ASSINE

Covid-19: Vila Velha é a 11ª cidade do Brasil com mais mortes em 14 dias

A informação foi divulgada em um levantamento baseado em dados do consórcio de veículos de imprensa, que aponta que a cidade registrou 62 óbitos nos últimos 14 dias

Vitória
Publicado em 16/12/2020 às 19h22
Atualizado em 16/12/2020 às 20h31
Praia da Costa, em Vila Velha, lotada no dia 13/12/2020, em meio a pandemia e ao crescimento de casos da Covid-19 no ES
Praia da Costa, em Vila Velha, lotada no dia 13/12/2020, em meio ao crescimento de casos da Covid-19. Crédito: Ricardo Medeiros

Vila Velha possui o maior número de infectados e de casos confirmados de coronavírus no Espírito Santo, além de correr o risco de entrar na classificação de risco alto da transmissão da doença no Mapa de Risco do governo estadual. Nesta quarta-feira (16), mais um dado alarmante foi divulgado: Vila Velha é a 11ª cidade do Brasil com mais mortes por Covid-19 nos últimos 14 dias, segundo levantamento baseado em dados do consórcio de veículos de imprensa.

O consórcio de veículos de imprensa, formado por O Globo, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo, reúne informações das secretarias estaduais de Saúde. Segundo o levantamento publicado no Globo, feito pelo pesquisador Wesley Cota, da Universidade Federal de Viçosa, foram registrados 62 óbitos em decorrência da Covid-19 no município da Grande Vitória nas últimas duas semanas, mesmo número observado em Fortaleza, no Ceará. 

Ainda de acordo com o detalhamento, Rio de Janeiro e São Paulo são as cidades do país com o maior número de óbitos registrados pela Covid-19 nos últimos 14 dias, com 565 e 514 mortes, respectivamente. Brasília, no Distrito Federal, fecha os três primeiros, com 156 infectados mortos no período — uma diferença grande para os dois primeiros.

CIDADES COM MAIS ÓBITOS POR COVID-19 NOS ÚLTIMOS 14 DIAS

  1. Rio de Janeiro (RJ): 565
  2. São Paulo (SP): 514
  3. Brasília (DF): 156
  4. Porto Alegre (RS): 135
  5. Curitiba (PR): 114
  6. Campo Grande (MS): 92
    São Bernardo do Campo (SP): 92
  7. Belo Horizonte (MG): 90
  8. Salvador (BA): 88
  9. Manaus (AM): 77
  10. Juiz de Fora (MG): 67
  11. Fortaleza (CE): 62
    Vila Velha (ES): 62
  12. Santo André (SP): 57
  13. Goiânia (GO): 56
  14. Nova Iguaçu (RJ): 53
    Santos (SP): 53
  15. João Pessoa (PB): 49
    São Gonçalo (RJ): 49
    São José do Rio Preto (SP): 49

    Fonte: Wesley Cota (UFV) / O Globo

De acordo com o Painel Covid-19, ferramenta da Secretaria do Estado de Saúde (Sesa), Vila Velha notificou nas últimas 24 horas duas mortes e 340 novos casos de coronavírus. No total, são 669 óbitos e 31.312 casos da doença no município divulgados nesta quarta-feira (16). O bairro com o maior número de infectados é a Praia da Costa, com 3.511 pessoas que contraíram a Covid-19.

O secretário do Estado de Saúde, Nésio Fernandes, já havia antecipado a informação sobre o crescimento da média móvel de mortes, que leva em conta os últimos 15 dias para análise, em Vila Velha. Esse é um dos fatores que faz com que a cidade caminhe para a classificação de risco alto na próxima elaboração do Mapa de Risco pelo governo do Estado, segundo o secretário.

"Acompanhando a evolução de óbitos, vemos que a situação de Vila Velha está crítica. Dos municípios da Grande Vitória, é o que caminha para um ponto muito crítico no mapa de risco, já que saiu de 14 óbitos na semana 47 de análise para 35 óbitos duas semanas depois, ou seja, mais do que dobrou a quantidade de mortes em 15 dias", disse.

O crescimento dos números em Vila Velha também explicita outro dado alarmante em relação a todo o Espírito Santo: o número de mortes em decorrência da Covid-19 na primeira quinzena do mês de dezembro mais que dobrou em relação ao mesmo período em novembro

Os dados foram retirados do Painel Covid-19 e apontam que, nos primeiros 15 dias de dezembro, 351 infectados pelo coronavírus perderam a vida. Em números percentuais, isso representa um aumento de 127,9% em relação aos 154 óbitos registrados em novembro, no mesmo período.

GRANDE VITÓRIA EM RISCO

Governador Renato Casagrande comentou o caso envolvendo Douglas Caus na tarde desta quinta-feira (3)
Renato Casagrande alertou nesta semana que as cidades da Região Metropolitana caminham para o risco alto de contaminação . Crédito: Natália Bourguignon | Arquivo | A Gazeta

O aumento dos indicadores, porém, não é exclusividade de Vila Velha. Toda a Grande Vitória está classificada como risco moderado no Mapa de Risco do governo do Estado e o governador Renato Casagrande alertou durante entrevista à Rádio CBN Vitória nessa terça-feira (15) que as cidades da região Metropolitana caminham para o risco alto de contaminação da Covid-19.

"A tendência é a Grande Vitória caminhar para o risco alto nos próximos dias pela quantidade de pessoas que estão perdendo a vida, pela quantidade de pessoas que estão contaminadas. Risco maior (significa) fechamento de comércio a partir de 16h no sábado, e no domingo não tem abertura", disse o governador.

A COVID-19 NO ESTADO

O Espírito Santo registrou 33 mortes e 2.989 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas. Os dados são do Painel Covid-19, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), atualizado na tarde desta quarta-feira (16). Até o momento, o Estado contabiliza um total de 4.663 mortes pela doença e 220.927 casos confirmados.

Com os números desta quarta, o Espírito Santo bate novo recorde de casos confirmados em 24 horas. Até então o maior número havia sido registrado no dia 9 de dezembro, quando 2.428 diagnósticos deram positivo.

A quantidade de curados também subiu, chegando a 202,608. A taxa de letalidade da Covid-19 se mantém 2,12%, e 709,261 testes já foram realizados no Estado.

*Com informações de agências

Este vídeo pode te interessar

Atualização

16 de Dezembro de 2020 às 20:30

Foi inserido o ranking geral de cidades com maior número de mortes nas últimas 24 horas.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.