ASSINE

Arnaldinho vai contingenciar 30% do orçamento das secretarias e cortar 50% dos comissionados

Única secretaria que não vai ter cortes é a de Saúde, devido à pandemia de Covid-19. De acordo com o prefeito, as finanças do município são prioridade na cidade

Vitória
Publicado em 02/01/2021 às 07h37
Atualizado em 02/01/2021 às 07h37
 Arnaldinho Borgo, prefeito eleito em Vila Velha, fala sobre os planos para a cidade de Vila Velha para os próximos quatro anos
Arnaldinho Borgo tomou posse como prefeito de Vila Velha nesta sexta-feira (1º). Crédito: Fernando Madeira

As primeiras medidas tomadas pelos prefeito de Vila VelhaArnaldinho Borgo (Podemos)empossado na tarde desta sexta-feira (1º), vão ter como objetivo cortar gastos no município. O novo chefe do Executivo da cidade canela-verde vai contingenciar 30% do orçamento das secretarias e cortar 50% dos cargos comissionados.

A única secretaria que, segundo o prefeito, não vai sofrer o corte é a de Saúde, por causa da pandemia de Covid-19.

"A cidade hoje, infelizmente, tem o maior número de infectados pelo novo coronavírus. Não podemos cortar o custeio em saúde, tem que ter prioridade. Mas em todas as outras isso vai ser feito, cada uma delas vai ter que cortar 30%. Prezamos por um orçamento responsável e pelas contas públicas", disse.

Este vídeo pode te interessar

O prefeito eleito vai reduzir pela metade, em 50%, os cargos comissionados, que são de confiança do chefe do Executivo e de livre nomeação. Atualmente, 1.100 pessoas exercem cargos comissionados na prefeitura, de acordo com o prefeito. No Portal de Transparência de Vila Velha constam 886.

Em dezembro, o ex-prefeito Max Filho (PSDB) havia exonerado todos os servidores comissionados e secretários do município em ato publicado no Diário Oficial. Na ocasião, apenas conselheiros tutelares e diretores de unidades de ensino foram mantidos nas funções.

A medida passou a valer a partir de 31 de dezembro, ou seja, Arnaldinho tomou posse como prefeito, nesta sexta-feira, com o quase todos os cargos comissionados desocupados. Ele será o responsável por recompor o quadro.

Outras duas medidas que vão ser adotadas pelo prefeito, como primeiras ações do mandato: renovação do decreto de calamidade e emergência da pandemia e realização de uma auditoria em todos os contratos existentes na Prefeitura de Vila Velha.

"Vamos analisar todos os contratos e ver o que pode ser cortado, o que dá para renegociar. Nossa gestão vai ser muito responsável com as finanças do município principalmente diante deste momento", garantiu Arnaldinho.

Os decretos devem ser assinados na próxima segunda-feira (4).

"ELE [MAX FILHO] ESTEVE AUSENTE NOS ÚLTIMOS QUATRO ANOS"

Durante o discurso de posse, Arnaldinho não mencionou o ex-prefeito Max Filho (PSDB), que tentou a reeleição e saiu derrotado, ou a antiga administração. Os dois protagonizaram diversos embates durante a campanha e não se falaram durante a transição de governos, que ocorreu de forma tensa e conturbada na cidade.

Max também não esteve na sessão solene de posse de Arnaldinho. 

Ao ser questionado sobre a ausência de Max, Arnaldinho disparou: "Ele esteve ausente hoje e nos últimos quatro anos", se referindo ao mandato do ex-prefeito.

Segundo Arnaldinho, a gestão dele vai ser próxima da Câmara e permitir o diálogo, algo que, na visão dele, o ex-prefeito não fez.

"Os vereadores vão encontrar um prefeito que foi vereador durante oito anos e que vai dar a eles a oportunidade de dialogar com a administração de ter portas abertas, o que, eu, enquanto vereador, não tive da antiga gestão. Vamos construir políticas juntos", finalizou.

Após a posse nesta sexta, Arnaldinho abriu a prefeitura com os vereadores. Lá, todos os parlamentares tiveram a oportunidade de discursar, momento transmitido pelo canal do prefeito no YouTube. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rapido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.