Auxílio emergencial: saiba como transferir dinheiro para outro banco

Essa medida é uma forma de o informal correr das enormes filas em meio à pandemia da Covid-19 e evitar se expor ao coronavírus

Publicado em 05/05/2020 às 18h10
Pessoas na fila da agência da Caixa, em Campo Grande, para receber o auxílio de R$ 600,00 e o Bolsa Família - Cariacica/ES
Pessoas na fila da agência da Caixa, em Campo Grande, Cariacica, para receber o auxílio de R$ 600,00 e o Bolsa Família. Crédito: Vitor Jubini

Quem tem direito ao auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal não precisa ir até agências da Caixa e às lotéricas para poder sacar o valor.  É possível transferir o dinheiro do aplicativo para conta-corrente de outro banco em nome até de outra pessoa. Essa medida é uma forma de o informal correr das enormes filas em meio à pandemia da Covid-19 e evitar se expor a doença.

A transferência do auxílio é feita diretamente pelo aplicativo Caixa Tem e não há cobrança de tarifa. De acordo com a Caixa, após o trabalhador pedir a transferência o valor entra na conta indicada no dia seguinte de manhã. Esse é o tempo normal para a compensação bancária.

Atualmente, o aplicativo vem recebendo um grande número de acessos, em média, 12 milhões de consultas por dia. Por isso, uma das recomendações é acessá-lo de madrugada, momento com menor fluxo, para fazer a transferência.

COMO PEDIR A TRANSFERÊNCIA PELO CAIXA TEM

Quem tem direito pode transferir o auxílio emergencial para qualquer conta e sem cobrança de taxa. Para transferir:

  • Acesse o Caixa Tem, será preciso da sua senha e CPF 
  • Clique na opção "Transferir dinheiro" 
  • Depois, escolha como deseja transferir o valor 
  • Selecione o banco, informe a agência (sem o dígito)
  • Em seguida, clique na seta azul para avançar
  • Informe então o número da conta, sem os zeros à esquerda e o dígito
  • Informe também o dígito da conta
  • Informe para qual tipo de conta (corrente ou poupança) vai transferir o auxílio
  • Digite o CPF do titular da conta que vai receber o valor 
  • Informe o nome completo do titular, sem acentos 
  • Em seguida, coloque o valor que deseja transferir 
  • Por fim, confira as informações e confirme

QUEM PODE RECEBER O AUXÍLIO EMERGENCIAL?

Antes de tudo é preciso lembrar que só tem direito a essa renda emergencial as pessoas que se enquadram nos critérios estabelecidos pelo governo federal, além de ser maior de 18 anos e ter renda dentro dos limites estabelecidos na lei. Tem direito: 

  • Trabalhadores informais 
  • Desempregados MEI (microempreendedor individual) 
  • Contribuintes individuais da Previdência

Não pode receber quem: 

  • Tem renda mensal familiar total superior a três salários mínimos (R$ 3.135) ou com renda per capita (por membro da família) maior que meio salário mínimo (R$ 522,50) 
  • Quem teve rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018 (conforme declaração do Imposto de Renda feita em 2019) 
  • Funcionário público, mesmo que em contrato temporário quem recebe seguro-desemprego 
  • Quem recebe BPC (Benefício de Prestação Continuada), aposentadoria ou pensão

Pessoas na fila da agência da Caixa, em Campo Grande, para receber o auxílio de R$ 600,00 e o Bolsa Família - Cariacica/ES
Pessoas na fila da agência da Caixa, em Campo Grande, para receber o auxílio de R$ 600,00 e o Bolsa Família - Cariacica/ES. Crédito: Vitor Jubini

COMO SE CADASTRAR?

O cadastro pode ser realizado pelo aplicativo da Caixa (clique aqui para baixar) ou pelo site (clique aqui para acessar). Você precisará dos seus documentos pessoais, um número de celular, e-mail, além dos dados da sua família, para fazer a inscrição.

Após o cadastro ser efetuado, o prazo para a Caixa avaliar a solicitação do auxílio emergencial é de cinco dias úteis após o envio do cadastro. Caso o benefício seja aprovado, o pagamento deve ser depositado em até três dias úteis depois da resposta. Caso não, é possível recorrer.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.