ASSINE

Eleições em Guarapari: os candidatos confirmados e o tabuleiro após as convenções

Das 10 chapas que se formaram, seis devem ser puro-sangue, ou seja, compostas por pessoas do mesmo partido

Publicado em 18/09/2020 às 17h32
Atualizado em 18/09/2020 às 18h35
Prefeitura de Guarapari
Prefeitura de Guarapari: atual prefeito tenta a reeleição e outros nomes também disputam o comando do Executivo municipal. Crédito: Reprodução/Prefeitura de Guarapari

Chegou ao fim, na quarta-feira (16), o prazo para a realização das convenções partidárias, momento em que os partidos se reúnem para definir seus candidatos e fechar alianças para disputar as eleições. Em Guarapari, 10 nomes permanecem na corrida, por enquanto. O que é definido nas convenções, embora oficial, ainda pode mudar. As siglas têm até o dia 26 de setembro para fazer mudanças, quando acaba o prazo estipulado pela Justiça Eleitoral para pedidos de registro de candidatura.

Das 10 candidaturas que permanecem no jogo, seis devem chegar às urnas em chapas puro-sangue, que é quando os partidos escolhem o candidato a prefeito e o vice de dentro do próprio quadro de filiados, ou seja, sem fazer alianças.

Tradicionalmente, os partidos não priorizavam montar chapas puras, mas com o fim das coligações para eleição de vereadores, manter a candidatura a prefeito tornou-se uma forma de dar visibilidade aos que disputam uma cadeira na Câmara municipal.  Assim, muitas siglas lançaram-na empreitada, ainda que sozinhas.

EDSON MAGALHÃES (PSDB)

  • Vice: Leozildo Silva (DEM)

O atual prefeito da cidade, Edson Magalhães (PSDB), foi confirmado como candidato à reeleição e trouxe para sua chapa Leozildo Dias Silva, do DEM, como vice. Leozildo é irmão de um empresário do município, Toquinho. Os partidos têm em sua coligação os partidos Cidadania, Solidariedade e Patriota.

GEDSON MERÍZIO (PSB)

  • Vice: Kaká Machado (PSL)

Outro casamento confirmado e, de certa forma, inesperado, foi a chapa Gedson Merízio (PSB) e Kaká Machado (PSL). Os partidos, em âmbito nacional, são opostos em ideologia e posicionamentos.

No Estado, essa aliança se faz possível pelo bom diálogo criado pelo atual presidente estadual da legenda, deputado estadual Alexandre Quintino, com o partido socialista, do governador Renato Casagrande. No espectro político, o PSB se encontra mais à esquerda enquanto o PSL, partido que elegeu Jair Bolsonaro, (hoje sem partido), é de direita.

A coligação do PSB tem, ainda, o Podemos e o PV. O primeiro, inclusive, ofereceu duas opções de vice para o socialista, que acabou escolhendo Kaká.

FERNANDA MAZZELLI (REPUBLICANOS)

  • Vice: André Cabral (PDT)

A atual vereadora de Guarapari e ex-atleta de jiu-jitsu Fernanda Mazzelli foi confirmada como candidata a prefeita do município. Seu vice na chapa é do PDT, o advogado André Cabral. O PDT havia indicado três possíveis nomes, mas Cabral foi escolhido para que a chapa seja a "junção da minha juventude com a experiência dele, que já foi procurador do município e professor", de acordo com a vereadora.

CARLOS VON (AVANTE)

  • Vice: Dr. Rogério Zanon (DC)

O deputado estadual Carlos Von (Avante), que já disputou as eleições municipais em 2016, sem sucesso, foi confirmado pelo partido para mais uma disputa. Seu vice veio do DC, o médico Rogério Zanon. Os partidos ainda não têm aliança com outras siglas.

CORONEL FERRARI (PSD)

  • Vice: Sandra Potiher (PSD)

Mesmo tendo aliança com MDB e PTC, o PSD de Guarapari formalizou em convenção uma chapa puro-sangue. O MDB não formou chapa para vereador e o PTC, por enquanto, confirmou duas candidaturas para o Legislativo.

OZIEL DE SOUSA (PSC)

  • Vice: Sargento Cláudia Lyra

O vereador Oziel de Sousa foi confirmado pelo PSC como candidato à Prefeitura de Guarapari. Como vice, o partido escolheu a sargento Cláudia Lyra, também do PSC.

BÁRBARA HORA (PT)

  • Vice: Loren José (PT)

O PT também formou uma chapa com candidata a prefeita e vice do próprio partido. A jornalista Bárbara Hora foi confirmada como cabeça de chapa e o advogado e engenheiro civil Loren José vai ocupar a vaga de vice.

FREDSON FAGUNDES (PL)

  • Vice: Carla Fraga (PL)

O PL, partido do ex-senador Magno Malta, fechou uma chapa puro-sangue para concorrer à Prefeitura de Guarapari. Para prefeito, a sigla fechou o nome de Fredson Fagundes e para vice, Carla Fraga.

MARIA HELENA (PP)

  • Vice: Em aberto, mas será do PP

O PP confirmou o nome da ex-secretária de Saúde e Assistência Social de Guarapari Maria Helena Netto como candidata a prefeita do município. A negociação para a vaga de vice já está sendo fechada e deve ser um empresário que é filiado ao partido. A sigla tem como aliado o PROS.

CLÁUDIO PAIVA (PRTB)

  • Vice: Claudia Mendes

O PRTB é outro partido que vai apostar em uma chapa puro-sangue nas eleições. O nome do psicanalista Cláudio Paiva foi confirmado e anunciou Cláudia Mendes como sua vice.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.