ASSINE

É falso que Assumção esteja empatado com Coser em Vitória na pesquisa Ibope

Montagem que vem sendo compartilhada pelo WhatsApp tenta se passar por uma reportagem do portal G1 ES. Ordem de colocação de candidatos foi invertida e percentuais de intenção de voto adulterados

Publicado em 21/10/2020 às 14h44
Atualizado em 22/10/2020 às 15h13
Montagem usa publicação do G1 para adulterar percentuais de intenção de voto de candidatos à Prefeitura de Vitória na pesquisa Ibope
Montagem usa publicação do G1 para adulterar percentuais de intenção de voto de candidatos à Prefeitura de Vitória na pesquisa Ibope. Crédito: Arte/Reprodução

É falso que o deputado estadual Capitão Assumção (Patriota) apareceu empatado com o ex-prefeito de Vitória João Coser (PT) na primeira pesquisa Ibope/Rede Gazeta para prefeito de Vitória em 2020, como afirma uma imagem que tem sido compartilhada pelo WhatsApp. A postagem tenta se passar por uma matéria do portal G1 ES.

Detectada em monitoramento de redes sociais feito pelo Passando a Limpo, serviço de checagem de A Gazeta, a montagem que foi espalhada em grupos de WhatsApp usa uma captura de tela (print) da matéria original da pesquisa publicada pelo G1 ES na terça-feira (13), mas traz uma ordem de colocação de candidatos modificada e percentuais de intenção de voto adulterados.

O Passando a Limpo checou a matéria do portal G1, a pesquisa original do Ibope, consultou o instituto sobre os supostos números e verificou que as afirmações são falsas. É considerado falso o conteúdo que tenha sofrido edições para mudar o seu significado original e divulgado com ou sem a intenção de espalhar uma mentira.

POSIÇÃO E PERCENTUAIS DE CANDIDATOS DISTORCIDOS

A imagem compartilhada não traz o número de registro da suposta pesquisa nem deixa claro se ela teria sido feita pelo Ibope. Porém, como a única pesquisa em relação à disputa pela Prefeitura de Vitória divulgada até o momento pelo G1 e demais veículos da Rede Gazeta foi a do instituto, em 13 de outubro, fica claro que a montagem foi feita com intenção de se referir a essa pesquisa ao usar a montagem do portal G1.

O conteúdo aponta erroneamente que Assumção e Coser dividem a liderança na pesquisa com 22% das intenções de voto cada um. Coser realmente tem 22% das intenções estimuladas de voto na pesquisa Ibope, mas Assumção, não. Ele tem 6%. Quem está empatado com Coser, também com 22%, é o deputado estadual Fabrício Gandini (Cidadania).

Na montagem com as informações falsas Assumção surge com 22% e Gandini, com 10%.

A montagem também mudou a posição e os percentuais registrados na pesquisa pelos candidatos Lorenzo Pazolini (Republicanos) e Neuzinha de Oliveira (PSDB). Na pesquisa, o delegado aparece em terceiro lugar, com 10% e a vereadora em quarto, com 7%. Já na publicação falsa Pazolini aparecia em quarto, com 7%, e Neuzinha em quinto, com 6%. 

Já os percentuais de intenção de voto dos candidatos Sérgio Sá (PSB), Mazinho (PSD), Namy Chequer (PCdoB), Coronel Nylton (Novo) e Gilbertinho Campos (Psol) foram mantidos os mesmos da publicação original.

Procurado pelo Passando a Limpo, o Ibope reforçou que a imagem traz números adulterados e que os números corretos da pesquisa de intenção de voto estimulada (quando uma lista com os nomes dos candidatos é apresentada previamente pelo pesquisador ao entrevistado) foram divulgados pelo instituto e estão publicados no G1 ES e em A Gazeta, sendo reproduzidos no gráfico abaixo:

O Ibope também mediu a intenção de voto espontânea (quando o eleitor é questionado em quem pretende votar, mas não são apresentados os nomes dos candidatos pelo entrevistador) e o índice de rejeição dos candidatos em Vitória, mas também em nenhum desses recortes os percentuais correspondem aos números que foram divulgados na montagem. 

A pesquisa eleitoral do Ibope está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o protocolo ES‐00783/2020 e foi realizada entre os dias 11 e 12 de outubro, com 602 entrevistas. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos.

Foram realizadas entrevistas pessoais com utilização de questionário elaborado de acordo com os objetivos da pesquisa. As pessoas selecionadas para as entrevistas são de acordo com as proporções na população de sexo, grupos de idade, instrução e atividade econômica.

POR QUE CHECAMOS

Apesar de não ser possível mensurar a viralização de conteúdos compartilhados pelo WhatsApp, a imagem foi encontrada pelo Passando a Limpo em grupos de WhatsApp e também foi recebida pela equipe de A Gazeta como sugestão de checagem. Não é possível identificar a origem da montagem.

O Passando a Limpo monitora e verifica publicações que viralizam nas redes sociais com conteúdos enganosos relacionados às eleições majoritárias no Espírito Santo, com destaque para as maiores cidades do Estado, como Vitória, Serra, Vila Velha e Cariacica.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.