ASSINE

Vice assume agendas públicas enquanto Casagrande se recupera de Covid-19

Jaqueline Moraes vai participar de solenidades, mesmo que por videoconferência, para entrega de equipamentos e lançamento de projetos. Medida segue recomendação médica, para evitar desgaste do governador

Publicado em 28/05/2020 às 15h11
Atualizado em 28/05/2020 às 20h01
Governador Renato Casagrande e vice-governadora Jaqueline Moraes em videoconferência com o presidente Jair Bolsonaro
Renato Casagrande e Jaqueline Moraes: governador irá dividir atribuições com a vice. Crédito: Reprodução

A vice-governadora do Espírito Santo, Jaqueline Moraes (PSB), vai representar o governo nas próximas agendas públicas no Estado, ainda que por videoconferência. Seguindo uma recomendação médica, o governador Renato Casagrande (PSB), que foi diagnosticado com a Covid-19, vai diminuir o número de reuniões e deve se concentrar na orientação da equipe de governo, internamente.

Além das agendas públicas, Jaqueline também deve assumir a coordenação, com os secretários, em algumas pastas. Ela já acompanhava, em nome do chefe do Executivo, projetos na área de Assistência Social, Cultura e Esporte.

Desde a última segunda-feira (25), quando anunciou que o teste dele e o da primeira-dama, Maria Virgínia Casagrande, deram positivo para o novo coronavírus, Casagrande participou de apenas uma agenda. Na terça-feira (26), ele entregou, por videoconferência, um caminhão e uma retroescavadeira para a Prefeitura de Castelo. Os pronunciamentos, que fazia quase diariamente até a semana passada, também não devem ser feitos nos próximos dias.

O governador tem se mantido isolado na residência oficial da Praia da Costa, onde estava com a esposa até a última terça-feira (26), quando ela precisou ser internada. Maria Virgínia está sendo acompanhada em um hospital particular de Vitória e o quadro dela é estável. A mãe de Casagrande, Anna Venturim Casagrande, de 87 anos, também foi hospitalizada, no mesmo hospital, na última quarta-feira.

Nesta quinta-feira (28), Casagrande se reuniu com a equipe de governo. Ele deve seguir dando as orientações sobre a condução do Estado. A vice-governadora, Jaqueline Moraes, participou do encontro. Segundo ela, o governador mostrou que, fisicamente, estava bem.

"Nós vamos dividir um pouco mais as tarefas, principalmente nessas entregas, que são encontros mais demorados, em que ampliamos a participação de outras pessoas, além dos prefeitos. Por indicação médica, ele vai se recolher. Isso não impede que ele continue fazendo as orientações junto à equipe de governo. A live de Castelo, por exemplo, foi feita em 40 minutos, mas às vezes essas transmissões podem se alongar", afirma Jaqueline.

CRESCIMENTO DE OCUPAÇÃO DE LEITOS PREOCUPA

Um dos temas que tem mais preocupado o governo nos últimos dias é a ocupação de leitos de UTI no Estado por vítimas de Covid-19. Caso se atinja o percentual de 90% de ocupação, Jaqueline diz que "é provável" que medidas mais restritivas, como o lockdown – bloqueio total das atividades – sejam adotadas. Na região metropolitana da Grande Vitória, o índice de ocupação está, em dados da Secretaria de Saúde na última quarta-feira (27), em 83,6%.

"Se passar esse percentual (de 90%) é bem provável que a gente saia de um alerta vermelho para um alerta roxo. O governo não quer fazer lockdown, não é uma vontade nossa. Desde o início o interesse era impedir que a doença crescesse de maneira exponencial. Nós fazemos o acompanhamento diário, mas a ocupação de leitos é algo que varia muito. O Laboratório Central Estadual (Lacen) tem agilizado os testes, até para que um paciente com outra doença não ocupe um leito destinado para quem está com a Covid. É algo que está sendo acompanhado dia a dia", explica.

Na próxima sexta-feira (29) haverá uma reunião entre governo, médicos, acadêmicos e empresários para discutir as estratégias para o controle da pandemia.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.