ASSINE

Azul encerra operação em Guarapari e critica infraestrutura de aeroportos

Os voos comerciais operaram de  17 de dezembro a 31 de janeiro. Rota que saía de Belo Horizonte fez parte  de um projeto de expansão da companhia para os principais destinos turísticos do País

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 02/02/2021 às 18h24
Atualizado em 02/02/2021 às 18h24
 Guarapari recebe primeiro voo saindo de Belo Horizonte
Guarapari começa a receber voo saindo de Belo Horizonte. Crédito: Ari Melo

A Azul Linhas Aéreas encerrou a rota de voo comercial entre Guarapari e Belo Horizonte. A decisão da empresa foi comunicada na tarde desta terça-feira (2). A linha era temporária e fazia parte de um projeto da companhia para expandir as viagens para os principais destinos turísticos do Brasil durante o verão. A operação começou no dia 17 de dezembro e terminou no último domingo (31). 

Até então, o terminal de Guarapari estava há 18 anos sem receber voos comerciais. As viagens diárias foram operadas pela Azul Conecta, empresa sub-regional da Azul, em aeronaves modelo Cessna Gran Caravan com capacidade para nove passageiros.  

A ponte aérea Belo Horizonte x Guarapari fez parte de um projeto da Azul para oferecer voos para destinos procurados durante a alta temporada. Além da “Cidade Saúde”, Canela (RS), Torres (RS), Itanhaém (SP), Ubatuba (SP), Paraty (RJ), Angra dos Reis (RJ), Búzios (RJ) e Jericoacoara (CE) também receberam voos diários de meado de dezembro até o final de janeiro. 

Sem citar especificamente o aeroporto de Guarapari, o gerente de planejamento de malha da Azul, Vitor Silva, destacou que, apesar de considerar a operação bem sucedida, a deficiência na infraestrutura de alguns aeroportos ainda é uma barreira para a regularidade das viagens.

"Os números mostram que o nosso projeto deu muito certo e estimulou uma demanda até então inexistente. O ‘Verão Azul Conecta’ nos deixou muito animados, mas mostrou que a deficiência na infraestrutura de alguns aeroportos ainda é uma barreira a ser vencida para garantirmos a regularidade de nossas operações”, apontou Silva.

Na véspera de Natal, cinco passageiros que esperavam para embarcar em Guarapari com destino à Belo Horizonte para ceiar com as famílias tiveram que passar a noite em um hotel. O voo foi cancelado depois da aeronave não conseguir pousar na pista por causa do mau tempo. 

Voos no Rio de Janeiro serão mantidos

 De acordo com a companhia, o Rio de Janeiro garantiu a continuidade dos voos da Azul Conecta de maneira regular depois da alta temporada de verão. Os voos que partem do aeroporto Santos Dumont, na capital do Rio, e de Congonhas, em São Paulo, para Angra, Paraty e Búzios agora serão regulares.

Aeroporto Guarapari Aviação azul

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.