ASSINE

Casal alugou apartamento para observar e invadir casa de mulher em Guarapari

Responsável por prender um adolescente de 17 e a namorada, de 18 anos, o delegado  Guilherme Eugênio detalhou a tentativa de latrocínio ocorrido contra uma mulher de 57 anos, no fim de janeiro, na Praia do Morro

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 12/02/2021 às 13h50
Guarapari
Na tentativa de fuga com os objetos roubados, o menor de 13 anos bateu com o carro da vítima dentro da garagem da casa, em Guarapari. Crédito: Divulgação/Polícia Civil

No fim de janeiro deste ano, uma mulher de 57 anos foi violentamente agredida por dois jovens, um de 17 e outra de 18 anos, durante um assalto à residência da vítima localizada na Praia do Morro, em Guarapari. Além da dupla, um adolescente de 13 anos também participou da ação ao tentar sair com o carro da mulher, porém acabou batendo com o veículo, despertando a atenção dos vizinhos e posteriormente da polícia. 

A tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte) ocorreu na manhã do dia 29 de janeiro. O casal formado pelo rapaz de 17 anos e a namorada, 18 anos, alugou um apartamento em frente à residência da vítima dias antes do crime. Da varanda, eles observavam a movimentação na vizinhança e, principalmente, dentro do imóvel que viriam a assaltar.

VIOLÊNCIA

Responsável pela investigação que resultou na prisão da dupla, o delegado Guilherme Eugênio, da Delegacia Especializada de Investigações Criminais (Deic) de Guarapari, deu detalhes da brutalidade cometida pela dupla e como toda a ação foi desencadeada. A dupla, inclusive, achava que a mulher havia morrido devido às agressões.

Guarapari
O delegado Guilherme Eugênio (à esquerda), da Deic, de Guarapari, foi o responsável pela prisão do casal de assaltantes. Crédito: Divulgação/Polícia Civil

"Eles renderam a vítima, a amarraram com fios e o adolescente desferiu alguns murros nela. Na sequência, ela passou a ser paulatinamente agredida com outros instrumentos. A mulher sofreu fortes pancadas na cabeça, que resultaram em um coágulo e perda de memória. Ela também sofreu alguns cortes, que foram feitos para causar dor a fim de que ela contasse sobre bens de valores e senhas, e mais próximo do fim do assalto ela foi severamente golpeada com uma faca e teve lesões mais significativas. A senhora ainda passou por uma tentativa de asfixia. Foram tão violentos que pensaram que haviam a matado", detalhou o titular da Deic.

MENOR DE 13 ANOS

Enquanto a mulher era agredida pela jovem, o adolescente recolhia o que encontra, inclusive quatro televisores, e colocava tudo no carro da moradora. Neste meio tempo, explicou o delegado, a dupla fazia ligações para o menor de 13 anos para que ele fosse até lá. O jovem chegou à casa por volta das 14 horas e, ao tentar sair com o veículo da garagem, acabou batendo ao dar partida, ainda na residência.

Com os planos frustrados após o menor de 13 anos bater com o carro, o adolescente conseguiu fugir com pelo menos uma televisão. Com a dupla identificada, policiais fizeram campana no entorno do apartamento alugado pelo casal de onde observavam a casa assaltada, mas não localizou os criminosos. Entretanto, as buscas prosseguiram e os dois acabaram presos nos últimos dias em Ponta da Fruta, já em Vila Velha. Já o outro menor infrator continua solto, mas a Polícia Civil já solicitou a apreensão dele e aguarda pela decisão da Justiça. Por serem menores de idade, os rapazes não tiveram os nomes divulgados. A jovem de 18 anos não teve o nome informado pela Polícia.

Em relação ao estado de saúde da mulher, parentes dela vieram do exterior até Guarapari e a acompanham. A senhora segue internada no Hospital de Urgência e Emergência, o Antigo São Lucas, em Vitória, e segundo os relatos dos parentes, ela não se recorda do que passou no dia do assalto.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.