ASSINE

Pazolini prega volta do diálogo e quer recuperar capacidade de investimento de Vitória

Delegado assumiu a cadeira no Executivo da Capital de forma virtual, em sessão solene de posse realizada de maneira híbrida. Vice e 15 vereadores também foram empossados

Publicado em 01/01/2021 às 20h31
Posse do prefeito de Lorenzo Pazolini na Câmara de Vitória
Posse do prefeito de Lorenzo Pazolini na Câmara de Vitória. Crédito: Mariana Duarte /CMV

Empossado como prefeito de Vitória pela Câmara Municipal nesta sexta-feira (1º), Lorenzo Pazolini (Republicanos) defendeu, em seu primeiro discurso no cargo, um compromisso com o diálogo com os mais diversos setores da sociedade e que a Capital recupere sua capacidade de investimentos com recursos próprios.  Além dele, também assumiram os cargos para os quais foram eleitos em 2020 a sua vice, Capitã Estéfane Ferreira (Republicanos), e os 15 vereadores que se elegeram para os próximos quatro anos.

A sessão foi realizada na Câmara de Vitória de forma híbrida, com os vereadores presencialmente, mas com o prefeito e a vice-prefeita participando por videoconferência. Na sua fala, Pazolini destacou que a cidade que está dividida, segregada, e precisa ser reconstruída para olhar para frente, alfinetando o prefeito antecessor, Luciano Rezende (Cidadania), mesmo sem mencioná-lo. A crítica a Luciano sobre a falta de diálogo foi explorada por Pazolini também na campanha eleitoral.

Citando uma passagem bíblica, ele frisou que "uma casa dividida não se sustenta".

"Nosso principal desafio à frente da prefeitura é solidificar, através de atos concretos, o nosso compromisso de diálogo: com servidores, com a sociedade civil organizada, com profissionais da saúde, moradores, professores, com todos que moram e amam esta cidade. Virar essa página. Abrir a prefeitura para a sociedade, permitir que haja controle social e que os atos públicos possam ser fiscalizados e acompanhados, sem retaliação, comportamento invasivo ou antidemocrático por parte do gestor", disse.

Lorenzo Pazolini (Republicanos) foi empossado
Lorenzo Pazolini (Republicanos) foi empossado como prefeito de Vitória, de forma virtual, em sessão da Câmara. Crédito: Reprodução/Youtube

Ele também mencionou que a Capital tem um orçamento para o ano de 2021 de mais de R$ 2 bilhões, mas com uma capacidade de investimento com recursos próprios que "beira a zero".

"Nosso objetivo é construir cidade mais pacífica e igualitária, por isso é fundamental que possamos recuperar a capacidade de investir com recursos próprios, fazer o dinheiro chegar a quem mais precisa, na forma de programas e obras que mudem, para melhor, a vida dos moradores da cidade. Precisamos cuidar melhor das contas e ter mais responsabilidade, para que tenhamos, em um futuro breve, capacidade de investimento para retomar o protagonismo da cidade de Vitória", afirmou. 

Lorenzo Pazolini deixa o cargo de deputado estadual, no qual estava no primeiro mandato, após ter sido eleito no segundo turno com 102.466 votos. É a primeira vez que ele assume um cargo eletivo no Poder Executivo. Antes de ser deputado, atuou como delegado da Polícia Civil e auditor do Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCES).

A vice-prefeita eleita, Capitã Estéfane Ferreira, agora passa a ser capitã da reserva e, na posse, apareceu fardada, por vídeo. Ela também discursou em defesa de "unir a cidade", e enfatizando a representatividade das mulheres.

"Queremos governar para toda a população, não só para aqueles que votaram em nós. É uma honra muito grande, poder ombrear com as mulheres que deixaram sua marca na história. Temos diversos exemplos: Cleópatra, Clarice Lispector. E eu tenho a minha oportunidade de também deixar minha marca na história, graças ao voto de cada um."

"Muito além dessas mulheres que se tornaram personalidades públicas, é uma honra para mim representar as mulheres comuns, como minha mãe, amigas, que são exemplares e admiráveis. Não só as mulheres, mas todos os setores com quem me comunico: a população negra, a população jovem, as pessoas que vieram de periferia, escola pública, militares. Vários que se identificam com tudo o que represento", destacou.

Na sessão, também participaram de forma virtual o presidente do TCES, Rodrigo Chamoun, o presidente da Assembleia Legislativa e aliado de Pazolini, Erick Musso (Republicanos), e a presidente da Findes, Cristiane Samorini. 

VEREADORES EMPOSSADOS

A sessão começou com a posse dos vereadores. Denninho Silva (Cidadania), que foi o parlamentar mais votado, assumiu a presidência da Mesa Diretora momentaneamente, e Camila Valadão (PSOL), a segunda mais votada, atuou como secretária-geral. Foi feita a leitura do compromisso de posse por Davi Esmael (PSD) e, em seguida, a assinatura do termo por cada um dos 15 vereadores.

Posse do prefeito de Lorenzo Pazolini na Câmara de Vitória
Vereadores deram posse ao prefeito de Lorenzo Pazolini na Câmara de Vitória. Crédito: Mariana Duarte /CMV

Veja quem são os 15 vereadores empossados em Vitória:

  • Denninho Silva (Cidadania) - 7.213 votos - reeleito
  • Camila Valadão (PSOL) - 5.625 votos
  • Davi Esmael (PSD) - 3.408 votos - reeleito
  • Luiz Emanuel (Cidadania) - 3.105 votos - reeleito
  • Delegado Piquet (Republicanos) - 2.364 votos
  • Mauricio Leite (Cidadania) - 2.247 votos
  • Karla Coser (PT) - 1.961 votos
  • Luiz Paulo Amorim (PV) - 1.952 votos - reeleito
  • Anderson Goggi (PTB) - 1.736 votos
  • André Brandino (PSC) - 1.693 votos
  • Duda Brasil (PSC) - 1.567 votos
  • Gilvan Patriota (Patriota) - 1.560 votos
  • Dalto Neves (PDT) - 1.300 votos - reeleito
  • Armandinho Fontoura (Podemos) - 1.264 votos
  • Aloísio Varejão (PSB) - 1.239 votos

A Câmara da Capital terá 10 novos vereadores, o que representa uma renovação de 66%. Dos 15 parlamentares que estavam na legislatura 2017-2020, 11 tentaram a reeleição, mas apenas cinco vão permanecer na Casa nesta nova legislatura.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.