ASSINE

Jeep Compass Limited é SUV com potência e esportividade

Motor testou versão topo de linha do SUV médio da marca, que passou por um facelift no ano passado e ganhou novo motor turbo

Tempo de leitura: 8min
Publicado em 13/04/2022 às 14h37
Jeep Compass Limited é SUV com potência e esportividade
O Jeep Compass Limited tem o novo propulsor turbo T270, que desenvolve muito bem tanto no trânsito quanto na estrada. Crédito: Karine Nobre

Um veículo confortável para dirigir, espaçoso por dentro e com um motor valente. Essas são algumas das características observadas durante o teste-drive realizado por Motor com a versão topo de linha do Jeep Compass, a Limited. O SUV médio veio equipado com o novo propulsor turbo T270, que desenvolve muito bem tanto no trânsito quanto na estrada.

No entanto, a expectativa quanto à economia pode ficar um pouco de fora, mesmo no modo econômico de direção, já que a média verificada oscilou em torno de 8 km/l, com picos de 10 km/l em um trânsito mais vazio, bem próximo da média divulgada pela montadora: 10,2 km/l a gasolina no ciclo urbano e 11,7 km/l no ciclo estrada com o mesmo combustível. Mas para o tamanho do veículo, que mede 4,4m com largura de 1,65m e pesa 1.589 kg, esse consumo está dentro do esperado.

Mas tudo isso compensa na estrada, já que o motor T270 turbo flex 1.3 faz bonito, mostrando por que é o mais potente do mercado atualmente, principalmente no modo Sport, que deixa a sensação de estar pilotando um modelo esportivo, tamanha a desenvoltura dele na estrada.

Abastecido a gasolina, ele atinge uma potência máxima de 180 cv a 3.750 rpm e chega ao torque máximo de 270 Nm a 1.750 rpm. Isso permite, na estrada, ultrapassagens mais seguras, e no trânsito do dia a dia, arrancadas mais rápidas, sem aquele atraso de um carro automático.

MAIS SEGURANÇA

Jeep Compass Limited é SUV com potência e esportividade
Veículo passou por reestilização, com mudança do design das lanternas traseiras. Crédito: Karine Nobre

Aliás, segurança é um ponto forte desse modelo, já que ele vem de série com sete airbags, incluindo o de joelhos para o motorista. O modelo está equipado, também de série, com controle de permanência na faixa, que é um ótimo assistente para viagens longas, evitando que o motorista invada a faixa contrária, ao fazer a correção da direção do veículo mecanicamente e também por meio de um aviso sonoro.

Outro ponto alto é o leitor de placas de trânsito, que registra a velocidade limite no painel do carro, servindo como uma orientação importante para o motorista, principalmente na estrada.

O Compass Limited também está equipado com um sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, bastante sensíveis. Aliás, a sensibilidade é tanta, que em algumas manobras de estacionamento, o sensor de estacionamento tocou repetidamente o aviso sonoro de proximidade de objeto, e que na verdade, era apenas uma sujeira sobre um dos sensores. O que chega a ser um pouco irônico para um carro que tem como DNA trilhas enlameadas.

O modelo também possui câmera de ré, mas não vem com câmera dianteira 360º. Esse equipamento foi introduzido apenas recentemente na gama Jeep, com o lançamento da versão híbrida do Compass. Não faz tanta falta, por conta da câmera de ré, mas é um item que deixa a desejar a sua ausência, ainda mais quando comparado com outros concorrentes, como o Hyundai Creta, que possui câmera 360º a partir da versão Platinum, versão que se aproxima da Limited do Compass.

Fora essa falta, o modelo vem bastante completo em itens de segurança como o controle de frenagem automática, sensor de ponto cego, que a todo momento avisa com um sinal luminoso no retrovisor a aproximação de um veículo nas laterais. Ele também possui controle de cruzeiro automático, estacionamento autônomo, limpador de para-brisa automático, que é acionado quando detecta gotas de chuva sobre o vidro.

Jeep Compass Limited é SUV com potência e esportividade
Painel tem acabamento em material suave ao toque e detalhe cromado em bronze. Crédito: Karine Nobre

DESIGN E CONFORTO

O Jeep Compass passou recentemente por uma reestilização, com novo desenho nos faróis e para-choque, reduzindo os desenhos da grade dianteira. Na traseira, ele tem agora lanternas full LED (para as versões mais próximas do topo de gama, como a Limited) com um desenho diferente. As rodas de liga leve ganharam novo acabamento, com molduras plásticas, que podem, inclusive, ser pintadas na cor da carroceria.

Por dentro, o modelo transita bem entre conforto e um toque mais luxuoso, com destaque para os detalhes cromados em bronze no painel revestido em material suave ao toque, imitando couro.

Jeep Compass Limited é SUV com potência e esportividade
Porta-malas tem capacidade de 476 litros. Crédito: Karine Nobre

Os bancos também são em couro, com uma costura alaranjada e o nome da marca em relevo. Para o motorista, tem ajuste elétrico, o que é um conforto a mais em um modelo que, apesar de ter todo o DNA Jeep, não deixa de lado esse quesito, para que os ocupantes se sintam bem.

Atrás, os ocupantes têm uma saída de ar-condicionado pelo console central, entrada USB, uma tomada de 12 volts e outra de 127 volts. O banco é bipartido, ou seja, é uma forma de aumentar o volume do porta-malas, que não é tão grande, quando comparado com outros veículos da mesma categoria.

O porta-malas tem a capacidade de 476 e pode ser aberto pela chave, pelo interior do carro, ou por aproximação, com o pé sob o para-choque. A versão testada, a Limited, veio com teto solar, que dá um requinte a mais no modelo e pode ser usado com ou sem a cortina. Ele tem boa abertura e é bastante intuitivo de se acionar e possui sensor antiesmagamento.

TECNOLOGIA

Como era de se esperar, o Jeep Compass Limited vem com uma boa quantidade de tecnologia embarcada. Além dos itens de segurança, que o deixam em um patamar bastante satisfatório, o modelo também traz outras regalias para o motorista, como um painel digital, totalmente customizável.

Jeep Compass Limited é SUV com potência e esportividade
Teto solar panorâmico tem cortina e sensor antiesmagamento. Crédito: Karine Nobre

Nele, é permitido usar as sugestões padrões ou então optar pelo painel tripartido, onde é possível visualizar, ao mesmo tempo, várias informações sobre o carro, como velocidade, consumo, pressão dos pneus e até o que está na programação da central multimídia, entre outras.

E por falar nisso, a central multimídia vem com Apple CarPlay e Android Auto e a conexão, com espelhamento do celular, é toda feita sem fio. Não há necessidade de cabos para ter todos os detalhes do aparelho na tela de 10,1 polegadas que vem na versão, que vem de fábrica com um sistema de som premium.

O modelo também vem equipado com um carregador de celular por indução, além de portas USB. Ou seja, enquanto o aparelho está conectado, sem fio à central, ele é recarregado no console central. O ar-condicionado é digital e tem saída com regulagem para os ocupantes da parte traseira da cabine.

A versão Limited tem chave presencial e partida a distância para ligar o veículo, sendo que este é feito por meio de aplicativo. Retrovisores rebatíveis complementam a lista de regalias do modelo, assim como espelho fotocrômico e luzes de leitura individuais (mas não são em LED).

MOTOR E POTÊNCIA

Jeep Compass Limited é SUV com potência e esportividade
Bancos com revestimento em couro e espaço confortável para os ocupantes. Crédito: Karine Nobre

A experiência no volante é bastante positiva. Equipado com o motor T270 1.3, ele mostra por que é o mais potente do mercado. Mesmo no modo econômico é possível sentir toda a potência dos 180 cv do motor, que permite boas arrancadas no trânsito do dia a dia, sem solavancos e uma boa dirigibilidade com seu câmbio automático, que responde bem às acelerações do veículo.

Mas a economia não é o ponto forte do Jeep Compass, já que a média registrada durante o período de teste-drive ficou entre 7 km e 8 km por litro, um pouco acima das versões anteriores, mas provavelmente pode deixar a desejar para quem esperava um nível de consumo menor.

A dirigibilidade é outro ponto alto do modelo, já que mesmo sendo um veículo de dimensões maiores (4,4m de comprimento e 1,65m de largura), parece que está a bordo de um hatch compacto, tamanha a facilidade nas manobras, principalmente para estacionamento, auxiliadas pela direção elétrica.

Aliás, o volante também passou por mudanças estéticas e tem aquele visual típico de carro esportivo e possui dimensões confortáveis para dirigir, aliadas aos ajustes de profundidade e altura, que deixam a experiência satisfatória, já que o motorista consegue ajustar o veículo à sua forma de dirigir e não o contrário.

Apesar do motor potente, ele é bem silencioso, e a cabine ainda tem isolamento acústico, dando mais conforto a seus ocupantes. No geral, o Jeep Compass Limited é um SUV médio que agrada na dirigibilidade, no conforto a seus ocupantes e na potência do seu motor. Mas detalhes como o consumo, o tamanho do porta-malas e a ausência de uma câmera 360º seriam algumas coisas que poderiam melhorar para deixar o modelo em um patamar ainda mais alto.

JEEP COMPASS LIMITED

FICHA TÉCNICA

Jeep Compass Limited é SUV com potência e esportividade
Jeep Compass Limited foi testado por Motor. Crédito: Karine Nobre
  • Motor: transversal dianteiro com 4 cilindros em linha
  • Cilindrada total: 1.332 cm³ 
  • Aspiração: turbocompressor 
  • Potência máxima (ABNT): 180 cv (gasolina) / 185 cv (etanol) a 3.750 rpm 
  • Torque máximo (ABNT): 270 Nm a 1.750 rpm 
  • Nº de válvulas por cilindro: 4 
  • Eixo comando de válvulas: 1 no cabeçote 
  • Transmissão: câmbio automático com seis marchas à frente e uma à ré 
  • Sistema de freios: a pedal e transmissão hidráulica com ABS/ESC
  • Freio dianteiro: a disco ventilado (diâmetro de 305 mm) com pinça flutuante 
  • Freio traseiro: a disco sólido (diâmetro de 278 mm) com pinça flutuante
  • Suspensão dianteira: tipo McPherson com rodas independentes, braços oscilantes inferiores com geometria triangular e barra estabilizadora. Amortecedores hidráulicos e pressurizados 
  • Suspensão traseira: tipo McPherson com rodas independentes, links transversais/laterais e barra estabilizadora. Amortecedores hidráulicos e pressurizados
  • Direção: elétrica com pinhão e cremalheira 
  • Rodas: 7,5” x 19” em liga de alumínio 
  • Pneus: 235/45 R19
  • Peso do veículo em ordem de marcha: 1.589 kg 
  • Capacidade de carga: 400 kg 
  • Comprimento: 4.404 mm 
  • Largura da carroceria: 1.819 mm 
  • Altura do veículo: 1.625 mm 
  • Distância entre eixos: 2.636 mm 
  • Altura mínima do solo entre os eixos: 202 mm 
  • Ângulo de entrada: 20,6° 
  • Ângulo de saída: 30,8° 
  • Ângulo de rampa: 20,1° 
  • Volume do porta-malas: 476 litros 
  • Tanque de combustível: 60 litros
  • Velocidade máxima: 203,5 km/h (gasolina) / 206 km/h (etanol) 0 a 100 km/h: 9,8 s (gasolina) / 9,4 s (etanol)
  • Consumo ciclo urbano: 10,2 km/l (gasolina) / 7,2 km/l (etanol) 
  • Consumo ciclo estrada: 11,7 km/l (gasolina) / 8,3 km/l (etanol)

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais
Test Drive Jeep Compass SUV Jeep Motor A Gasolina Motor Turbo

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.