ASSINE

Covid-19: painel da Sesa erra ao notificar mortes de profissionais da saúde no ES

Secretaria de Saúde enviou nota para informar que dois óbitos foram registrados indevidamente. Com isso, apenas um profissional da saúde faleceu no Estado. Trata-se de um homem que morava em Nanuque-MG e estava a passeio no Espírito Santo

Publicado em 11/05/2020 às 21h35
Atualizado em 11/05/2020 às 21h43
Painel Covid-19 traz os números da doença no Espírito Santo
Painel Covid-19 traz os números da doença no Espírito Santo. Crédito: Reprodução/Sesa

Um erro no Painel Covid-19 apontou que três profissionais da saúde haviam morrido em decorrência de contaminação por coronavírus, durante parte do dia. Na verdade, houve uma única morte de profissional da saúde no Estado. Um homem que morava em Nanuque, Minas Gerais. Ele estava a  passeio no Espírito Santo quando passou mal e teve que ser internado.  

Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou que dois óbitos de profissionais de saúde foram registrados no Painel Covid-19 indevidamente. A secretaria descreveu no texto "que optou pela transparência automática das informações recebidas de todos os pontos da rede de saúde: vigilância estadual, vigilâncias municipais e profissionais de saúde". 

Porém, as informações são apuradas após alimentação do sistema de informação. Se identificado falha ou equívoco por parte da fonte informante, os dados são corrigidos e providências são tomadas para que a situação não mais ocorra. Por isso houve a alteração de três casos para um. 

NOTA DA SESA 

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informa que dois óbitos de profissionais de saúde foram registrados no Painel Covid-19 indevidamente. A Sesa esclarece que optou pela transparência automática das informações recebidas de todos os pontos da rede de saúde: vigilância estadual, vigilâncias municipais e profissionais de saúde.

As informações são apuradas após alimentação do sistema de informação. Se identificado falha ou equívoco por parte da fonte informante, os dados são corrigidos e providências são tomadas para que a situação não mais ocorra.

ÚNICO REGISTRO

Em 22 de abril, a lista de mortos por Covid-19  apresentou o primeiro registro de morte de um profissional da área da saúde. De acordo com o subsecretário de Vigilância em Saúde da Sesa, Luiz Carlos Reblin, o profissional da saúde que morreu no Espírito Santo estava a passeio quando foi internado e diagnosticado com o novo coronavírus. Não há registros de morte de profissionais de saúde do Estado.

Até a noite desta segunda-feira (11), o registro de casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no Espírito Santo é de 4.819. Outras 196 pessoas perderam a vida após serem contaminados pelo vírus. Um total de 1.734 pessoas já foram curadas da doença. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.