ASSINE

Professor baleado no ES: jovem é preso e diz que crime foi motivado por ciúme

Em depoimento aos policiais, Gustavo Cardoso dos Santos, de 20 anos, confessou o crime. Ele tinha mandado de prisão em aberto

Tempo de leitura: 2min
Linhares
Publicado em 26/04/2022 às 11h37
Atualizado em 27/04/2022 às 07h08
A Polícia Civil disponibilizou uma foto do atirador
A Polícia Civil disponibilizou uma foto do atirador. Crédito: Reprodução

O homem que atirou contra o professor de matemática Erick Alves Jatobá, na última semana, em Linhares, no Norte do Espírito Santo, se apresentou à polícia nesta terça-feira (26). Gustavo Cardoso dos Santos, de 20 anos, confessou o crime e disse que agiu por ciúme. Ele será encaminhado para a Penitenciária Regional de Linhares (PRL). 

Segundo o delegado Fabrício Lucindo, chefe da 16ª Delegacia Regional, em Linhares, o atirador suspeitou que o educador tivesse um envolvimento com a namorada dele. "Ele tem uma namorada e suspeitou de um envolvimento entre o professor e a namorada dele. Por isso, ele se imbuiu de ciúmes e acabou atirando no professor", explicou.

Gustavo se apresentou acompanhado do advogado. No entanto, como já existia contra ele um mandado de prisão em aberto, ele foi preso. 

Gustavo Cardoso dos Santos, de 20 anos, confessou o crime contra o professor. Crédito: Polícia Civil | Divulgação
Gustavo Cardoso dos Santos, de 20 anos, confessou o crime contra o professor. Crédito: Polícia Civil | Divulgação

Nesta terça, o professor continuava internado no Hospital Rio Doce em estado grave. Ele está sedado e sob ventilação mecânica.

ENVOLVIDOS NO CRIME

As investigações da Polícia Civil apontavam que três pessoas participaram do crime. Além do atirador, outros dois adolescentes teriam envolvimento. Eles foram apreendidos menos de 24 horas após o fato.

Os jovens, ambos de 17 anos, vão responder por ato análogo ao crime de tentativa de homicídio. Eles estão internados no Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) do Norte.

O CRIME

O professor Erick Alves Jatobá foi baleado no peito e na cabeça, no horário de saída da Escola Estadual de Ensino Fundamental (EEEF) José de Caldas Brito, no bairro Araçá, em Linhares, no Norte do Espírito Santo, no início da tarde de quarta-feira (20).

Atualização

27 de Abril de 2022 às 07:07

Após a publicação da reportagem, a polícia informou que o atirador tinha ciúme da namorada dele com o professor. O texto foi atualizado. 

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.