ASSINE

Fabio Duarte diz que Audifax não limpa bairros de líderes comunitários adversários

Apoiado por Audifax Barcelos nas eleições, Fabio disse em entrevista para A Gazeta que não concorda com tudo que o atual prefeito faz. O candidato ressaltou que, se eleito, será ele a comandar a cidade. Veja o vídeo

Vitória
Publicado em 19/11/2020 às 15h53
Fabio Duarte durante entrevista para A Gazeta
Fabio Duarte durante entrevista para A Gazeta. Crédito: Reprodução

O vereador e candidato a prefeito da Serra Fabio Duarte (Rede) afirmou, em entrevista para A Gazeta nesta quinta-feira (19), que não concorda com tudo o que a gestão de seu principal apoiador, o atual prefeito, Audifax Bacelos (Rede), faz. Para exemplificar e mostrar certa independência em relação ao padrinho político,  Fabio afirmou que a prefeitura não limpa ruas de bairros em que as lideranças comunitárias não são politicamente aliadas ao prefeito. E disse que vai fazer diferente, se eleito.

"Tem várias coisas da gestão Audifax que eu não concordo. Por exemplo, você deixar de limpar um bairro por causa de um presidente de comunidade que não é meu aliado. A cidade será limpa. Independentemente do presidente de comunidade ser meu amigo ou meu inimigo. A nossa cidade será limpa independente disso. Quem governa, governa não só para os amigos, governa para todos. Esse será o meu foco, eu irei governar para todos”, afirmou.

A declaração foi dada após Fabio ser questionado, na entrevista, sobre se apresentar como o candidato da renovação, apesar de ser apoiado pelo atual prefeito.

VEJA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA

O candidato disputa o segundo turno da eleição na Serra com o deputado federal Sergio Vidigal (PDT).  Vidigal e Audifax revezam-se no comando da cidade desde 1997, após o resultado das eleições de 1996, que consagraram o pedetista. Depois, Vidigal apoiou Audifax, que foi eleito, mas os dois romperam. Como está no segundo mandato consecutivo, o atual prefeito não pode tentar a reeleição e tenta emplacar o vereador Fabio Duarte como sucessor. 

Na transmissão, Fabio quis deixar bem claro que, apesar do apoio do atual prefeito, é ele quem vai comandar a cidade, caso seja eleito.

"Lógico, tudo que está indo bem na cidade será mantido. Mas, com aquilo que não está dando certo, nós iremos fazer com que a cidade venha a ter um avanço. Avanço de verdade. A cidade da Serra pode confiar que quem vai comandar essa cidade serei eu. Quem vai comandar é o Fabio, não tenham dúvidas disso”, destacou.

O QUE DIZ A PREFEITURA DA SERRA

A reportagem procurou a Prefeitura da Serra para questionar sobre a declaração de Fabio de que os bairros em que há lideranças comunitárias não alinhadas ao prefeito não passam por limpeza. Por meio de nota, a administração municipal disse que a "limpeza e a varrição são realizadas em todos os bairros de forma regular, conforme o cronograma de dias e turnos da Secretaria de Serviços".

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.