ASSINE

Ibope: Vidigal lidera em todos os segmentos, com destaque entre mais pobres e sem ensino superior

A preferência pelo ex-prefeito cai entre os mais abastados, mas ainda continua superior a de Fabio Duarte (Rede) na pesquisa eleitoral. Vidigal alcança 51% dos eleitores que declaram receber mais de dois salários, enquanto o candidato da Rede tem 37%

Vitória
Publicado em 24/11/2020 às 04h50
Atualizado em 24/11/2020 às 04h50
Sergio Vidigal e Fabio Duarte estão no segundo turno na eleição da Serra
Sergio Vidigal e Fabio Duarte estão no segundo turno na eleição da Serra. Crédito: Arte Geraldo Netto

O deputado federal Sergio Vidigal (PDT) largou na frente na disputa pela Prefeitura da Serra na corrida do segundo turno. Com 56% das intenções de voto, de acordo com a pesquisa eleitoral feita pelo Ibope, divulgada nesta segunda-feira (23), ele lidera entre eleitores de todos os segmentos, mas se destaca como preferência da classe mais baixa e dos menos escolarizados. 

Dos entrevistados que declararam receber até um salário mínimo, 61% pretendem votar em Vidigal, que já governou a cidade por três mandatos. A preferência pelo ex-prefeito cai entre os mais abastados, mas ainda continua superior a de Fabio Duarte (Rede). Vidigal alcança 51% dos eleitores que declaram receber mais de dois salários, enquanto o candidato da Rede tem 37%. 

É também entre os menos escolarizados que o ex-prefeito tem melhor desempenho. Ele é apontado como voto de 65% daqueles que cursaram até o ensino fundamental. Entre os que cursaram uma faculdade, esse percentual é menor: 48% afirmam votar em Vidigal. Já Fabio tem 35% da preferência dos que cursaram ensino superior.

VIDIGAL É OPÇÃO DOS QUE AVALIAM BEM A GESTÃO DE AUDIFAX

Apesar de o candidato apoiado pelo prefeito Audifax Barcelos (Rede) ser Fabio, é Vidigal que aparece ligeiramente à frente nas intenções de voto daqueles que avaliam positivamente a atual gestão. Ele têm 48% da preferência dos eleitores que classificam a administração de Audifax como boa ou ótima. Fabio, por sua vez, tem 46%.

Eles aparecem tecnicamente empatados na margem de erro de cinco pontos percentuais para mais ou para menos nesse quesito. Entre aqueles que classificam a gestão de Audifax como péssima ou ruim, a preferência de 68% é por Vidigal.

Vidigal e Audifax revezam o comando da Prefeitura da Serra desde 1997, quando o parlamentar assumiu seu primeiro mandato à frente da cidade. A dupla polarizou as duas últimas eleições, se enfrentando tanto em 2012 quanto em 2016. Nos dois casos, o prefeito levou a melhor. Mas os dois nem sempre foram adversários. 

Quando Audifax concorreu pela primeira vez, em 2004, foi com apoio de Vidigal. Ele foi secretário de Administração no segundo mandato do pedetista, que teve início no ano 2000. Os dois romperam logo depois e passaram a se alternar no poder.

Como Audifax está em seu segundo mandato consecutivo, não pode disputar a reeleição. O prefeito aposta em Fabio Duarte, que é seu líder na Câmara municipal. Apesar do apadrinhamento, o vereador tem tentando se desvincular da imagem do atual gestor no segundo turno. 

Fabio aposta no discurso de renovação nesta reta final. Para mostrar certa independência do seu padrinho, o candidato tem dito que não concorda com todas as atitudes da atual gestão. Em entrevista para A Gazeta, o vereador disse que Audifax não limpa bairros de líderes comunitários que são seus adversários, mas que ele vai fazer diferente. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.