ASSINE

Meneguelli recusa convite de Pazolini já de olho na eleição de 2022

Sérgio Meneguelli ligou para o prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, nesta segunda-feira (08), informando que não aceitaria o convite para ser secretário de Cultura da Capital

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 08/02/2021 às 12h54
Atualizado em 08/02/2021 às 15h11
Sergio Meneguelli e Lorenzo Pazolini, no gabinete do prefeito de Vitória
Sérgio Meneguelli e Lorenzo Pazolini no gabinete do prefeito de Vitória. Crédito: Divulgação

O ex-prefeito de Colatina Sérgio Meneguelli (Republicanos) não será secretário de Cultura na Prefeitura de Vitória. Ele agradeceu o convite feito pelo prefeito da Capital, Lorenzo Pazolini (Republicanos), na última semana, mas recusou o cargo. Os dois conversaram por telefone na manhã desta segunda-feira (08). Meneguelli, que tem três mandatos como vereador e um como prefeito de Colatina, foi ator de teatro durante os anos 1980 e 1990 e organizou festivais e bailes no Noroeste capixaba.

Meneguelli disse não considerar correto aceitar um cargo público sem ter prestado concurso ou ser eleito pelo povo. Para tomar a decisão, segundo a equipe, ainda colocou na balança o fato de que teria que deixar a secretaria daqui um ano, para disputar as eleições para o Legislativo – Meneguelli almeja ser deputado estadual.

"Foi um dos maiores convites que recebi na vida. Um salário maior até do que eu tinha como prefeito, mas, neste momento, seria uma incoerência ao meu DNA entrar em um cargo público sem prestar concurso ou sem ser eleito pelo voto popular. Eu tenho um projeto para daqui a dois anos e não seria interessante ser secretário agora e deixar o cargo daqui a um ano e meio", disse Meneguelli, em vídeo publicado em redes sociais. 

O prefeito de Colatina tem salário bruto de R$ 10,2 mil, enquanto um secretário municipal de Vitória recebe R$ 13,8 mil por mês.

O político ficou conhecido nas redes sociais após viralizarem vídeos em que aparecia cuidando de praças e jardins da cidade durante os dias de folga. Algumas páginas o classificaram como o "melhor prefeito do país". A fama lhe rendeu até um convite para um café com o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido).

Meneguelli destacou que recebeu convite de outras cidades do Espírito Santo, como Colatina e São Roque do Canaã, e até de fora do Estado, citando Sorocaba (SP) e São Pedro da Aldeia (RJ), para fazer parte da equipe de governo. Ele agradeceu aos prefeitos, mas disse que não ocupará cargos públicos até a eleição.

"A cultura de Vitória é rica, é grande. Podem contar comigo, eu estarei como voluntário. Agradeço ao Pazolini e a todos os prefeitos que também me convidaram, mas vou permanecer sem cargo público até eu disputar o Legislativo em 2022", destacou.

O ex-prefeito de Colatina já comunicou ao partido que deseja ser candidato a deputado estadual em 2022. Como o atual presidente da Assembleia LegislativaErick Musso (Republicanos), tem afirmado internamente que será candidato a deputado federal, Meneguelli se torna a principal aposta do partido para puxar votos na chapa estadual nas próximas eleições. O pleito será o primeiro para deputado em que não haverá coligações com outros partidos.

De acordo com pessoas próximas do ex-prefeito, o cargo de deputado federal não enche os olhos de Meneguelli, já que são 513 parlamentares na Câmara e com atuação focada em Brasília, onde ocorrem as sessões. Ele quer uma função que o possibilite estar mais perto de sua cidade, por isso o foco em uma campanha para deputado estadual. O desejo pela Assembleia já foi levado à direção do Republicanos.

"O meu futuro a Deus pertence, eu só posso dar uma dica. Meus planos são no Legislativo, mas não quero falar disso agora", disse, ao responder  a uma pergunta de um seguidor em transmissão ao vivo no Facebook, na última semana.

Sem mandato, o prefeito tem se concentrado em fazer palestras pelo país, após a fama nas redes sociais. Ele iniciou na última quarta-feira (3) um projeto em que faz transmissões ao vivo em sua página para comentar a política local e nacional, além de falar um pouco sobre seus próprios projetos.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.