbitos no trânsito.

Em 2019, foram registradas 806 mortes, 8,1% a mais do que o ano passado. Os dados são do Observatório da Segurança Pública do Espírito Santo, com estatísticas apenas de óbitos no trânsito, e apontam que a taxa de mortalidade foi de 18,2, o que significa que morreram 18 pessoas a cada cem mil habitantes.

Os dados são produzidos a partir de informações obtidas junto ao Departamento Médico Legal (DML). Neste caso, incluem não só as vítimas que morreram no local do acidente, mas também as que vieram a óbito no hospital. Os dados são de todo o Estado.

De acordo com o capitão Anthony Moraes Costa, do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), vários fatores contribuem para as causas dos acidentes, sendo o principal deles a imprudência, seja ela por desrespeito à legislação, falta de cuidados com a manutenção do veículo e até a direção não adequada à via.

"O trânsito exige um motorista atento e quanto maior for a circulação de veículos, mais atenção é preciso ter porque a possibilidade de provocar um acidente e dele ser de maior gravidade, inclusive com vítimas fatais, é maior”, destaca o capitão.

PERFIL DAS MORTES NO ES

Do total de mortes registradas nas estradas que cortam o Espírito Santo, 79% delas ocorreram em vias estaduais e municipais. Outras 21% foram registradas em rodovias federais.

Dentre as vítimas,  87% eram homens. Outro detalhe é que em 37,1% dos acidentes houve colisões frontais, ou seja, os carros bateram de frente.

Em 15,8% dos casos as vítimas foram atropeladas. Já na  maioria dos acidentes que resultaram em mortes, 47,1% dos que perderam a vida eram motociclistas. 

DIAS E HORAS QUE MAIS MATAM NO TRÂNSITO

VIOLÊNCIA NAS REGIÕES

A Região Metropolitana, onde está reunida quase a metade da população do Espírito Santo, registrou o maior número de mortes no trânsito. Foram 214 em 2020. Em segundo lugar está a Região Sul (152), seguida pelas regiões Norte (149), Noroeste (132) e  Serrana (94).

Já entre os municípios, a Serra lidera o ranking de acidentes com mortes: 29 pessoas que perderam a vida na região. 

ACIDENTES NA REGIÃO METROPOLITANA

Em 2020, segundo dados do BPTran, ocorreram 13.618 acidentes na Região Metropolitana, que envolve as cidades de Vitória, Serra, Vila Velha, Cariacica, Viana, Fundão e Guarapari. Bem menos do que os 18.534 registrados em 2019.  No entanto, ocorreram mais mortes no local do acidente em 2020:  foram 79 contra 66 em 2019.

“Houve uma redução do número de acidentes porque havia um menor número de veículos circulando nas vias, em decorrência da pandemia de Covid-19. Por outro lado, quando se tem uma via mais livre, a pessoa passa a andar mais rápido, o que pode levar a mais acidentes, alguns mais graves e com mortes”, explica o capitão Anthony.

As seguintes cidades registraram mais acidentes na Região Metropolitana, em 2020:

  • Vitória - 4.058
  • Vila Velha - 4.235
  • Serra - 3.607
  • Cariacica - 1.399
  • Viana - 150

Em 2020, a maioria dos acidentes na Região Metropolitana resultou de colisões laterais (4.351). “Casos que ocorrem por desobediência à sinalização. Alguém desrespeitou uma placa de pare,  um cruzamento, uma preferência, uma rotatória ou uma pista preferencial”, explica o capitão Anthony. Foram registradas ainda 3.315 colisões traseiras e 424 colisões frontais.

Espírito Santo Sesp Polícia Militar Polícia Rodoviária Federal acidente espírito santo trânsito veículos

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.